Descumprindo acordo judicial, Pai não entrega a filha na data acordada e mãe aciona a equipe da PM, na tarde da última segunda-feira (23), no Jardim Amanda I, em Hortolândia.

O 48º BPM, foi ao local para realizar o atendimento da ocorrência por descumprimento de ordem judicial. Chegando no local, a mãe informa que, após decisão tomada pelo CEJUSC ( Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) havia um acordo entre as partes, após estarem cientes, seu ex marido e pai da sua filha, descumpriu o acordo e não devolveu a filha na data do dia, que seria 22/03/2020, no último domingo ( Segundo registro policial (703/2020).

O pai declarou aos policiais que tinha pedido para a filha ir embora, e os policiais foi questionar a filha do casal sobre o fato, ela começou a gritar com a equipe, bateu no telefone celular que estava nas mãos de um dos policiais, o telefone caiu no chão, logo saiu andando, desobedecendo a ordem de abordagem, resistiu a ser levada até ao plantão de polícia judiciária e ainda gritou com a equipe da PM:

“Ninguém iria obrigá-la sair da casa do pai”

Os policiais tiveram que usar a força para a adolescente entrar na viatura policial, não houve a necessidade do uso de algemas, pois o pai foi ao lado da adolescente no banco traseiro da viatura.

Após o ocorrido as partes foram conduzidas ao plantão policial de Hortolândia, que por determinação do delegado de polícia, houve desobediência e desacato, da parte da adolescente. Logo em seguida todos foram liberados e a filha permaneceu aos cuidados da mãe.

Por: Raquel Trindade