Empresas deverão esclarecer sobre diferença de preços das passagens aéreas em comparação aos outros dois principais aeroportos do Estado

A Fundação Procon-SP notificará as empresas que atuam no aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas: Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Latam Airlines Brasil e Gol Linhas Aéreas. Elas deverão apresentar explicações sobre diferença de preços nas passagens aéreas de usuários que utilizam o referido aeroporto em relação a Congonhas e Cumbica.

As empresas terão dez dias para apresentar uma planilha de custos que comprovem o por que das diferenças de preços. “Dependendo da análise do material apresentado elas poderão ser convocadas para uma audiência junto a fundação, caso seja constatada prática abusiva, poderão ser multadas em até R﹩ 10 milhões” afirma o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

O problema foi apresentado ao Procon-SP pelos 20 prefeitos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) em reunião do Conselho de Desenvolvimento ocorrida nesta terça-feira (18/5), com as presenças também do diretor de Relações Institucionais do Procon-SP, João Borrô e do diretor executivo Fernando Capez, que participou por meio de videoconferência.

A Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas) vai preparar uma representação ao Procon, que servirá como base para a notificação das companhias.