Connect with us

Nossa Região

Cerca de 52.600 mil veículos devem circular na SP101 neste feriado

Publicado

em

Mais de 441.100 mil veículos devem trafegar pelas rodovias administradas pela Concessionária Rodovias do Tietê durante a Operação feriado de carnaval, que começa nesta sexta-feira (01), e segue até quarta-feira (06).

A expectativa de tráfego para a rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), entre Campinas e Tietê é de aproximadamente 52.600 mil veículos. Nas rodovias Marechal Rondon (SP-300), entre Tietê e Bauru, e Rodovia do Açúcar Comendador Mario Dedini (SP-308), entre Salto e Piracicaba a expectativa de tráfego é de aproximadamente 308.100 mil e 80.400 mil veículos, respectivamente.

Em virtude da maior demanda de tráfego, todo o efetivo operacional da Rodovias do Tietê estará nas rodovias, garantindo agilidade e rapidez no atendimento aos usuários. As praças de pedágio também operam de maneira diferenciada para a fluidez do trânsito.

Previsão de dias e horários de pico

01/03/2019 (sexta-feira) – entre 16h e 22h

02/03/2019 (sábado) – entre 06h e 14h

05/03/2019 (terça-feira) – entre 15h e 21h

06/03/2019 (quarta-feira) – entre 06h e 11h

Emergência e recursos operacionais

Em casos de emergência, os usuários podem entrar em contato com a Rodovias do Tietê por meio do número 0800 770 3322 ou através dos telefones de emergência, disponíveis em todo o trecho sob concessão.

A concessionária disponibiliza aos usuários 10 viaturas de inspeção de tráfego, 6 guinchos leves, 3 guinchos pesados, 1 caminha pipa, 1 caminhão boiadeiro, 11 ambulâncias e 1 UTI móvel.

Recomendações aos usuários

A Rodovias do Tietê ressalta que o motorista deve adotar algumas medidas antes de seguir viagem, para evitar transtornos durante o trajeto. A manutenção preventiva dos veículos e a verificação de itens como pneus, luzes e freios são fundamentais para a segurança, assim como o respeito às leis de trânsito.

É importante ainda que o motorista respeite os limites de velocidade da via, não beba antes de dirigir, não utilize o celular ao volante e acenda os faróis durante o dia ao trafegar em rodovias. Além disso, todos os ocupantes do veículo devem utilizar dispositivos de retenção (cinto de segurança e assentos específicos para crianças).

Quando houver criança no veículo, deve-se observar a Lei da Cadeirinha (Resolução 277 do Contran), que determina que bebês de até um ano de idade devem ser transportados no bebê conforto, de costas para o painel. De um a quatro anos, as crianças devem ser colocadas em cadeiras para auto. Entre quatro e sete anos e meio, o ideal é que utilizem assento de elevação. Já crianças acima de sete anos e meio até dez anos devem viajar somente no banco traseiro, com a utilização do cinto de segurança. Após os dez anos de idade, a criança poderá viajar no banco dianteiro utilizando o cinto de segurança.

Concessionária Rodovias do Tietê I Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo

A Rodovias do Tietê faz parte do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, responsável pela manutenção e operação de 415 quilômetros de rodovias: Rodovia Marechal Rondon (SP 300), Rodovia Prof. João Hipólito Martins (SP 209), Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP 101), Rodovia Bento Antônio de Morais (SP 101), Rodovia Dr. João José Rodrigues (SP 113); Rodovia Comendador Mário Dedini (SP 308) e Contorno de Piracicaba – Rodovia Ernesto Paterniani (SPI- 162/308).

Nossa Região

Shopping Dom Pedro distribui 500 mudas de ipês

Publicado

em

O Parque D. Pedro Shopping, administrado pela Aliansce Sonae, realizou a entrega de 500 mudas de ipês nesta terça-feira, 21, Dia da Árvore. Os clientes puderam retirar gratuitamente a semente, com vaso, terra e pá para plantio, na Praça BeGreen, na Entrada das Árvores.

“O Parque D. Pedro Shopping tem como um de seus pilares estratégicos a sustentabilidade, promovendo sempre iniciativas sustentáveis e que incentivem boas práticas. Com a chegada da Praça BeGreen no começo deste mês, intensificamos ainda mais nosso compromisso com o meio ambiente e, por isso, realizamos a entrega dessas mudas, destacando a conscientização sobre a data e gerando senso de responsabilidade socioambiental na região por meio do plantio da espécie”, explica o superintendente Marcelo Zaffalon. A fazenda BeGreen ocupa um espaço de 1,3 mil metros quadrados para o cultivo mensal de 2,2 toneladas – ou mais de 30 mil pés – de hortaliças livres de agrotóxicos e com economia de 90% de água na produção.

