Connect with us

Nossa Cidade

Servidoras representam mais de 70% da força de trabalho da Administração em Hortolândia

Publicado

em

Prefeitura tem atualmente 3,4 mil mulheres na ativa, com destaque para as áreas da Educação e Saúde

 

No Poder Público Municipal, elas são bem mais numerosas que eles. Representam 72,7% da força de trabalho, dentre os que estão na ativa. Atualmente, dos 4.720 servidores da Prefeitura de Hortolândia, 3.431 são mulheres. Dentre elas, há sobretudo profissionais da Educação e da Saúde, mas também administradoras, advogadas, agentes culturais, educadoras físicas, economistas, contadoras, administradoras, jornalistas, relações públicas, assistentes sociais, desenvolvedoras, ambientalistas, engenheiras civis, agrônomas e de trânsito, arquitetas, guardas municipais, técnicas e gestoras das mais diversas áreas.

Dados levantados pelo DGP (Departamento de Gestão de Pessoal), da Secretaria de Administração e Gestão de Pessoal, por ocasião do Mês da Mulher, mostram que dos 4.720 servidores na ativa no Poder Executivo, em março de 2022, 3.431 são mulheres e 1.289, homens. Na Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, por exemplo, 2.047 dos 2.347 servidores são mulheres e 300, homens. Na Saúde, a correlação é de 837 servidoras para 342 servidores, enquanto na de Inclusão e Desenvolvimento Social há 105 mulheres e 44 homens. 

Ainda em termos numéricos, elas se destacam também em outras secretarias, como Administração e Gestão de Pessoal, com 80 mulheres em um universo de 108 servidores; Assuntos Jurídicos, na correlação de 27 mulheres e 18 homens; Finanças, com 34 mulheres e 25 homens; Governo, com 80 mulheres e 60 homens; Cultura, com 36 mulheres e 30 homens; Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, com 18 mulheres e 17 homens.

Outro dado relevante, levantado em 2021, sobre o perfil da servidora pública de Hortolândia é que ela é mais bem qualificada que o servidor. Naquele ano, 79,3% das profissionais haviam conquistado diploma de nível superior, isto é, tinham Ensino Superior Completo, e 12% foram além, cursando pós-graduação, seja especialização, seja mestrado, doutorado ou pós-doutorado. Considerando o total de servidores em atividade, o percentual de mulheres com escolaridade superior completa era de 36% para o de 25,9% de servidores homens.

É o caso da enfermeira Ana Paula Fernandes, de 41 anos, servidora na Secretaria de Saúde. Após fazer o técnico em Nutrição, no antigo Ensino Médio, na Etec Araras (Centro Paula Souza), fez também os cursos de “Auxiliar de Enfermagem” e “Técnico em Enfermagem”, partindo depois disso para o Ensino Superior em Enfermagem na UniAraras, com especialização em Ginecologia e Obstetrícia. Para ela, a atuação feminina traz para o setor público características valiosas, como flexibilidade, resiliência, visão de conjunto, capacidade de trabalho em equipe e um olhar otimista no enfrentamento de desafios. 

“Nós mulheres já estamos acostumadas a lidar com situações adversas no nosso cotidiano. A pandemia foi assustadora no começo para toda a sociedade, independente do gênero. Mas a mulher, por ter essa facilidade de lidar com as adversidades, entendeu – e aqui falo por mim e por minhas colegas de trabalho – que um dia isso ia acabar, que as ações de saúde, as políticas públicas iriam contribuir para que os casos se reduzissem e a vacinação fosse efetiva e a gente conseguisse controlar a epidemia. Não sabíamos quanto tempo ia demorar, mas a gente tinha essa visão de futuro que um dia isso ia conseguir ser contido com as boas práticas de atendimento”, avalia a servidora, hoje à frente do programa de imunização da Secretaria de Saúde, coordenando equipes de vacinação contra a COVID-19 em toda a cidade. 

“As pessoas são diferentes umas das outras. Cada uma traz a sua personalidade, a sua experiência. Mulheres são bastante competitivas e, levando pelo lado positivo, essa competição estimula que você aprenda cada vez mais, esteja cada vez mais atualizada. A gente sempre quer dar o melhor no nosso trabalho. Especificamente no setor onde atuo temos a política de que todas nós, por mais que a gente tenha uma especialização na área em que está atuando, temos conhecimento amplo sobre todos os assuntos de que a Vigilância trata. A gente tem este olhar: todas nós sabemos tudo do processo e cada uma de nós se especializa em alguma parte do processo. Isso é legal, porque faz com que a gente sempre esteja aprendendo coisas novas não só daquilo com que a gente trabalha no dia a dia”, complementa Ana Paula. 

