Connect with us

Policial

PM atira na própria perna durante roubo em Hortolândia

Publicado

em

PM atira na própria perna durante roubo em Hortolândia

O Policial Militar G. M. F., de 50 anos, atirou na própria perna ao tentar defender a família de um assalto. A família foi assaltada em frente à residência, no bairro Remanso Campineiro. O policial estava no interior da casa, e foi surpreendido pelo pedido de ajuda da filha. O homem pegou a arma, uma pistola .40, e tentou correr atrás dos bandidos, mas acabou se desequilibrando e caindo, momento em que efetuou um disparo contra a própria panturrilha. O caso aconteceu por volta das 22h30 de quarta-feira.

De acordo com o boletim de ocorrência, a esposa do policial, que é Cabo da PM, chegava em casa na companhia das duas filhas, quando foi surpreendida por dois homens armados.

Os bandidos estavam em um veículo Fiesta e anunciaram o roubo, tomando a bolsa que a mulher carregava. Logo em seguida, os bandidos fugiram no veículo.

A filha do casal, assustada com a situação, correu para o interior da residência e gritou pelo pai, relatando o que havia acontecido. De imediato, o genitor pegou a pistola, utilizada no trabalho, e correu para tentar alcançar os bandidos, no entanto, acabou caindo e atirando contra a própria perna.

A Polícia Militar foi acionada e esteve na residência, onde apreenderam a arma, que será encaminhada para o IC (Instituto de Criminalística), passando por perícia técnica.

Um inquérito será aberto pelo 1º distrito Policial do Município, que apurará o disparo de arma de fogo e o roubo, realizado contra a família do policial. Até o fechamento desta edição, nenhum criminoso havia sido identificado. O caso foi registrado como roubo no Plantão Policial de Hortolândia.

A vítima foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e foi levada para o Hospital Municipal Mário Covas, onde passou por atendimento médico e foi liberada. O policia passa bem.

Reportagem: Thiago Alves | Hortolândia

Policial

Policia recupera caminhão roubado em Hortolândia

Publicado

em

Por

A Polícia Militar recuperou um caminhão roubado que transportava carne bovina e prendeu um suspeito. O fato aconteceu na manhã de terça-feira(16).

De acordo com os policiais o motorista do caminhão e o ajudante foram rendidos por três meliantes, nas mediações do cemitério dos Amarais em Campinas, sendo que um deles assumiu a direção do caminhão e os outros dois entraram em um carro com as vítimas.

A PM, que foi alertada sobre o acontecido, perseguiu o caminhão quando, na entrada de Hortolândia, próximo ao supermercado Pague Menos, o motorista perdeu o controle do veículo e colidiu contra o guard-rail.

O suspeito tentou fugir a pé, mas foi detido pelos policiais. O veículo que estava com as vítimas fugiu sentido o bairro do Matão, em Sumaré, onde deixaram as vítimas e fugiram.

O caminhão foi levado à delegacia, assim como o meliante. No veículo foi encontrado um dispositivo para contar o rastreamento.

Continue Lendo

Policial

Mãe teria enviado drogas em margarina para detento em Hortolândia

Publicado

em

Mãe de custodiado teria enviado as drogas para PIII de Hortolândia 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que policiais penais da PIII de Hortolândia encontraram 75 micropontos de LSD e uma folha contendo droga sintética M4 escondidos em um fundo falso de pote de margarina enviados pela mãe de um custodiado. O flagrante ocorreu ontem, 8, durante o procedimento de revista das mercadorias.  

O material apreendido foi encaminhado para a delegacia, e o preso que receberia os itens pessoais foi isolado preventivamente para procedimentos disciplinar.

A SAP informa que as pessoas as quais são flagradas tentando inserir materiais proibidos nas unidades prisionais são suspensas do rol de visitas temporariamente.  

Continue Lendo

Policial

CPFL emite nota sobre o ocorrido na base em Sumaré

Publicado

em

policia

Em virtude de um áudio com informações relacionadas ao roubo ocorrido na base da CPFL em Sumaré, no dia 03/08/2022, que está em circulação em grupos de WhatsApp.

A CPFL esclarece que os funcionários que prestam serviços sempre comparecem devidamente identificados com crachás, uniformes, veículo com identificação da empresa e com ordem de serviço para a execução da atividade, contudo, caso o cliente ainda tenha dúvidas, pode entrar em contato por meio dos canais de atendimento, entre eles, o 0800 010 1010 (CPFL Paulista), e informar o número da nota de serviços e confirmar a autenticidade da mesma com o atendente.

Caso não seja possível realizar a confirmação no momento, a orientação da empresa é de que o cliente não permita a execução do serviço e não assine ou entregue qualquer documento.

Continue Lendo

Populares