Connect with us

Nossa Cidade

Setembro Azul: Prefeitura abre Escola Bilingue à comunidade

Publicado

em

Diversas atividades foram realizadas na Emef Renato Costa Lima, nesta quinta-feira (27/09), com tradução em Libras

A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, abriu as portas para a comunidade conhecer o projeto Escola Bilingue realizado na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Renato Costa Lima, no Jardim Amanda. Há quatro anos, a unidade abriga o pólo de alunos surdos e oferta atendimento especial em Libras (Língua Brasileira de Sinais). O evento, nesta quinta-feira (27/09), faz parte das atividades do Setembro Azul, mês que celebra o Dia da Pessoa Surda (26/09). 

Durante o evento, aconteceram apresentações de malabarismo, teatro, contação de histórias e músicas desenvolvidas pelos alunos ouvintes traduzidas em libras, além de exposição de trabalhos produzidos pelos alunos. 

A ideia de manter numa escola municipal a maioria dos alunos surdos atende recomendações de especialistas e legislação nacional (Lei 10.436/2002 e Decreto 5.626/2005) que aponta que o atendimento de surdos em grupos favorece o desenvolvimento linguístico, no caso, a Libras como primeira língua e o português como segunda língua. Na Emef Renato estão matriculados, atualmente, 13 alunos surdos, das 16 crianças no Ensino Fundamental de Hortolândia (a cidade tem outros três alunos surdos na EJA – Educação de Jovens e Adultos, e dois na Educação Infantil). 

Atualmente, existem 9 milhões de pessoas surdas no Brasil, segundo dados  divulgados pelo Ines (Instituto Nacional de Educação de Surdos), órgão vinculado no Ministério da Educação e responsável por subsidiar a formulação da Política Nacional de Educação de Surdos.

De acordo com a diretora da Emef, Luceli Grizante, o evento desta quinta-feira foi criado para comemorar as conquistas das pessoas surdas e despertar o interesse na comunidade pelo ensino de Libras.

Libras

A Libras foi reconhecida como língua em 1960, nos Estados Unidos. No Brasil, a regulamentação da Libras por meio de legislação nacional ocorreu em 2005, tendo como principais orientações a oferta desta língua como disciplina curricular; o ensino da língua portuguesa oferecida aos alunos surdos como segunda língua; e a formação de profissionais bilíngues.

Por ser uma legislação ainda recente, a oferta de Libras nas escolas da rede pública ainda esbarra na formação de profissionais aptos a ensinar nesta língua. Em Hortolândia, no entanto, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia dribla este desafio com a promoção de cursos e oficinas, tanto para os profissionais envolvidos no Projeto Escola Bilíngue quanto para a comunidade em geral. “Há um curso que é aberto a toda população e acontece no Centro de Formação dos Profissionais em Educação Paulo Freire, com inscrições todo início de ano. Aqui na nossa escola, os professores e demais funcionários também aprendem Libras durante a realização de trabalhos pedagógicos. Nem todos são fluentes, mas conseguimos nos comunicar muito bem com os alunos. Além disso, contamos com duas professoras de educação especial e uma educadora infanto juvenil, fluentes”, destaca a diretora.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Campeonatos Infantil e Mirim começam no dia 20

Publicado

em

Oito equipes disputam competição, que neste ano permitirá inscrição de meninas

Após a realização do congresso técnico, a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Esporte, definiu os grupos (ver abaixo) e a fórmula de disputa do campeonato de futebol das categorias Infantil (nascidos em 2007 e 2008) e Mirim (nascidos em 2009 e 2010).

A competição começa no sábado (20/08) com previsão de encerramento no dia 24 de setembro. Pela categoria Mirim, as partidas são disputadas em dois tempos de 25 minutos cada, enquanto no Infantil os jogos durarão dois tempos de 30 minutos. De acordo com a Secretaria de Esporte, neste ano, o diferencial será a permissão para a inscrição de meninas nos times que disputarão o campeonato.

A competição será disputada por oito times que serão divididos em dois grupos com quatro equipes em cada um. Os times jogarão entre si, dentro do próprio grupo. Ao final da primeira fase, o líder de cada grupo já está classificado automaticamente para as semifinais. Já as equipes que terminarem em segundo e terceiro na classificação, respectivamente, disputam as outras duas vagas para a semifinal. “Na próxima semana mais uma etapa do futebol de Hortolândia será iniciada com a disputa das categorias Infantil e Mirim. Estes jovens que sonham em ser jogador de futebol estarão mostrando o talento nos campos e, acima de tudo, se divertindo. O esporte é um importante meio de construir amizades e promover a inclusão social”, comenta o secretário de Esporte, Gléguer Zorzin.

Confira os grupos das categorias Infantil e Mirim

GRUPO A: Bola de Ouro, Ases de Ouro, Projeto Revolução Esmeralda e Raça Sport

GRUPO B: Audax, Projeto Águia, Projeto Hortolândia e Canarinho

Calendário do futebol recheado

O calendário do futebol em Hortolândia está cheio de torneios até o final deste ano. No momento, acontecem as disputas da fase final da primeira e segunda divisões  do Campeonato Amador e das categorias Master e Super Master.  Em outubro, a previsão é de início das competições nas categorias Veterano (jogadores à partir dos 35 anos de idade) e da terceira divisão do Campeonato Amador. Para fechar o calendário do futebol 2022 em Hortolândia, em novembro, devem acontecer as disputas das categorias Juniores (19 e 20 anos) e Juvenil (16 e 18 anos).

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura instala guarda-corpo e intensifica concretagem de calçada na Ponte do Morete

Publicado

em

Local recebe grande fluxo de pessoas e veículos e faz a ligação de duas regiões de Hortolândia

A revitalização realizada por equipes da Prefeitura de Hortolândia na ponte localizada na avenida João Coelho, na região do Jardim Nossa Senhora de Fátima, conhecida como Ponte do Morete continua intensificada. Diversas ações de melhorias acontecem no local desde o início do mês. Agora, paralelo a concretagem da calçada, a Administração Municipal instala guarda-corpo, proteção de ferro com o objetivo de evitar quedas. A Ponte do Morete é uma importante ligação da região do Fátima até o Jardim Sumarezinho e outros bairros do lado oposto da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101).

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, além da concretagem da calçada e da instalação do guardo-corpo, outras ações na estrutura da ponte, que vão desde a instalação de novos gradis de proteção, maiores, para facilitar a travessia de pedestres até o reforço da pintura, nivelamento do asfalto, poda do mato e do galho das árvores em uma área verde sob a ponte e a Operação Tapa-Buraco já aconteceram. “A ponte recebe um grande fluxo de veículos e pedestres para acessar diferentes locais da cidade. Por isso, a realização destes serviços é importante, em diversos aspectos, para a população. Todos estes trabalhos tem o objetivo de evitar acidentes e danos à veículos. Os trabalhos continuam nos próximos dias”, explica o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão.

 

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Pontos MIS realiza oficina on-line sobre o cineasta Eduardo Coutinho

Publicado

em

Atividade será nos dias 23, 24 e 25 deste mês, das 19h às 21h

Na história do cinema brasileiro, Eduardo Coutinho (foto) é um considerado um dos principais documentaristas. Para a crítica, sua obra prima é “Cabra marcado para morrer”, de 1984. O cineasta é o tema da oficina on-line “Eduardo Coutinho: o documentarista do povo”, realizada pelo Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Prefeitura de Hortolândia. A oficina está com inscrições abertas por meio deste LINK. A atividade acontecerá nos dias 23, 24 e 25 deste mês, das 19h às 21h.

A oficina abordará a vida, a obra e a carreira do cineasta. Coutinho buscou mostrar pessoas simples, enfatizando suas histórias, característica que o tornou referência em documentário. Por isso, a oficina também destacará o método e o processo criativo do cineasta, bem como aspectos importantes de sua filmografia. A atividade será ministrada pela professora Nathalie Hornhardt. A profissional tem extensa atuação nas áreas de rádio, televisão e internet, além de também ser atriz e roteirista. É integrante do grupo de pesquisa “Juvenália: questões estéticas, geracionais, raciais e de gênero na comunicação e no consumo”. É autora do livro “Quando o Santo é forte: uma discussão sobre a insuficiência humana no documentário de Eduardo Coutinho”.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares