Um terreno abandonado, na Rua Edite Ferreira de Santana, está dando “dor de cabeça” para moradores do bairro Chácaras Coelho, em Hortolândia. De acordo com moradores, o terreno, que fica ao lado de uma escola, se transformou em um “lixão a céu aberto”, trazendo preocupação, visto que animais peçonhentos estão tomando conta do local.

O local ainda é usado durante a madrugada por usuários de drogas, que trazem medo e insegurança a moradores do local. Além do lixo, a pouca iluminação assusta a população que vive ao lado do terreno ou precisa passar por ele durante a noite.

Apesar das reclamações de lixo, os moradores admitem que é a própria população do bairro que suja o local, que recentemente foi murado pelo proprietário. O local já chegou a ser limpo, mas a população continua a jogar lixo.

GALPÃO
Para agravar a situação, a insegurança dos moradores estaria aumentando devido a um galpão ao lado do terreno. O galpão estaria desativado, no entanto, pessoas estariam usando o local para uso de entorpecentes.

Além de moradores de rua, moradores afirmam que existe um fluxo de veículos no local durante a noite, o que está gerando preocupação entre vizinhos do galpão, que não entendem a movimentação no local.

 O galpão é da antiga GJCM, da qual a reportagem tentou contato, mas não obteve sucesso. Na internet, fotos antigas do galpão anunciam que o local está para alugar. Entretanto, a realidade é bem diferente do que é mostrado nas imagens, segundo moradores.

Imagem google maps

 

Artigo anteriorBebê de Hortolândia é salva via telefone de emergência
Próximo artigoHomem é preso com arma, dinheiro e drogas no Nova América