Nossa Região

Escola em Elias Fausto implanta projeto de compostagem em parceria com o Consimares

Consimares

Estudantes da Escola Municipal Aparecida do Carmo Maschietto, em Elias Fausto, estão se tornando verdadeiros agentes de mudança ao aprenderem sobre a importância do reaproveitamento de resíduos orgânicos. Graças ao projeto de compostagem promovido pelo Programa Recicla Junto Consimares, os alunos estão descobrindo formas criativas de reutilizar resíduos de frutas, verduras e legumes, contribuindo assim para a preservação do meio ambiente.

De acordo com o presidente do Consimares e prefeito de Elias Fausto, Mauricio Baroni, cerca de 250 alunos do sexto ao nono ano do Ensino Fundamental participarão ativamente do projeto. “A educação é a chave para conscientizar a população sobre a importância do reaproveitamento de resíduos. Os resíduos orgânicos representam mais de 50% do volume que chega aos aterros sanitários, e é fundamental que nossos estudantes compreendam como podem fazer a diferença”, afirma Baroni.

O projeto envolve não apenas a separação dos resíduos orgânicos produzidos em casa, mas também o reaproveitamento das sobras da merenda escolar e resíduos de podas de árvores. A coordenadora do projeto, bióloga Juliana Clauss, explica que, após o processo de compostagem, esses resíduos serão transformados em composto orgânico utilizado para melhorar a saúde do solo nas hortas da escola e da comunidade local.

Os alunos estão sendo orientados por meio de palestras educativas sobre o processo de compostagem e acompanharão todas as etapas do projeto, desde a montagem da leira até o uso do composto orgânico nas hortas. Com o apoio da empresa Corpus Saneamento, que forneceu equipamentos e ferramentas necessárias, e da Prefeitura, que colabora com o transporte dos resíduos, a iniciativa promete ser um sucesso.

A ação não apenas beneficia o meio ambiente, mas também contribui para a conscientização dos alunos sobre a importância da sustentabilidade. O superintendente do Consimares, Mimo Ravagnani, ressalta que a meta é estender o projeto para os sete municípios da região, reduzindo assim a quantidade de resíduos orgânicos destinados aos aterros sanitários e promovendo uma cultura de sustentabilidade em toda a comunidade.

Essa iniciativa exemplar mostra como pequenas ações podem gerar grandes impactos positivos para o meio ambiente e para a qualidade de vida das futuras gerações.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98