Os cerca de 80 profissionais que atuam no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Hortolândia receberam, nesta semana, novos uniformes. Cada servidor recebeu dois conjuntos de vestimentas, contendo macacões, camisetas, bonés e um par de botas. Considerado EPI (Equipamento de Proteção Individual), o uniforme do Samu colabora para identificar, proteger contra agentes infecciosos e facilitar o trabalho destes profissionais.

De acordo com o coordenador do serviço em Hortolândia, José Roberto Silva, além dos uniformes, o Samu recebeu seis novos desfibriladores automáticos para uso em caso de paciente em parada cardiorrespiratória e sete oxímetros de pulso portáteis para aferir a oxigenação do sangue. Em breve, a corporação contará, ainda, com mais um respirador novo. Também estão sendo providenciadas jaquetas e capa de chuva para complementar o uniforme dos servidores.

“Entregamos dois uniformes para cada funcionário do Samu para que, conforme determina a norma do Samu Nacional, seja possível realizar a troca da roupa imediatamente, em caso de contaminação. O uniforme é um EPI, essencial no trabalho diário. O servidor deve fazer uso destas vestimentas em todas as ocorrências”, destacou Silva.

Os macacões entregues aos funcionários do Samu de Hortolândia são confeccionados com tecido impermeável, que protege a pele do contato com líquidos, como água e sangue. O tecido também possui proteção antichamas e faixas refletivas. Em cada uniforme, há dois distintivos: um pregado no peito, onde se lê o nome do funcionário, e outro nas costas, com a função do servidor na equipe de socorro. Esta é a segunda vez na atual administração que os profissionais do Samu recebem novos uniformes de trabalho.

Samu de Hortolândia

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel) de Hortolândia salva vidas há 12 anos. Desde que foi implantado em 23 de janeiro de 2008, no primeiro governo do prefeito Angelo Perugini, as equipes de socorristas já realizaram mais de 210 mil atendimentos. Com o Samu, a Prefeitura presta um serviço mais ágil de socorro à população, em casos de acidentes ou mal súbito.

O serviço de acionamento do Samu pelo telefone 192 é um importante instrumento para a rede pública de saúde, uma vez que as equipes têm agilidade e eficiência no atendimento a situações graves. São cerca de 70 chamados por dia, de acordo com dados do serviço de triagem de ligações, que atende Hortolândia e Sumaré. Metade é para atendimentos em Hortolândia.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorProfessores concursados são convocados para atuar no serviço público em Hortolândia
Próximo artigoPrefeitura alerta para novos desvios e intervenções em obra de duplicação da Av. Thereza Ana Cecon Breda