Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura promove Encontro Jovem Protagonista, neste sábado (23/11)

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia promove, neste sábado (23/11), das 13h às 18h, o “Encontro Jovem Protagonista”, que visa reunir jovens de Hortolândia, sobretudo os envolvidos no programa municipal, para discutir problemas enfrentados pela juventude no município. Interessados em participar dos debates precisam se inscrever por meio do link https://forms.gle/m83Z87zB1yff34378. As inscrições são gratuitas. Organizado pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o evento acontecerá na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila P. Bonfim, localizada na Rua Maria Lourdes Cangleriane Cancian, 92, no Remanso Campineiro.

Os participantes serão organizados em grupos e, ao final dos debates, serão elaborados documentos que pretendem subsidiar políticas públicas para a juventude do município. Serão formados quatro grupos temáticos de trabalho: ética; respeito ao meio ambiente; tolerância, igualdade de gênero e diversidade e juventude e participação política.

Hoje o  Programa Jovem Protagonista beneficia diretamente 23 jovens que recebem bolsa auxílio de R$ 540,00. A iniciativa é voltada a jovens entre 14 e 18 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social, que já realizam ou pretendem realizar no município projetos sociais que, de algum modo, beneficiem a comunidade. Os contemplados atuam em diversas áreas, tais como esportes e cidadania, artes e linguagens (teatro, música, dança, desenho, inglês), culinária, arborização, prevenção e combate às drogas, dentre outras.

De acordo com a coordenadora do programa Jovem Protagonista, Cláudia Maria Melo da Silva , “o evento vai ao encontro da construção de uma sociedade mais justa, despertando na juventude o interesse pela participação política, desenvolvimento de políticas públicas e pensamento crítico”

Quando do lançamento do programa, em julho deste ano, o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno, ressaltou que os bolsistas atuariam como parceiros da Administração Municipal junto à comunidade local. “Essas ações solidárias junto com a comunidade, que os jovens organizam, fortalecem o vínculo que eles têm com o município, com a comunidade onde vivem e ajudam a Prefeitura a direcionar as políticas públicas para quem mais precisa”, afirma Bueno.

Sobre o Jovem Protagonista

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o Programa Jovem Protagonista é respaldado em legislação própria: a Lei nº 3.592/2018 e o Decreto nº4.160/2019. O Programa, de caráter inclusivo, visa buscar alternativas para o combate à vulnerabilidade social, por meio de ações comunitárias protagonizadas por jovens hortolandenses. Os projetos sociais inscritos foram analisados pela Comissão de Avaliação, Seleção e Monitoramento. Entre os critérios de escolha, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, estão relevância social, número de beneficiados com a iniciativa, qualidade e legibilidade do texto da proposta e viabilidade do projeto. 

Segundo o diretor do Departamento de de Geração de Renda e Economia Solidária, Gérson Ferreira, o jovem poderá permanecer no programa por até dois anos e deverá comprovar participação efetiva no projeto. 

PIC

O Programa Jovem Protagonista, assim como os cursos de qualificação profissional integram o PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) implantado pela Prefeitura com o objetivo de promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Por meio do programa, a Prefeitura quer melhorar a prestação dos serviços públicos municipais em todas as áreas, em especial na saúde, educação, segurança, mobilidade urbana e geração de emprego. Mais de 100 obras e serviços serão realizados por meio do PIC.

Confira a programação oficial:

13h – início dos trabalhos/credenciamento

13h20 – composição e fala das autoridades na mesa de abertura

14h – separação em grupos

14h15 – início dos debates

15h15 – retomada da plenária

15h20 – depoimento miss Hortolândia deficiente

15h40 – apresentação dos grupos

17h – apresentação de break

17h30 – encerramento

 

Veja também a proposta de cada grupo de trabalho:

Ética

Mediador: Alexandre Silva de Oliveira

A ética é baseada em um conjunto de regras de cunho moral, seja de um grupo social ou de uma sociedade. O ambiente escolar é extremamente propício a discussões, pois permite o debate entre diferentes perspectivas e personalidades, cenário que reflete a própria sociedade. Falar sobre situações cotidianas que envolvam temas como corrupção, integridade, respeito e honestidade, por exemplo, são necessários para instigar os alunos a refletir sobre seus próprios valores morais.

Respeito ao meio ambiente

Mediador: Claudia Maria Melo da Silva

Com a ascensão da tecnologia, muitas das brincadeiras e interações sociais tornaram-se cada vez mais dependentes de ambientes fechados, que limitam o contato das pessoas com a natureza. Nesse sentido, é essencial ensinar para as crianças valores que estimulem o cuidado com o meio ambiente. Afinal, a sobrevivência humana depende do bom funcionamento do planeta, tornando a harmonia na relação entre a humanidade e o meio ambiente extremamente importante. Existem inúmeras formas lúdicas de ensinar sobre respeito ao meio ambiente e que podem inclusive ajudar na dinâmica da sala de aula. A ideia de reutilizar alimentos através de uma composteira caseira é uma maneira dinâmica de engajar os alunos. Após os resultados gerados, uma horta orgânica pode ser feita. Além disso, passeios externos para ver diferentes tipos de ambientes, e aulas práticas de como fazer objetos usando materiais recicláveis são boas ideias para ajudar o planeta e conscientizar os alunos.

Tolerância, Igualdade de gênero e Diversidade

Mediador: Bruna Cardoso

Uma das maiores questões do mundo atual é a intolerância. Sexual, religiosa, cultural… São inúmeras as intolerâncias que podemos citar e que fazem parte da difícil rotina de milhões de pessoas. Por esse motivo, é importante que, desde cedo, os alunos compreendam que o respeito é a resposta para qualquer convivência pacífica. Ou seja, ninguém precisa acreditar ou ter os mesmos hábitos que o outro para que exista respeito entre eles. Assim como a sociedade, o ambiente escolar é formado por diversidade, o que torna o respeito fundamental.

As diferenças existentes no mercado de trabalho (e em diversas outras situações) entre homens e mulheres já não é mais segredo algum para qualquer jovem ou adolescente. É importante que os jovens reconheçam a necessidade da igualdade e, assim, possam ser a chave da mudança no futuro. Não há como ignorar este que é um dos maiores assuntos da atualidade, principalmente a escola sendo palco de aprendizado, interação e desenvolvimento humano e educacional.

Diferenças existem. Mas, mais uma vez: o respeito é a base de qualquer relação. Quando se é exposto a um ambiente como a escola, que proporciona uma pluralidade de personalidades, culturas e gostos, é possível que algumas vezes haja estranhamento. Em função disso, é preciso motivar os alunos a entenderem que as diferenças são boas para o convívio e que enriquecem nossas experiências. A convivência com pessoas diferentes ajuda a entender novos pontos de vista e agrega novas ideias aos indivíduos.

A escola é um período de conhecimento e amadurecimento pessoal e pedagógico. Independentemente do assunto, o respeito é essencial. As crianças precisam ser incentivadas a exercerem seus papéis como cidadãs e a escola é o lugar ideal para que a cidadania seja desenvolvida. Discussões são necessárias para garantir uma boa formação não só de alunos, mas também de bons indivíduos.

Juventude e participação política

Mediador: Gerson Ferreira

 

Na sociedade de hoje encontramos várias tribos entre a juventude, a mesma que é vista, muitas vezes, como problema e solução para o país. Do mesmo modo que ouvimos expressões do tipo: juventude perdida, viciada, violenta; escutamos frases como os jovens são o futuro do país. Para entender essa juventude é preciso conhecer suas singularidades, o que significa a vida para cada um, os sonhos, desafios e as dificuldades. Daí, o grande número de estudos, discussões, projetos e debates que são realizados sobre a juventude no Brasil e no mundo.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

A mais nova jogadora profissional de Valorant no país é de Hortolândia

Publicado

em

A hortolandense Natália Vilela do bairro Vila São Pedro, de apenas 17 anos, é conhecida no mundo dos games como DAIKI. E se transformou na mais nova jogadora profissional de Valorant do Brasil, além disso, tem potencial para se tornar atleta revelação e melhor atleta feminina de 2021. Tudo porque concorre em duas categorias no Prêmio eSports Brasil.

E no ano passado, já havia sido escalada no time Gamelanders, para competir, primeiramente, no Valorant Masters Brazil e, logo após, para outro torneio na Islândia. Ou seja, este é apenas o início de uma grande trajetória e, em breve, irá participar de competições maiores na Europa.

Antes de entrar no Valorant, DAIKI teve experiências em Point Blank, CrossFire e CS:GO.

Quer votar na atleta hortolandense, para que ela vença as duas categorias que concorre? Acesse https://peb.gg/

O Que é Valorant?

Valorant é um jogo em primeira pessoa, desenvolvida pela mesma empresa que trouxe League of Legends (LoL), chamada Riot Games. Já são mais de 14 milhões de jogadores pelo mundo e conta com a versão para PC e para mobile.

O game mescla CS:GO e Overwatch e é uma disputa 5 contra 5, dentro de um mapa com diversas possibilidades táticas.

O objetivo do time que estiver em ataque é ativar e explodir a bomba (ou eliminar os jogadores adversários). O time de defesa deverá defender o território. Após a rodada 12, os times invertem de lado. A equipe que fizer 13 pontos primeiro, vence.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Biblioteca Municipal de Hortolândia faz cadastro online de usuários

Publicado

em

Se você gosta de ler, veja só o incentivo que a Prefeitura de Hortolândia oferece a quem quer se associar à Biblioteca Municipal “Terezinha França de Mendonça Duarte”, da Secretaria de Cultura. A partir de agora, é possível se cadastrar sem sair de casa.

Para fazer o COB (Cadastro Online Biblioteca), basta ter uma conta no Gmail, entrar nela e acessar o formulário da Biblioteca e, neste ambiente remoto, postar os documentos necessários à inscrição.