Praça BeGreen ganha programação infantil
Durante todo o mês de setembro, a área de eventos do BeGreen conta com aulas, todas as quintas-feiras, a partir das 18h30, ministradas pelo Chef Helton Pereira. Elas são focadas em culinária saudável e sustentável. No dia 23, o chef ensina receitas de antepastos veganos e, no dia 30, uma receita de risoto da saúde.

Já em outubro, o espaço contará com oficinas infantis de montagem de terrários, culinária, reciclagem e scrapbook. Além disso, no dia 10, será realizado o show “Eu vou fazer um som”, do Grupo Encantoré. No dia 17 será a vez do show do Jacarélvis e Amigos. O Grupo Encantoré ainda retorna com dois shows “Gira-Gira” e “O que você vai ser quando crescer”. O Parque D. Pedro Shopping ressalta que toda a programação, assim como o centro de compras, conta com medidas sanitárias, como medição de temperatura, disponibilização de álcool gel e espaçamento entre clientes. Confira a programação completa: Shows Musicais | Praça BeGreen (pracabegreen.com.br

Continue Lendo

Nossa Região

Após dias quentes, frente fria deve chegar na região

Publicado

em

Após registrar o dia mais quente do ano, registrado na última segunda-feira (20) com temperatura de 38,5ºC, na região terão ventos e a chegada de uma frente fria que derrubará bruscamente as temperaturas entre quarta e quinta-feira.

Segundo Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), no final do dia desta terça-feira (21) são esperadas rajadas de ventos, que podem superar os 80 km/h e causar alguns danos, sobretudo em árvores e edificações mais fragilizadas. Essa condição de vento persiste até a manhã de quinta-feira. Apesar da baixa probabilidade, há possibilidade de pancadas isoladas de chuva, sem indicativos de temporais.  

A previsão para a quarta-feira é de bastante nebulosidade no período da manhã, ventos intensos, temperaturas amenas e baixa amplitude térmica, com mínima prevista em 15°C e máxima em 24°C.  

Ainda de acordo com o Cepagri, na virada de quarta para quinta-feira é esperado mais um declínio nas temperaturas e a quinta-feira deve amanhecer com temperaturas em torno de 12°C.

Entretanto, uma grande amplitude térmica é esperada e a máxima fica em torno de 29°C.   Para o final de semana, são esperadas chuvas, mas sem grandes volumes.

Continue Lendo

Nossa Região

CPFL Energia investiu R$ 73,3 milhões em Eficiência Energética no primeiro semestre de 2021

Publicado

em

A CPFL Energia, um dos maiores grupos privados do setor elétrico brasileiro, investiu R$ 73,3 milhões no primeiro semestre de 2021 através do Programa de Eficiência Energética regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), por meio das suas distribuidoras de energia elétrica. 

“O Valor Compartilhado faz parte dos pilares da CPFL Energia. Investimos em projetos que beneficiam todos os setores, mas priorizamos os que mais necessitam, principalmente neste momento de pandemia, como hospitais e comunidades de baixa renda”, afirma Felipe Henrique Zaia, gerente de Eficiência Energética da CPFL.

O total investido foi direcionado para o financiamento da execução de 125 projetos de Eficiência Energética, que beneficiarão diretamente a população, por meio de iniciativas como CPFL nos Hospitais, Projeto Bônus Geladeiras e Projetos de Baixa Renda, que atendem comunidades de maior vulnerabilidade social. 

Entre os investimentos aplicados em 2021, R$ 23,3 milhões foram direcionados a um dos principais projetos da companhia, o programa CPFL nos Hospitais, que ajuda a reduzir os gastos com energia de instituições públicas e filantrópicas de saúde em toda a área de atuação. Além do aporte, a companhia pretende investir mais R$ 60 milhões ainda em 2021, totalizando R$ 150 MM em investimentos nesse grupo de clientes, entre os anos de 2019 e 2021.

Outros R$ 22,2 milhões foram para ações voltadas a clientes em situação de vulnerabilidade social. Entre as iniciativas para esses consumidores estão a instalação de equipamentos e eletroeletrônicos mais eficientes, como chuveiros, lâmpadas de LED, geladeiras e aquecedores solares, além de receberem orientações de agentes comunitários sobre o uso seguro e eficiente da energia elétrica. As ações beneficiaram mais de 54 mil famílias da área de concessão e serão capazes de proporcionar uma economia de energia elétrica na ordem de 5.464 MWh/ano.

Os recursos dos Programas de Eficiência Energética e Pesquisa e Desenvolvimento provêm do valor arrecadado nas contas de energia elétrica, seguindo determinações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Esses recursos voltam para a sociedade por meio de projetos que buscam a promoção da eficiência energética e da preservação dos recursos, evitando o desperdício, assim como o desenvolvimento de novos produtos e soluções para aprimorar o setor elétrico.

A ação faz parte do plano de sustentabilidade da empresa, que prevê a aplicação, até 2024, de mais de R$ 1,8 bilhão para impulsionar a transição para uma forma mais sustentável e inteligente de produzir e consumir energia, maximizando impactos positivos na comunidade e na cadeia de valor, além de reduzir os impactos gerados pela natureza do seu negócio.

