Connect with us

Nossa Cidade

Inscrições abertas para atividades do projeto “Oficinas Culturais”

Publicado

em

Projeto estadual, que conta com o apoio da Prefeitura de Hortolândia, ministrará mais de 20 oficinas e palestras on-line

Quer aprender ou aperfeiçoar suas habilidades artísticas? Então, fique ligado! O programa “Oficinas Culturais”, do governo do Estado e da organização Poiesis (Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura), com o apoio da Prefeitura de Hortolândia, oferecerá mais de 20 atividades, dentre oficinas e palestras, no próximo mês e em maio. As inscrições estão abertas a partir desta segunda-feira (14/03). As atividades serão ministradas via on-line. Confira abaixo quais são as atividades, as datas e os respectivos links para a inscrição!

Oficina de escrita de projetos culturais:

A oficina abordará os principais fundamentos para formar projetos, como descrição de objetivos e justificativas, organização de cronograma e orçamento, tendo como base editais do ProAC (programa de fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo). 

Quantidade de vagas: 50 por turma

Turma E: 

Data: 2, 3, 9 e 10/4

Horário: 9h às 11h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI 

Turma F: 

Data: 4, 5, 6 e 7/4

Horário: 19h às 21h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

Turma G: 

Data: 11, 12, 13 e 14/4

Horário: 14h às 16h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

Turma H: 

Data: 25, 26, 27 e 28/4

Horário: 19h às 21h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Oficina para inscrição de projetos nas leis de incentivo à Cultura:

A oficina dará orientações sobre o desenvolvimento de projetos culturais e negócios criativos, alinhados à atividade exercida pelos participantes. O objetivo é fazer com que os participantes estejam aptos a elaborar projetos culturais e a impulsionar seu negócio criativo a partir de suas experiências individuais e em conformidade às leis e programas de incentivo à cultura. 

Coordenação: Eva Laurenti 

Quantidade de vagas: 50 por turma

Turma A: 

Data: 4, 6, 11 e 13/4

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

Turma B:

Data: 20, 25, 27 e 29/4

Horário: 14h às 16h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

 

Oficina de elaboração e gestão de projetos culturais e negócios criativos:

A oficina dará orientações sobre o desenvolvimento de projetos culturais e negócios criativos, alinhados à atividade exercida pelos participantes. O objetivo é fazer com que os participantes estejam aptos a elaborar projetos culturais e a impulsionar seu negócio criativo a partir de suas experiências individuais e em conformidade às leis e programas de incentivo à cultura.

Coordenação: Elenor Júnior Cecon 

Público: pessoas com idade acima de 16 anos

Quantidade de vagas: 50 por turma

Turma 1: 

Data: 5, 7 e 12/4

Horário: 14h às 16h40 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI 

Turma 2: 

Data: 25, 26, 27 e 28/4

Horário: 10h às 12h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI 

 

Literatura em ação: oficina de crianção e introdução à dramaturgia:

A oficina aboradará a linguagem dramatúrgica, as ferramentas básicas para a escrita teatral e a prática dessa escrita. Serão realizados exercícios práticos de escrita, leitura e análise de peças teatrais, de diferentes épocas, gêneros e formatos, para que os participantes possam entrar em contato com a diversidade da escrita teatral ao longo do tempo.

Coordenação: Paula Autran

Quantidade de vagas: 40

Público: pessoas acima de 16 anos 

Datas: 4, 6, 11 e 13/4 

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

 

Oficina “Ateliê das cores – o desenho e as cores”:

A oficina visa levar o conhecimento das vibrações e potencialidades das cores no cotidiano. A intenção é refletir sobre a preferência de algumas cores, o impacto delas nas emoções e como tirar o estigma e ressignificar determinadas cores. Serão realizadas atividades de expressão livre por meio de desenho e do uso de materiais simples como guache e aquarela.

Coordenação: Soraya Lucato 

Quantidade de vagas: 30

Datas: 5, 7, 12 e 14/4 

Horário: 10h às 12h 

Materiais necessários: Papel canson ou cartolina, guache, pincéis, potinhos, pano pequeno, água, caneta ou lápis grafite

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Oficina de crítica cinematográfica:

Com a popularização da crítica de cinema em formato de vídeo em plataformas como YouTube, a análise de filmes ganhou maior visibilidade e interesse das pessoas. O objetivo da oficina é abordar os elementos constitutivos da crítica audiovisual, de curta-metragem, longa ou série. Serão apresentadas técnicas de análise do conteúdo do filme e aspectos de linguagem. Para a parte prática, serão utilizados filmes brasileiros. 

Quantidade de vagas: 60

Coordenação: Cyntia Calhado 

Público: Estudantes, graduados ou educadores das áreas de Arte, Comunicação, Design, Cinema e Audiovisual

Datas: 4, 7, 11 e 14/4 

Horário: 14h às 16h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Clube de Leitura – Panorama do conto italiano:

A atividade apresentará a tipologia narrativa do conto e sua relação com a literatura italiana. Concisão, agilidade de linguagem e brilho inventivo caracterizaram ao longo dos séculos os grandes contos da literatura. A partir das origens, será apresentado surgimento dessa forma textual e quais são as tipologias que a precedem. Também será discutida a relação entre escrita e oralidade, no choque que se gera entre tradição e inovação. Serão abordados autores que deixaram importantes contribuições para o conto italiano, dentre os quais Boccaccio, Basile, Verga, Deledda, Pirandello, Svevo e Moravia, entre outros. 

Coordenação: Valentina Cantori 

Quantidade de vagas: 60

Data: 5/4 a 24/5

Horário: 18h30 às 20h30  

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Palestra “Tudo sobre funk: histórias e trajetórias femininas”

Em meados dos anos 1970, o soul funk invadiu o país e conquistou a população negra que morava nos morros do Rio de Janeiro. A musicalidade do funk americano foi tão marcante para essa população e contribuiu para a criação do funk carioca. A palestra abordará a história do movimento funk e ressaltará a importância das mulheres e das crianças dentro dessa cultura que hoje é reconhecida como fenômeno cultural nas periferias no Brasil. 

Coordenação: Renata Prado  

Quantidade de vagas: 60 

Data: 5/4

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

 

Palestra “O que é funk? Valor social, cultural e musical”

A palestra abordará o valor artístico e cultural do funk e procurará desmitificar preconceitos contra o estilo musical. 

Coordenação: Thiago Souza

Quantidade de vagas: 60

Público: pessoas a partir de 16 anos

Data: 7/4

Horário: 14h  

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

 

Oficina “Acessibilidade criativa nas artes”:

A atividade busca expor um repertório e reflexão sobre diferentes maneiras de se elaborar a acessibilidade dentro de um projeto cultural de maneira criativa. O objetivo é mostrar um panorama de possibilidades de acessibilidade integrada ao trabalho da curadoria, do educativo, da audiodescrição e do próprio processo dos artistas. A partir de uma mostra de experiências e repertórios dos coordenadores, os participantes terão referências a possibilidades de elaboração da acessibilidade de maneira expandida, refletindo sobre o impacto de sua utilização num local de criação e não apenas de inclusão, pensando majoritariamente no público com deficiência, para além da acessibilidade física-espacial, mas também na acessibilidade estética, que abarque a todos dentro de suas necessidades e conhecimentos. A oficina terá interpretação em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para deficientes auditivos.

Coordenação: Pedro Orlando, Karen Montija e Estela Lapponi 

Quantidade de vagas: 20

Público: artistas e profissionais da cultura 

Data: 7/4 

Horário: 18h30 às 21h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Palestra “Filme de herói ainda é arte? Um debate sobre cinema e indústria”

O que significou para o mercado internacional de cinema a ascensão dos filmes de super heróis a partir dos anos 2000? Para responder e refletir sobre essa e outras perguntas, a palestra abordará a forma como esses filmes passaram a preencher os calendários dos estúdios e a maioria das salas de cinema mundo afora e levantou uma série de debates dentro da comunidade cinematográfica sobre o valor artístico desses blockbusters, o tipo de público que eles formam e mesmo a qualidade dos filmes que vêm sendo feitos. A palestra ainda buscará ampliar o debate analisando os argumentos dos cineastas, o contexto e o crescimento da formação da indústria cinematográfica hollywoodiana para se tornar o que é hoje.

Coordenação: Thiago Neres

Quantidade de vagas: 60

Data: 8/4

Horário: 14h às 16h

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Oficina de colagem poética:

A oficina mesclará a colagem e a literatura por meio de quatro grandes autoras brasileiras: Hilda Hilst, Clarice Lispector, Conceição Evaristo e Angélica Freitas. Cada encontro abordará uma das autoras e proporá o debate sobre o recorte do universo literário com objetivo de ressignificar a poética escrita e transportá-la para a arte visual por meio da técnica da colagem. Assim, possibilita-se ao participante aflorar sua criatividade e experimentar novas interpretações do mundo, com o apoio da técnica do recorte, por meio do uso de instrumentos como papel, tesoura e cola. 

Coordenação: Sofia Lemos 

Público: pessoas com idade acima de 16 anos 

Quantidade de vagas: 30

Datas: 19, 20, 26 e 27/4

Horário: 10h às 12h 

Materiais necessários: papel (branco e colorido), tesoura, cola, revistas

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Palestra “Cultura e públicos”:

A palestra abordará alguns pontos essenciais para atividades culturais conseguirem estabelecer uma conexão e proximidade maior com seus públicos. Proporá uma reflexão sobre as relações entre cultura e públicos, trazendo elementos para que os participantes possam pensar em estratégias de aproximação com seus públicos.

Coordenação: André Fonseca  

Quantidade de vagas: 30 por turma 

Público: Profissionais que atuam na área cultural como artistas, pesquisadoras, produtoras, gestoras, curadoras ou como integrantes de equipes de espaços culturais e grupos artísticos.

Turma A: 

Data: 11/4 

Horário: 18h30 às 21h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

Turma B:

Data: 13/4 

Horário: 14h às 17h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Palestra “O que é fotografia de rua? Dicas essenciais para fotografar nas ruas”: 

A palestra abordará os princípios básicos da fotografia de rua. Serão ensinadas dicas para fotografar nas ruas, equipamentos mais indicados, sua origem dentre as demais vertentes da fotografia, suas referências principais durante os séculos XX e XXI. Será mostrado ainda um panorama geral sobre a legislação que rege no Brasil as possíveis abordagens para fotografar pessoas, lugares públicos e privados, posicionamento ético do fotógrafo, além da relação de direito do autor e de uso de imagem, nas suas publicações em redes sociais, livros, entre outras.

Coordenação: Maneco Magnesio  

Quantidade de vagas: 60 por turma

Público: Fotógrafos profissionais ou amadores e interessados

Turma A: 

Data: 12/4

Horário: 18h30 às 21h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI  

Turma B: 

Data: 18/4

Horário: 14h às 17h  

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Oficina “Eu me conto mas não me basto”:

Os participantes serão convidados a experimentar a arte de narrar histórias, em especial histórias autobiográficas. Para isso, a oficina trará uma série de provocações que possam ajudar cada pessoa a encontrar sua forma de contar histórias. A oficina também visa pesquisar o ato de ouvir: como eu me coloco para escutar a história da outra pessoa, escutar verdadeiramente, afastando os julgamentos precoces e a escuta ansiosa.

Coordenação: Valéria Rocha 

Quantidade de vagas: 15

Seleção: Análise da ficha de inscrição 

Público: pessoas com idade acima de 16 anos

Datas: 18, 20, 25 e 27/4 

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Oficina “Tambores – A conexão do sagrado e do profano”:

A atividade apresenta, de maneira prática, um amplo conhecimento sobre os tambores que povoam nossa cultura, com toda a sua história, cantos e levadas básicas dos tambores de couro. Serão abordados temas como a origem, as referências musicais, os instrumentos presentes em cada grade rítmica e a execução básica prática de cada instrumento individual dentro dessas manifestações culturais brasileiras.

Coordenação: Beto Oliveira 

Quantidade de vagas: 40

Datas: 18, 20, 25 e 27/4

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Palestra “O acervo de Mário de Andrade, a criação do escritor-pesquisador”:

A palestra apresentará o acervo do escritor Mário de Andrade, que está sob a  guarda do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB-USP) desde 1968. A partir da exposição de imagens do rico e heterogêneo conjunto, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o objetivo é discutir o rigor investigativo e a pulsante criação literária de um dos mais importantes escritores brasileiros do século XX.

Coordenação: Aline Novais  

Quantidade de vagas: 30 

Data: 19/4

Horário: 14h às 16h 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Palestra “Teatro e literatura – processo de criação”:

Na palestra, a atriz e dramaturga Daniela Schitini compartilhará experiências vivenciadas em espetáculos criados a partir de materiais literários. Serão abordados processos de criação e procedimentos que tragam pistas sobre a questão: como transformar a literatura em matéria prima para a cena teatral? A atriz revelará também os diversos processos de criação de espetáculos inspirados na literatura nos quais atuou. Ao final da palestra serão propostos exercícios e haverá conversa com o publico.

Coordenação: Daniela Schitini  

Quantidade de vagas: 40

Público: Pessoas a partir de 16 anos 

Data: 26/04 

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

“Encontros líricos com ‘La Traviata’, de Giuseppe Verdi”:

Tendo como tema a ópera “La Traviata”, de Verdi, a atividade vai abordar as origens e os detalhes que envolvem sua criação. Em seguida, haverá exibição e comentários sobre os trechos mais significativos, a partir de várias produções já encenadas da ópera, para que os alunos se familiarizarem com o canto, e possam comparar e constatar às várias possibilidades de produção teatral que uma mesma obra pode oferecer. 

Coordenação: Sergio Casoy 

Quantidade de vagas: 50

Datas: 27 e 28/4

Horário: 18h30 às 20h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

 

Oficina de criação para corpos dissidentes: 

A oficina é voltada para corpos dissidentes que estejam desenvolvendo uma pesquisa artística a partir do seu corpo e/ou queiram debatê-lo. Partindo da subjetividade e vivência de cada corpo para dialogar/trocar/ experimentar com outros corpos que escapam da norma. A oficina buscará potencializar as criações artísticas, auxiliando no processo de pesquisa, escrita, técnicas de interpretação, o corpo cênico e poético e o mito do corpo neutro do artista. Também será proposto um partilhamento sobre temas como representatividade, construções sociais, imagético social do senso comum, estereótipos, arquétipos, narrativas viciadas e recreativas nas artes.

Coordenação: Renata Carvalho 

Quantidade de vgas: 20

Data: 19/4

Horário: 18h30 às 21h30 

Link para inscrição: CLIQUE AQUI

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura e Estado entregam DDM e anunciam construção de 360 moradias em Hortolândia

Publicado

em

Governador Rodrigo Garcia confirmou a abertura de 31 leitos pediátricos no HC da Unicamp e no Hospital Estadual de SumaréO prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, acompanhado do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, entregou oficialmente as instalações da primeira DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Hortolândia e a 139ª do Estado de São Paulo. Localizado na rua Benedicta Pires de Assis, 88, bairro Remanso Campineiro, o espaço passou por reforma e adequações internas solicitadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Durante a solenidade de inauguração, o governador formalizou convênio para financiamento de 360 moradias populares na cidade. O empreendimento de 360 apartamentos para famílias de baixa renda receberá apoio público por meio de convênio firmado entre o Estado e a Prefeitura de Hortolândia. O projeto será viabilizado pela modalidade Nossa Casa – Preço Social, com aporte de R$ 9 milhões para ajudar as famílias a quitar o financiamento habitacional. As moradias serão construídas pela iniciativa privada. A Secretaria Municipal de Habitação ainda não revelou o local onde o empreendimento será construído.

Para o prefeito Zezé Gomes, a DDM era um sonho antigo do município, que há anos lutava para a instalação de uma delegacia que garanta mais dignidade às mulheres. O Chefe do Executivo hortolandense aproveitou para agradecer o empenho do governador que vem garantindo ao município uma série de obras e melhorias. “O meu amigo e saudoso prefeito Angelo Perugini, quando ocupou a cadeira de deputado estadual, havia plantado em 2016 uma semente e, face a toda essa luta e trabalho, sem esquecer da fé, alcançamos agora em 2022 esse grande objetivo. A partir do momento que o Governo do Estado lançou o decreto, confirmando a DDM, nós já buscamos um local adequado para a sua implantação. O prédio ficou muito bom e atenderá as necessidades da Polícia Civil. Quero também agradecer o governador que não vem medindo esforços e vem garantindo a nossa cidade uma série de benefícios. Rodrigo participou da entrega do Corredor Metropolitano, liberou recursos para a construção do viaduto do Nova Europa, tem a Praça da Cidadania que está chegando na região do Peron e vem nos ajudando na regularização fundiária pelo programa Cidade Legal e, agora, mais 360 apartamentos. Somos muito gratos ao Governo do Estado”, explicou o prefeito hortolandense.DDM-HORTOLÂNDIAA Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade. Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba. Apesar de Hortolândia contar com mais de 234 mil habitantes, o município ainda não disponibiliza atendimento diferenciado para mulheres vítimas de violência. As denúncias de estupro, ou violência doméstica, por exemplo, são registradas nos Plantões Policiais ou distritos policiais da cidade. No último ano, o CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou o triste recorde de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Em 2021 foram registrados 660 atendimentos, um aumento de 50% em relação a 2020, quando foram anotadas 440 denúncias. Deste total, 421 casos terminaram na concessão de medidas protetivas de urgência, ação prevista pela Lei Maria da Penha (n° 11.340, de 7 de agosto e 2006).MAIS SAÚDE O governador Rodrigo Garcia confirmou a abertura de 31 novos leitos pediátricos no Hospital das Clínicas da Unicamp e no Hospital Estadual de Sumaré.  “Não é só dinheiro que resolve a saúde. É comprometimento, são profissionais dedicados, profissionais vocacionados, e compaixão que é o que nós temos em São Paulo e isso tem que nos encher de orgulho, porque todos nós juntos fizemos a diferença durante a pandemia”, afirmou Rodrigo.Os novos leitos pediátricos serão abertos na próxima quarta-feira (1°/06)) para atendimento de enfermaria, terapia intensiva e semi-intensiva no HC da Unicamp e na unidade estadual de Sumaré. O Governo de São Paulo investirá R$ 2 milhões para abertura e custeio dos leitos até o fim de setembro, cobrindo o período de sazonalidade de doenças respiratórias.Na Região Metropolitana de Campinas, Rodrigo fez ainda o anúncio oficial do programa Mutirão de Cirurgias para a região, que tem cerca de 71,4 mil procedimentos represados no sistema Cross (Centrais de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde). A iniciativa prevê cirurgias extras na rede estadual, remuneração dobrada nos hospitais do SUS e a contratação de serviços na rede privada e hospitais filantrópicos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Governado no Estado assina convênio para construção de 360 habitações em Hortolândia

Publicado

em

cdhu

Nesta quinta-feira (26/05), o governado do estado, Rodrigo Garcia assinou um convênio para construção de 360 unidades habitacionais em Hortolândia pelo programa Nossa Casa Preço Social, além disso disponibilizou mais de 12 milhões para obras de infraestrutura na cidade. Diversas personalidades participaram do evento da entrega da Delegacia de Defesa da Mulher em Hortolândia.

Projeto Habitacional

Nossa Casa Preço Social: parceria entre o Estado e as Prefeituras para o desenvolvimento de empreendimentos de Habitação Social, pela iniciativa privada, em terrenos públicos municipais e estaduais. Nesse caso, os empreendimentos viabilizados terão parte das suas unidades disponibilizadas a preço social, além de contar com subsídios adicionais para todas as unidades.

Delegacia da Mulher

A Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade.

Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Evento “Grito Cultural” celebra o poder feminino neste domingo (29/05)

Publicado

em

Evento faz homenagem póstuma à Mãe Eleonora e comemora o aniversário de 31 anos de Hortolândia

A cultura afro é parte importante da história de Hortolândia. Prova disso é a 15ª edição do evento “Grito Cultural”, que acontece neste domingo (29/05), às 13h, na rua João Alves, 288, Jardim Adelaide. Neste ano, o evento tem o tema “As grandes mães e o poder feminino” para homenagear Mãe Eleonora, criadora da associação Ponto de Cultura Caminhos, responsável pela realização do evento. Mãe Eleonora faleceu no ano passado, vítima da COVID-19. O evento, que conta com o apoio da Prefeitura, também integra a programação comemorativa do aniversário de 31 anos de emancipação política de Hortolândia

O evento será aberto com um cortejo do grupo Urucungus. A programação terá ainda apresentação de jongo, dança popular de origem afro, com o grupo Jongo Dito Ribeiro. Outra atração é a exibição de capoeira com Mestre Zenaldo, do Núcleo Educacional Capoeira Salvador. Já para quem gosta de samba e pagode, a grande atração é o show do cantor Henrique Santos (foto), que foi integrante do grupo Soweto. A programação terá ainda apresentações do cantor Jorge Israel, do grupo Obi e de dança afro com o grupo Oju Obá.

Entre uma atração e outra, o público poderá curtir uma balada black com DJ. Outro atrativo é a feira “Mercados das Iabás”, com participação de 10 empreendedores afro que comercializarão roupas e acessórios. Para matar a fome e a sede, o evento terá barracas de alimentação, com destaque para o tradicional acarajé, e bebidas. 

Já na sede da associação Ponto de Cultura Caminhos, o público poderá conferir a exposição “As grandes mães e o poder feminino”, com fotos, quadros e um memorial com as iabás, que são as orixás femininas. Para valorizar a mulher negra, haverá um desfile com as vencedoras do concurso Miss Beleza Negra, realizado em edições anteriores do evento.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares