Connect with us

Nossa Região

Pedreiro morre após ser avisado sobre despejo em área de ocupação

Publicado

em

Oficiais notificaram famílias sobre prazo para deixarem área em Campinas.
Moradias improvisadas foram montadas há 1 ano próximo a trilhos do VLT.

Famílias de ocupação irregular são notificadas por oficiais de Justiça

Um ajudante de pedreiro de 48 anos teve um mal súbito e morreu após ser notificado por oficiais de Justiça na manhã desta terça-feira (22) de que deveria deixar a moradia onde vive em uma área de ocupação irregular no bairro Cidade Jardim, em Campinas (SP). Cento e cinquenta famílias que vivem no local também receberam notificação sobre o prazo máximo de 30 dias para sair do local de forma voluntária. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro ao ajudante de pedreiro, que teve uma convulsão, mas ele já havia morrido antes da chegada da equipe.

Segundo educador social Francisco Galvão, representante das 300 famílias que ocupam o local, o homem entrou em estado de choque durante a ação. Apesar do ocorrido, a operação foi pacífica e não houve tumulto, de acordo com a Polícia Militar (PM), que acompanhou os trabalhos, assim como técnicos da Secretaria de Habitação (Sehab).

A área invadida em novembro de 2012 fica próxima ao trilho do extinto Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). De acordo com a Sehab, o processo com o pedido de retirada das família corre na 2ª Vara da Fazenda Pública desde o início deste ano, mas que desde o início da ocupação, a Prefeitura manteve contato constante desde fevereiro deste ano com representantes da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), proprietária da área, solicitando a a ação de reintegração de posse.

Sem acordo, a administração pública ingressou com ação civil pública para desocupação da área.

Tentativas de negociação

A Secretaria Municipal de Habitação alega ainda que já havia notificado os ocupantes, no dia 6 de fevereiro deste ano, e chegou a convocá-los a comparecer na sede do órgão. O procedimento auxiliaria a Sehab a elaborar um levantamento preciso sobre as famílias e a ter maior clareza sobre os problemas enfrentados por eles.

A partir desse levantamento, cada caso seria analisado e os técnicos confirmariam a procedência das famílias para, então, se fosse o caso, cadastrá-las junto à Companhia de Habitação Popular (Cohab) e encaminhá-las aos programas habitacionais vigentes, conforme atendimento dos requisitos estabelecidos pelos programas.

De acordo com a Prefeitura, nenhuma família convocada compareceu à sede da Secretaria de Habitação para prestar as informações solicitadas. Na época, a equipe contabilizou 90 moradias improvisadas, além de 16 esqueletos em construção.

O representante das famílias contesta. Francisco Galvão afirma que protocolou diversos documentos na Prefeitura e que até o momento não houve diálogo. “Nós buscamos uma alternativa, e não o despejo das famílias. Algo como a transferência para programa habitacional do Minha Casa, Minha Vida. Nós estamos abertos ao diálogo”, defende.

Famílias de ocupação irregular são notificadas por oficiais de Justiça em Campinas

Famílias de ocupação irregular são notificadas por oficiais de Justiça em Campinas

Fonte: G1
Foto: Edison Souza



Nossa Região

Corpo de Bombeiros de Indaiatuba ganha novo Caminhão

Publicado

em

O Governador João Doria entregou nesta quarta-feira (20) as 12 primeiras viaturas Auto Bomba de Salvamento (ABS) de um total de 32 para renovar a frota do Corpo de Bombeiros em todo o estado. Outras 20 unidades deverão ser entregues até o fim do ano. Os novos veículos foram adquiridos com investimento de R$ 23 milhões e fazem parte da reposição gradual das viaturas da corporação.

“Entregamos hoje as 12 primeiras viaturas de salvamento, de um total de 32 unidades já adquiridas, para renovar a frota do Corpo de Bombeiros em todo o estado. Desde o início do nosso Governo já compramos mais de 6.400 veículos para as Forças de Segurança em São Paulo, entre eles veículos blindados, pela primeira vez na história, para as polícias Civil e Militar”, disse Doria.

Os veículos têm motorização de 280 cavalos, câmbio automatizado, cabine duplicada para melhor acomodação do efetivo e um reservatório com capacidade de 4.000 litros de água. Além disto, os caminhões contam com bomba de água de vazão 750 GPM, sistemas eletrônicos de espuma, guincho (mangotinho) e todo comando da unidade é automatizado. As unidades têm a certificação NBR 14.096.

Essa primeira remessa de viaturas beneficiará 12 Grupamentos de Bombeiros (GB): 6º GB de São Vicente, 7º GB de Indaiatuba, 9º GB de São Carlos, 10º GB de Bauru, 11º GB de Guaratinguetá, 13º GB de São José do Rio Preto, 14º GB de Presidente Prudente, 15º GB de São Roque, 16º GB de Piracicaba, 18º GB de Cotia, 19º GB de Amparo e 10º GB de Andradina.

