Em funcionamento desde o ano passado, Divisão também retirou das ruas 19 armas de fogo ilegais e apreendeu mais de 400 máquinas caça-níqueis

A Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Campinas, que reúne todas as atividades de polícia especializada, trazendo mais organização e eficiência, foi criada no início do ano passado e, desde então, já deteve 322 criminosos e apreendeu mais de 1,7 tonelada das mais variadas drogas.

Subordinada ao Departamento de Polícia Judiciária do Interior 2 (Deinter 2), a Deic de Campinas é composta pela junção das delegacias de investigações Gerais (DIG), Sobre Entorpecentes (Dise) e sobre Homicídios, além do Grupo de Operações Especiais (GOE).

A unidade especializada foi criada por meio de decreto estadual em fevereiro de 2020 e desde o ano passado se encontra em pleno funcionamento. Como resultado, até o final de maio deste ano, as investigações da Deic resultaram em 210 prisões em flagrante e 84 por mandado, e na detenção de 28 adolescentes. Além disso, foram apreendidos 1.779,44 quilos de drogas, como maconha, crack e cocaína, e retiradas das ruas 19 armas de fogo ilegais.
Os trabalhos da Divisão também incluíram a apreensão de 435 máquinas caça-níqueis e de 94 veículos, sendo alguns restituídos por se tratar de produtos de furtos e roubos. No período, 180 mandados de busca foram cumpridos e mais de R$ 19 mil recolhidos.

Ocorrências de destaque
Desde a sua criação, a Deic de Campinas tem atuado em ocorrências de destaque, como o esclarecimento de um latrocínio em menos de uma semana após o crime. Os fatos ocorreram em julho de 2020 e o trabalho da unidade permitiu deter dois adolescentes, autores do roubo seguido de morte que vitimou um motorista de aplicativo.

Há que se destacar também as atividades da Divisão no combate ao comércio de produtos alimentícios falsificados. No mês passado, os agentes da Deic apreenderam mais de 400 garrafas de bebidas alcoólicas falsificadas, além de 500 litros de uísque falso e outros petrechos usados nas fraudes, em ações distintas ocorridas na região. Os flagrantes foram realizados nos municípios de Indaiatuba e Campinas, resultando na prisão de cinco pessoas.

Artigo anteriorAgência Manpower anuncia 20 vagas de emprego para Auxiliar de Produção – Temporário
Próximo artigoKeila Jordana prepara novo lançamento