O CMDCA (Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente) divulgou, nesta quarta-feira (10/07), na edição nº 574, do Diário Oficial do Município, a lista dos 61 candidatos aptos a participar das próximas etapas do processo seletivo PSCMDCA 001/2019, para composição dos Membros do Conselho Tutelar de Hortolândia, titulares e suplentes, para o período 2020-2024. Também foi publicado informativo com o resultado das análises dos recursos protocolados. Segundo o documento, cada candidato poderá consultar na íntegra a resposta de seu recurso, acessando a Área do Candidato no site do IGECS (Instituto de Gestão de Cidades), www.igecs.org.br.

Todos os candidatos aptos deverão, necessariamente, passar por capacitação na quinta-feira (18/07), das 8h às 17h, com pausa de uma hora para almoço. A formação, eliminatória, terá duração de oito horas e será ministrada no auditório Profª. Andrea M. Borelli, na Rua Francisco Guimarães de Oliveira, 130, no Remanso Campineiro. Na ocasião, nenhum dos participantes poderá utilizar equipamentos eletrônicos.

A etapa seguinte do processo, também eliminatória, é válida somente para os candidatos que cumpriram a carga horária da capacitação. A prova escrita está marcada para o domingo (21/07), às 9h, na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Prof. Cláudio Roberto Marques, na Rua Fabiano Pinheiro da Silva, 100, no Jd. Santana.

Para identificar o local exato da prova, o candidato deverá efetuar login no site do IGECS, digitando CPF e senha para acessar o “Cartão de Ensalamento”. Se preferir, o candidato também poderá realizar a busca por meio do link “LOCALIZE SUA SALA”, disponível após as 18h do dia 18/07. 

O processo seletivo dos conselheiros compreende ainda duas outras fases: avaliação psicológica e eleição por voto facultativo da sociedade. A eleição, em âmbito nacional, será no dia seis de outubro.

Caberá aos selecionados a responsabilidade de garantir os direitos das crianças e dos adolescentes em situação de risco, em Hortolândia. O valor do salário é de R$ 4.946,00.

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o cargo de conselheiro tutelar é de dedicação exclusiva, sendo incompatível com o exercício de outra função pública ou emprego privado. “Os conselheiros serão responsáveis por fiscalizar e garantir que o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) seja cumprido no município. Os eleitos terão a missão de promover e fortalecer as políticas públicas a favor das crianças e adolescentes, que estiverem ameaçados e/ou com seus direitos violados, oferecendo proteção e mais qualidade de vida a eles”, explica o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

Em caso de dúvidas ou dificuldades técnicas, o candidato poderá entrar em contato com o IGECS, nos canais de comunicação disponíveis no site www.igecs.com.br.

Confira a lista dos candidatos aptos abaixo:

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorMulher é detida no CDP de Americana
Próximo artigoPrefeitura retira aguapés da lagoa do Jd. Amanda