“Essa entrega vai salvar pessoas, pois estas viaturas que são utilizadas em resgates, em incêndios e em ações envolvendo produtos perigosos. São viaturas que engrandecerão nosso Corpo de Bombeiros com alta tecnologia, com controle de vazão e totalmente automatizadas”, explicou o Secretário de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos.

Renovação da frota

Desde o início da atual gestão, o Governo de São Paulo tem realizado contínua renovação da frota das forças de Segurança Pública. Desde 2019, incluindo os ABS, foram entregues 6.419 viaturas para reforçar a atuação das polícias Civil e Militar, beneficiando inclusive o Corpo de Bombeiros e o policiamento ambiental. O total investido nos veículos foi de mais de R$ 460,9 milhões.

Além dos veículos já entregues, o Copo de Bombeiros está em andamento a compra de 110 ambulâncias de Unidades de Resgate (UR) e Unidade de Resgate e Salvamento Aquático (URSA), 10 caminhões Auto Tanques (AT), com capacidade de 12.000 litros de água, e 10 Pick-up 4×4 cabine dupla, além de 11 jetski e 75 botes.

Continue Lendo

Nossa Região

Rede Savegnago compra unidades do Paulistão de Hortolândia e região

Publicado

em

Nesta ultima terça (19), os grupos Savegnago e Peralta que administra a rede de Supermercado Paulistão, anunciaram acordo para troca de ativos. Entre as trocas estarão o Shopping Passeio São Carlos e 14 lojas Paulistão localizadas no interior de São Paulo, inclusive a loja de Hortolândia.

O grupo Savegnago confirmou a transação, mas não revelou o valor. Mas informou que poderá ter investimento de R$ 100 milhões, visando a readequação das novas unidades adquiridas pelo grupo. O acordo prevê a entrega de metade da rede Paulistão, qual é administrado pelo Grupo Peralta. As unidades adquiridas ficam em Limeira, Campinas, Sumaré, Hortolândia, Nova Odessa, Paulínia, Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Rio Claro.

A transação ainda dependerá de aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Em nota, o Savegnago informou que 2.500 novos empregos serão gerados com essa transação.

Ainda não há data para que as novas lojas passam de fato a serem administradas pelo Grupo Savegnago e nem se as unidades adquiridas passarão por reforma.

Continue Lendo

Nossa Região

Cidades turísticas da região de Campinas terão inaugurações em 2021

Publicado

em

A Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur) repassou até setembro R$ 108 milhões para obras e melhoria de infraestrutura em estâncias e municípios de interesse turístico. Pelo menos 16 cidades preparam inaugurações até dezembro.

Campinas foi a região com maior número de cidades contempladas com os repasses: 28 municípios, sendo que três têm previsão de entrega das obras para os próximos meses. Em Brotas, será entregue a requalificação do Parque dos Saltos e o Centro de Arte e Artesanato, no valor de R$ 1 milhão, e em Socorro, a revitalização do Caminho Turístico do Rio do Peixe, também de R$ 1 milhão.

Águas de Lindóia entregará a reforma do balneário municipal, recuperação de áreas de Balneoterapia, reforma e revitalização do Calçadão na Rua São Paulo, restruturação de áreas turísticas e construção de praça, playgrounds, pavimentação e recapeamento de vias turísticas, no valor de R$ 5 milhões no total.

Baixada Santista recebeu o maior valor, foram R$ 33 milhões nos nove primeiros meses do ano. Em Mongaguá será entregue a valorização turística da Orla da Praia, no trecho Praça Dudu Samba.

Na região de Franca, Batatais tem previsão de duas entregas: o Parque Linear ao longo do Córrego das Araras e a revitalização da Avenida 14 de Março, uma das principais da cidade, que consumiram R$ 4 milhões; em Nuporanga a entrega da reforma e adequação no Estádio Municipal “José Martins de Barros Júnior”, na quantia de R$ 1 milhão.

Em São José do Rio Preto, Riolândia entregará a revitalização da praia municipal e valorização turística, no valor de R$ 856 mil, e Mira Estrela, às margens do Rio Grande, a melhoria nas instalações elétricas da Praia Fluvial, R$ 140 mil.

Na região de Sorocaba, o município de Laranjal Paulista inaugurará a revitalização do chafariz do Largo São João, a requalificação de praça pública e construção do Parque Pedro Zanella, no total de R$ 388 mil, e Avaré a revitalização do Camping Municipal, que consumiu R$ 1 milhão.

Em São Luiz do Paraitinga, região de São José dos Campos, será entregue a reurbanização do Alto do Cruzeiro, no valor de R$ 1 milhão.

Em Timburi, por R$ 395 mil, a revitalização de passeios públicos em praças e vias de acesso, e em Garça os sanitários no Parque Público do Lago Artificial Prof. J. K. Williams, por R$ 175 mil – ambas na região de Marília.

Fechando a lista, em Apiaí acontecerá a entrega da Praça do Rastro da Serpente e a loja de artesanato municipal, na quantia de R$ 166 mil, e em São Simão, região de Ribeirão Preto, a revitalização da Praça da República, por R$ 786 mil.

Continue Lendo

Populares