O link do drive é o seguinte: https://docs.google.com/forms/d/1zBpE75KwKuDAwQ8dKSyOjquZEd8dg8ww8GMRF0EuMWE/viewform?edit_requested=true. Os documentos são: foto (selfie), carteira de identidade (RG) e comprovante de endereço. Os arquivos podem estar tanto no formato de foto (jpeg), quanto de documento (PDF).

“O cidadão enviará seus dados e documentos em formato digital, como indicado no formulário que será disponibilizado através de link e QR Code. Depois, é preciso entrar em contato com a biblioteca através dos canais de atendimento (telefone ou WhatsApp), para que a equipe valide as informações e a documentação do solicitante. O cadastro será finalizado e validado somente com a presença do solicitante na biblioteca”, explica a bibliotecária responsável pelo projeto COB, Andreia Santos.

Depois da validação, será agendado horário para que o cadastro seja finalizado presencialmente. O horário sugerido pelo solicitante pode ser aceito, de acordo com a disponibilidade da equipe. O BiblioZap, o whatsapp da Biblioteca, é (19) 98970-7332.
A Biblioteca Municipal fica na Rua Luiz de Camilo Camargo, 581, no piso inferior do Open Shopping, no Centro de Hortolândia. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h. Para serviços como empréstimos, renovações presenciais, cadastro de usuários, o horário vai até 16h50. Outras informações podem obtidas pelos seguintes canais, telefone: (19) 3887 1684 e e-mail: [email protected].

Segundo a equipe da Biblioteca Municipal, entre as vantagens do COB estão: agendar horário agiliza o atendimento e evita a formação de filas, elimina o custo de cópias impressas e flexibiliza o atendimento da biblioteca, além disso, contribui para a sustentabilidade social, com a redução do uso de papéis.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação exclusivamente de 2ª dose contra a COVID-19, neste sábado (23/10)

Publicado

em

A imunização será feita nas UBS Amanda II e Rosolém e no Centro de Lutas Eliel Gomes

Você ainda não recebeu a 2ª dose contra a COVID-19? Então, se liga! Neste sábado (23/10), a Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação exclusivamente de 2ª dose para pessoas cuja data está agendada para este sábado e para pessoas que estão atrasadas com a 2ª dose.

A vacinação acontecerá nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) Amanda II e Rosolém e no Centro de Lutas Eliel Gomes (para pacientes cuja unidade de referência é a Dom Bruno), localizado na rua Brigadeiro Faria Lima, 400, Vila Real. O horário da vacinação será das 8h às 15h30.

A Secretaria de Saúde reforça a solicitação às pessoas para que completem a imunização com a 2ª dose. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, cerca de 18.000 pessoas estão faltantes com a 2ª dose na cidade. A Secretaria de Saúde salienta ainda que é importante completar a imunização para que o município atinja mais rapidamente 100% da população protegida contra a COVID-19 e, assim, agilizar o processo de retomada das atividades presenciais no município.     

Para receber a 2ª dose é necessário levar documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e o comprovante da 1ª dose. Já os adolescentes com comorbidades ou não devem ir acompanhados de pai, mãe ou responsável. O adolescente também pode receber a 2ª dose desacompanhado. Para isso, ele deve levar o termo de autorização assinado por pai, mãe ou responsável. O termo está disponível nas UBS ou pode ser baixado no site da Prefeitura, no link para o agendamento.

Hortolândia inicia vacinação da 1ª dose contra a COVID-19 por livre demanda, nesta segunda-feira (25/10)

A imunização é realizada de segunda à sexta-feira, das 8h às 15h30

A fim de agilizar ainda mais a imunização contra a COVID-19 na cidade, a Prefeitura de Hortolândia inicia a vacinação da 1ª dose por livre demanda, sem a necessidade de fazer agendamento, nesta segunda-feira (25/10). A vacinação é realizada em diferentes UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município, em cada dia da semana (confira o cronograma abaixo), sempre das 8h às 15h30.

De acordo com a Secretaria de Saúde, para ser imunizado é necessário apresentar Carteira de Identidade ou algum documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço deste ano. Adolescentes de 12 a 17 anos também podem receber a 1ª dose, desde que acompanhados de pai, mãe ou responsável. Os menores também podem receber a vacina desacompanhados. Para isso, eles devem levar o termo de autorização assinado por pai, mãe ou responsável. O termo está disponível nas UBSs ou pode ser baixado no site da Prefeitura, no link para o agendamento (CLIQUE AQUI).

Confira abaixo o cronograma para a vacinação contra a COVID-19 por livre demanda:

Segunda-feira: UBS Figueiras, UBS Novo Ângulo, UBS Orestes Ôngaro, e Centro de Lutas Eliel Gomes (para pacientes cuja unidade de referência é a Dom Bruno)

Terça-feira: UBS Amanda I, UBS Nova Europa, UBS Parque do Horto e UBS Rosolém

Quarta-feira: UBS Campos Verdes, UBS São Jorge e UBS Santiago

Quinta-feira: UBS Santa Esmeralda e UBS Taquara Branca Sexta- feira: UBS Adelaide, UBS Amanda II, UBS Santa Clara e UBS São Bento

Continue Lendo

Populares