12 de junho de 2024
Policial

Carga de avaliada e R$ 400 mil é furtada em Sumaré

policia

Uma carga de defensivo agrícola avaliada em R$ 400 foi furtada na tarde de terça-feira, no Jardim São Judas Tadeu, em Sumaré. O produto havia saído de Guararema e seria entregue em Rondonópolis, no Mato Grosso. Entretanto, após desengatar o caminhão do semi-reboque e entrar em uma oficina mecânica, o motorista L. M., de 59 anos, teve a carga furtada.

De acordo com o motorista, por volta das 9h, parou com o caminhão na Rua Nicolau Portilho, onde desengatou o veículo do semi-reboque para fazer a manutenção do rastreador e entrou no estabelecimento responsável.

O motorista ainda afirmou que, por volta das 15h50, teria ido até a rua, onde a carga estava intacta, retornando para o interior do estabelecimento. Porém, cerca de 10 minutos depois, voltou à rua e constatou que a carga havia sido roubada. Os criminosos levaram aproximadamente 20 paletes com os produtos químicos.

Desesperado, a vítima chegou a realizar buscas na região, mas não conseguiu encontrar a carga. Segundo a vítima, a carga possui seguro e nenhuma testemunha foi identificar para relatar o crime.

O caso foi registrado no Plantão Policial de Sumaré e encaminhado para o 5º Distrito Policial, onde será investigado pela Polícia Civil do Município. Até o fechamento desta edição, nenhum responsável pelo crime havia sido identificado.

A Polícia irá procurar câmeras de segurança em estabelecimentos do bairro para tentar descobrir a rota tomada pelos criminosos.

DADOS

De janeiro a julho de 2014, a cidade de Sumaré registrou 85 roubos de carga, em sua maioria, cometidas nas regiões do Matão e da Área Cura. Os dados foram fornecidos pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e já está superando todo o ano passado, que fechou com 86 ocorrências da natureza.

RECENTE

Uma carga de garrafas vazias foi localizada na tarde do último dia 19, no Jardim Aclimação, em Sumaré. Segundo a vítima, a carga está avaliada em R$ 20 mil e, aparentemente, não foi mexida pelos criminosos. Segundo a vítima, o motorista P. H. G., de 27 anos, a carga teria sido roubada na cidade de Jundiaí, durante a manhã.

Ainda de acordo com o motorista, por volta das 9h, ao parar o caminhão para trocar um pneu, ele foi abordado por três homens. Os criminosos chegaram em um Celta e, fazendo menção de estarem armados, renderam a vítima, colocando um capuz em sua cabeça.

Logo em seguida os bandidos obrigaram a vítima a entrar no carro e passaram a “rodar” com a vítima encapuzada. Após horas rodando, segundo a vítima, ela foi abandonada na cidade de Campo Limpo Paulista.

A carga havia saído do Rio de Janeiro e seria entregue na cidade de itu. O motorista acionou a Polícia Militar e a empresa, informando o crime.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98