Connect with us

Policial

Como a ciência está ajudando a polícia a trilhar a rota da droga até sua origem

Publicado

em

drogas

O Instituto de Geociências da USP assinou um acordo de cooperação com a Polícia Federal para auxiliar a instituição a identificar a origem e as rotas do tráfico de drogas desde a produção em países andinos até o Porto de Santos.

Por meio de análises geoquímicas e técnicas de palinologia, pesquisadores da USP e da Unesp e peritos da Superintendência da Polícia Técnico-Científica de São Paulo e da Polícia Federal de três estados trabalham na determinação dos sinais de vegetação local impregnados na droga e suas embalagens, para fins da geolocalização.

A parceria foi oficializada no dia 07 de dezembro de 2021 e deverá dar início, também, a pesquisas envolvendo contrabando de metais preciosos. Mas, o objetivo central é o combate ao narcotráfico nos países sul-americanos.

O trabalho de pesquisa se fundamenta no doutoramento de Cyntia Ramos, aluna do IGc que já investiga, desde o mestrado, o potencial forense de grãos de pólen e esporos para auxiliar a perícia brasileira.

Ela é uma das autoras do acordo de cooperação, que tem como objetivo de longo prazo “elaborar protocolos para que a polícia passe a utilizar a palinologia como ferramenta de auxílio na determinação da origem dessas drogas”.

A mestre em palinologia forense acredita que a aproximação com a polícia e o trabalho minucioso de identificação do pólen de plantas possibilitará um resultado preciso e confiável para a pesquisa. 

“Considero o principal desafio a metodologia em si, por ser bem recente a aplicação forense da palinologia em drogas e um projeto pioneiro no Brasil. Por isso é importante que o nosso trabalho no Instituto esteja alinhado com as expectativas da PF, assim como o próprio trabalho em si de liberação dessas amostras para fins acadêmicos”, diz.

Veja o texto na Integra, clique aqui

Policial

Homem é detido por injúria racial após chamar outra pessoa de “macaca”

Publicado

em

Por

Um homem foi detido na manhã desta segunda-feira(17) por injúria racial contra uma mulher. O fato aconteceu no Remanso Campineiro, em Hortolândia.

A equipe da Policia Militar foi até o local dos fatos após serem acionados pela vítima. Esta alegou que o rapaz a teria chamado de “macaca”. O rapaz confessou aos agentes ter feito a injúria racial.

Ambos foram conduzidos ao plantão policial, onde a autoridade de polícia judiciária tomou conhecimento dos fatos e determinou a elaboração do Boletim de Ocorrência.

A acusado ficou detido a disposição da justiça.

Continue Lendo

Policial

Homem é preso por violência contra esposa no Jardim Novo Ângulo

Publicado

em

Por

Um homem de 32 anos foi preso em flagrante na noite de domingo, após cometer violência doméstica contra a própria esposa de 33 anos no Jardim Novo Ângulo, em Hortolândia.

As agressões aconteceram no apartamento do casal no conjunto habitacional.

Segundo a Polícia Militar, foram acionados via 190, e informados de que uma mulher estava trancada, sendo espancada e ameaçada de morte pelo marido.

No local, a vítima relatou aos PMs que após uma discussão o companheiro começou a agredir com socos e empurrões, onde ela acabou caído e bateu a cabeça ao chão.

A vítima foi socorrida ao hospital Mário Covas, onde recebeu atendimento médico e também foi realizado raio x no crânio.

O agressor foi abordado, algemado e conduzido até o plantão policial, onde permaneceu preso à disposição da justiça pelos crimes previstos na Lei Maria da Penha.

Continue Lendo

Policial

GM detém homem com moto roubada e arma de brinquedo além de dinheiro em Hortolândia 

Publicado

em

Por

Um motociclista de 21 anos foi detido ao tentar dar fuga na noite desta sexta-feira(13) da Guarda Municipal de Hortolândia. Um simulacro foi localizado com o indivíduo, além de uma grande quantidade em dinheiro.

A equipe da GM durante patrulhamento no Jardim Minda, deparou com um indivíduo em uma motocicleta transitando, e os guardas desconfiaram da atitude suspeita e deram ordem de parada com sinais sonoros e luminosos que foram ignorados pelo condutor.

Um breve acompanhamento deu início por diversas ruas do bairro, onde o condutor da motocicleta perdeu o controle e acabou caindo e em seguida foi abordado. 

Os GMs localizaram com o homem um simulacro de pistola e constataram que ele não possui habilitação e a moto era roubada na cidade de Campinas.

Devido a queda, o homem foi levado ao hospital Municipal Mário Covas fazer curativo nas escoriações. Para surpresa dos guardas, em uma revista minuciosa, foram encontrados escondidos na cueca o valor de 1.869 reais em dinheiro. 

O proprietário da moto compareceu à delegacia e reconheceu a motocicleta, ele levou a chave reserva onde o veículo deu partida.

A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial, onde o indivíduo responderá por receptação, adulteração de veículo e desobediência, permanecendo preso à disposição da justiça. O simulacro e dinheiro foram apreendidos.

Continue Lendo

Populares