Nossa Região

Protesto reuniu 2,5 mil e termina em confronto com Guardas municipais na Câmara de Sumaré (SP)

protesto sumare
imagem retirada na pagina do evento no Facebook

Teve correria hoje (25/06/2013), em Sumaré, durante o ato nacional contra o aumento das passagens organizado na cidade. Cerca de 2,5 mil pessoas fora às ruas. O movimento teve a participação de vândalos que depredaram a Câmara Municipal. Pedras também foram atiradas em outros momento do movimento e nas proximidades do manifesto.

A força especial da PM foi acionada e dispersou a multidão aglomerada na Praça das Bandeiras com auxílio de bombas de gás lacrimogênio. Comércios que, normalmente permanecem abertos no período noturno na Avenida Rebouças, fecharam as portas mais cedo por conta de ataques (pedras). Três guardas municipais ficaram ferido por pedras lançadas por manifestantes na Câmara Municipal de Sumaré (SP). Segundo o Corpo de Bombeiros local, os guardas tiveram cortes e sangramento, foram encaminhados a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e estão sob observação.

O acesso ao centro da cidade pelo pontilhão da rodoviária ficou impedido pela mobilização de um grupo de, pelo menos, 300 pessoas envolvidas no movimento.

Fonte: Novomomento/Folha

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98