Em 2020, 36 projetos foram selecionados na Chamada Pública e receberam um investimento total de R$34,4 milhões. Foram 13 projetos de Iluminação Pública, 13 de Poder Público ou Serviço Público e 10 projetos das tipologias Comercial ou Industrial.

CPFL e RGE nos Hospitais 

O programa conta com três frentes de trabalho: ações de eficiência energética, investimento em humanização hospitalar e melhorias, além de um programa de doação em conta de energia para hospitais. 

Primeiro pilar – conta com investimento de até R$ 150 milhões nas quatro distribuidoras do Grupo (CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE) para atender cerca de 300 instituições de saúde até o final do projeto. 

Mais de 130 hospitais públicos e filantrópicos dos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul já contam com ações de eficiência energética promovidas pelo programa CPFL e RGE nos Hospitais. As obras concluídas até junho de 2021 representarão uma economia de cerca de R$ 9 milhões anuais nas contas de luz das instituições, que poderão implementar esse valor em melhorias no atendimento à população. 

Do total previsto, a CPFL Energia já investiu R$ 95,6 milhões nessas obras, que englobam a substituição de mais de 78 mil lâmpadas comuns por modelos de tecnologia LED, além da implementação de usinas fotovoltaicas com potência total instalada de 9,3 MWp. Os sistemas vão proporcionar uma economia de energia elétrica estimada de 19,5 GWh ao ano, o que equivale ao consumo de 8.238 residências de médio porte anualmente, e ainda evitará a emissão de 1.466 toneladas de CO2 na atmosfera – o mesmo que o plantio de 8.795 novas árvores. 

Entre as instituições beneficiadas em São Paulo estão: Hospital de Amor, em Barretos; Hospital de Base de São José do Rio Preto (FUNFARME); Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vinhedo; Santa Casa de Araraquara; Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto; Santa Casa de Ibitinga; Hospital Nestor Goulart Reis, de Américo Brasiliense, Hospital de Clínicas da UNICAMP, em Campinas. Já no Rio Grande do Sul, receberam o projeto o Hospital de Caridade de Santo Cristo, em Santo Cristo; a Santa Casa de Caridade de Uruguaiana; Hospital Centenário de São Leopoldo, a Santa Casa de Misericórdia de Santana do Livramento; a Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo; a Associação Franciscana de Assistência, de Gramado; e o Hospital de Caridade de Erechim.

Segundo pilar – compreende projetos endossados pelo Instituto CPFL divididos em dois eixos: humanização e melhorias. Em humanização, os investimentos objetivam tornar o ambiente hospitalar mais leve e descontraído para pacientes, familiares e profissionais de saúde, agregando brincadeiras, humor e contação de histórias. O eixo de investimentos em melhorias atua na infraestrutura e na aquisição de equipamentos com foco no atendimento oferecido por hospitais públicos. Este eixo também apoia a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento de recursos humanos em todos os níveis, além da realização de pesquisas clínicas, epidemiológicas, experimentais e socioantropológicas. 

Em 2020, em uma ação especial de combate à COVID-19, o Instituto CPFL coordenou a destinação de R$ 5 milhões de reais em insumos médicos, beneficiando 20 hospitais, além de doar mais R$ 1 milhão ao programa “Salvando Vidas”, do BNDES. 

Na temporada 2021 do Instituto CPFL, a frente CPFL e RGE nos Hospitais está presente em 28 instituições de 18 diferentes cidades

Terceiro pilar – permite aos clientes realizar doações para as instituições de saúde por meio da conta de energia. Isso aumenta a arrecadação dos hospitais, permitindo investimentos na melhoria das condições de atendimento. Por meio da CPFL Total, empresa que faz a gestão de doações via conta de energia, R$ 4,2 milhões foram doados por clientes das distribuidoras do grupo a 105 hospitais.

Reconhecimento. Em 2021, o programa CPFL e RGE nos Hospitais foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como um exemplo de boa prática ligada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O reconhecimento se deve à integração dos indicadores ambientais, sociais e econômicos gerados pelo CPFL e RGE nos Hospitais, que contribuem diretamente para os ODS, como garantir a distribuição de energia acessível, sustentável e moderna e promover o bem-estar e vida saudável a todos. O presidente da CPFL Energia, Gustavo Estrella, é embaixador do programa Liderança com Impacto da ONU.

O programa CPFL e RGE nos Hospitais faz parte do pilar Valor Compartilhado do plano de sustentabilidade da empresa, que prevê aplicar até 2024 mais de R$ 1,8 bilhão para impulsionar a transição para uma forma mais sustentável e inteligente de produzir e consumir energia, maximizando impactos positivos na comunidade e na cadeia de valor, além de reduzir os impactos gerados pela natureza do seu negócio.​

Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares