Você já deve ter percebido que com a proximidade do inverno, que começa na próxima semana, a circulação do mosquito Aedes aegypti diminui em razão das baixas temperaturas. Isso não quer dizer que se deve parar com o combater ao mosquito. A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para a população manter os cuidados para evitar a proliferação do inseto e eliminar os criadouros em casa. 

A UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, ressalta que o Aedes aegypti continua ativo durante o dia, uma vez que a temperatura não é tão fria, ideal para o mosquito se reproduzir. Por este motivo, a população deve evitar o acúmulo de água parada, condição favorável para a fêmea do inseto depositar os ovos, que darão origem a mais mosquitos. Com a eliminação dos criadouros, as pessoas ajudam a diminuir a proliferação do Aedes aegypti.

Para combater o mosquito na fase de larva, a UVZ mantém o trabalho de casa a casa em diferentes regiões da cidade. Nesta semana, o órgão continuar a executar a ação na região do Jardim Amanda, que concentra a maior quantidade de moradores do município. Na ação, os agentes da UVZ visitam as casas dos moradores para fazer a busca ativa e a eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. A ação é para eliminar o mosquito ainda na fase larval. Caso sejam encontradas larvas, algumas delas são recolhidas para identificação em laboratório. 

Junto com a ação de casa a casa, a UVZ também continua com a nebulização em diferentes regiões da cidade. Nesta semana, o trabalho será feito na região do Remanso Campineiro. A ação consiste em espalhar um tipo de inseticida no ar, para eliminar os mosquitos já adultos. Os agentes do órgão também visitam as residências dos moradores. Eles utilizam nebulizadores costais motorizados para espalhar o inseticida em forma de vapor.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o município registra neste ano 954 notificações de Dengue, das quais 391 casos positivos, 471 negativos, 92 aguardam resultado e nenhum óbito, e 3 notificações de Chikungunya, das quais 1 positivo, 2 negativos e nenhum óbito. 

Dentre os cuidados simples recomendados pela UVZ para a população ajudar a combater o Aedes aegypti estão manter tampados tonéis, barris e caixas d’água, colocar telas em ralos e mantê-los limpos, deixar garrafas com a boca virada para baixo e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda. De acordo com o órgão, cerca de 80% dos focos estão nas casas das pessoas. 

Outra atitude da população para ajudar no combate ao mosquito é evitar fazer o descarte irregular de resíduos em vias e áreas públicas e em terrenos baldios. A Prefeitura reforça a orientação para que a população faça o descarte de resíduos e materiais reaproveitáveis nos 11 PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de entulho e outros materiais recicláveis) existentes na cidade. A lista dos PEVs pode ser conferida no site da Prefeitura, por meio deste LINK.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorFamílias inscritas no CadÚnico que precisam atualizar cadastros devem procurar CRAS ou CCS mais perto de casa
Próximo artigo12° a 25° é a previsão de variação na temperatura na região