“As servidoras mulheres vem, cada dia mais, conquistando seu espaço por competência e merecimento. Temos mulheres em diversos cargos de primeiro e segundo escalão na Prefeitura de Hortolândia, como secretárias municipais, titulares e adjuntas, diretoras, dentre tantos outros, como médica, engenheira, guardas, professoras, agentes e tantas outras. Em um levantamento podemos destacar que as servidoras mulheres têm mais escolaridade do que homens. Isso demonstra que nós mulheres temos que nos preparar mais para ocupar nosso espaço. Temos ainda mulheres que não têm o apoio da família, que têm que se dedicar às tarefas domésticas e criar os filhos ao término do seu expediente na Prefeitura. Somos muitas, de várias formas, idades, particularidades, mas o mais importante que devemos sempre nos apoiar e continuar mostrando nossa capacidade e dedicação para buscar nosso objetivo, a realização”, afirma a secretária de Administração e Gestão de Pessoal, Ieda Manzano de Oliveira.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Sala de Emergência do Hospital Municipal de Hortolândia começa a funcionar na próxima quarta-feira (01/06)

Publicado

em

Espaço entregue nesta sexta-feira (27/05) conta com quatro leitos e equipamentos de última geração 

A Prefeitura de Hortolândia conclui mais uma etapa da reforma do Hospital Municipal Mario Covas  que beneficia a saúde da população. Na tarde desta sexta-feira (27/05), o prefeito José Nazareno Zezé Gomes fez a entrega da Sala de Emergência. 

De acordo com a Secretaria de Saúde, o espaço está com nova configuração e área ampliada, o que possibilita melhor atendimento para os pacientes e condição de trabalho para os profissionais do hospital. 

A sala tem quatro leitos com controle automático. Cada um é equipado com monitor multiparâmetro touch screen de última geração. O equipamento faz o monitoramento de diferentes parâmetros das condições do paciente, tais como eletrocardiograma, oximetria (medição da quantidade de oxigênio no sangue), dentre outros. 

O espaço passa a ter ainda Sala de Utilidades (ou Sala de Expurgo), local para guardar vestimentas utilizadas pelos pacientes, como avental e roupa de cama. De acordo com a Secretaria de Saúde, a Sala de Emergência começa a funcionar na próxima quarta-feira (01/06). Outro espaço do hospital cuja reforma também foi concluída é a Sala de raio X, que já está em funcionamento. 

“A entrega da Sala de Emergência é um momento especial pelo qual esperávamos muito. É a principal entrada de atendimento do hospital que começará a funcionar na próxima quarta-feira, dia 1º de junho. Essa é uma grande conquista para a população, que terá um atendimento de qualidade. O hospital vai fazer a diferença na vida da população”, destacou o prefeito Zezé Gomes. 

O secretário de Saúde, Denis André José Crupe salientou que a entrega da Sala conclui uma etapa importante das obras de reforma do hospital. “Com a entrega da Sala de Emergência concluímos o eixo de pronto atendimento do hospital, que inclui ainda a Sala de raio X e os Prontos-Socorros Adulto e Infatil”, ressaltou o secretário de Saúde

Na reforma do Hospital Municipal Mario Covas são investidos R$ 12,5 milhões. As interveções incluem reforma desde a fachada até as instalações internas, o que resultará em diversas melhorias, entre elas, a ampliação de 67 para 100 leitos. 

Algumas etapas já foram concluídas, como a finalização da obra no Pronto Atendimento Obstétrico e Ginecológico, a reabertura do Pronto Socorro Adulto, que também passou por obras de remodelação, e de áreas internas administrativas. O Pronto Socorro Infantil também recebeu intervenções, assim como a área interna, onde, em breve, será implantado um aparelho de tomografia computadorizada.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Campanha do Agasalho realiza neste sábado Dia “D” de arrecadação drive-thru em Hortolândia

Publicado

em

Ponto de coleta será pátio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Urbanos O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia realiza neste sábado, a partir das 8 horas, o Dia “D” de  arrecadação para a Campanha do Agasalho 2022. A ação, que conta com apoio da EPTV-Campinas, será realizada por meio do sistema drive-thru na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos – rua Capitão Lourival Mey, 869, no Remanso Campineiro.

De acordo com a presidente do Fundo Social, Maria dos Anjos, o Dia de Mobilização é importante para impulsionar a campanha, funcionando como ferramenta de chamamento público em favor da solidariedade. “O Dia ‘D’ será um momento de grande mobilização e contamos com a participação de todos. Olhe em seu guarda-roupa, doe um agasalho que você não usa mais e que esteja em bom estado de conservação. Essa doação pode fazer a diferença na vida de uma pessoa”, explicou Maria. Para a campanha, podem ser doadas roupas masculinas e femininas, para todas as idades, cobertores, roupas de cama, meias, gorros, sapatos e toalhas. “O drive-thru funcionará até às 17 horas e contamos muito com a participação da nossa comunidade nesta edição de 2022. Neste ano o frio chegou mais cedo e atender as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade é fundamental. Conto com o apoio de todos e tenho certeza que atingiremos nosso objetivo, afinal, nossa população sempre se mostrou solidária e vem aderindo em peso nas nossas campanhas”, destacou a presidente.A Campanha do Agasalho 2022 foi lançada oficialmente no dia 19 de maio, durante as comemorações pelos 31 anos de Hortolândia. Para facilitar a doação, o Fundo Social de Solidariedade espalhou caixas de coleta para entrega voluntária nos prédios públicos, como Prefeitura e Câmara, e em outros 36 pontos estratégicos do município. A doação também pode ser feita diretamente na sede do Fundo Social, na rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. CONFIRA OS LOCAIS DE COLETA

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura conclui ações do Maio Amarelo por um trânsito consciente com o 4º Seminário de Segurança Viária

Publicado

em

Evento foi realizado na manhã desta sexta-feira (27/05), na Câmara Municipal

Realizado na manhã desta sexta-feira (27/05) na Câmara Municipal, o  4º Seminário de Segurança Viária marcou o encerramento do ciclo de ações do Maio Amarelo por um trânsito mais seguro em Hortolândia. O encontro contou com a presença do prefeito Zezé Gomes e envolveu diversas secretarias da Prefeitura com debates, sobre variados temas,  além de sugestões e estudos que serão aplicados para contribuir com o desenvolvimento do novo Plano de Mobilidade Urbana. Também participam o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e as concessionárias CCR Autoban e Rodovias do Tietê, responsáveis por estradas que passam pela região.

“Em 2017, foi criada a Secretaria de Mobilidade Urbana para aumentar a segurança, eficiência do nosso transporte e um deslocamento ágil pela cidade trazendo mais qualidade de vida aos nossos cidadãos. Além das medidas implementadas que causaram impactos positivos na vida da população, ao longo do tempo, reduzimos os acidentes de trânsito na cidade. 

Estamos aqui para celebrar e pensar no futuro da mobilidade urbana em Hortolândia. Essa é a nossa principal missão,  cuidar das pessoas e construir uma cidade cada vez mais sustentável e inteligente e que cresça e partilhe este desenvolvimento entre todos os filhos da nossa terra”, comentou o prefeito Zezé Gomes na abertura da atividade.

“É importante esta troca de conhecimentos neste seminário para implementarmos a nova diretriz do Plano de Mobilidade Urbana para a cidade. O conjunto das ações realizadas durante todo este tempo também foi apresentado e, assim, juntos, vamos desenvolvendo novas formas de aplicar as ações no futuro para continuar salvando vidas no trânsito em meio ao crescimento da cidade”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Maio Amarelo por um trânsito mais seguro

Neste mês, além da realização do 4º Seminário de Segurança viária, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana. ofereceu três edições do “Café na Passarela”, que orienta pedestres e motoristas sobre a necessidade do cuidado ao atravessar rodovias e sugerindo a utilização das passarelas contra acidentes; quatro etapas “Ação Bar”, para conscientização sobre os perigos de beber e dirigir; a “Operação Cavalo de Aço”; a ligação de novos semáforos; distribuição de folhetos informativos para motoristas nas principais vias da cidade e o passeio ciclístico “Vem de Bike”.

A meta é salvar vidas no trânsito de Hortolândia

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, além dos acidentes, Hortolândia diminui o número de vítimas causadas por colisões no trânsito. Na comparação entre 2017 e 2021, houve uma redução de 79% nos acidentes com vítimas nas ruas e avenidas dentro dos limites do município. Com isso, a cidade cumpre a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares