A Prefeitura de Hortolândia lançará em breve o projeto “Capacita Hortolândia”, que disponibilizará formações profissionalizantes a bolsistas do programa Acerte (Ação Cidadã de Requalificação, Trabalho e Educação). A nova iniciativa da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social tem início previsto para a próxima segunda-feira (17/05) e faz parte da programação de aniversário dos 30 anos de Hortolândia, celebrada no dia 19 deste mês. Atualmente, o Acerte beneficia 66 moradores de Hortolândia em vulnerabilidade social, a maioria mulheres, com idades entre 20 a 65 anos.

Por meio do projeto, serão disponibilizados cursos técnicos, que serão ministrados por profissionais do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial). Cada formação terá entre 16 e 18 bolsistas, disponibilizando aulas remotas, em razão da pandemia do Coronavírus.

Inicialmente, serão quatro os cursos disponibilizados para os bolsistas do Acerte: “Fabrique e venda saneantes”; “Técnicas para reduzir perdas e desperdícios de alimentos”; “Técnicas para fotografias comercial com celular” e “Aprenda a realizar manutenção em instalações elétricas” (veja abaixo). Depois, estão previstas formações profissionalizantes com vagas abertas também para a comunidade. 

“Estamos trabalhando com um olhar emancipatório para a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. Queremos ampliar as oportunidades para o nosso povo hortolandense. Através do Programa Acerte, criamos condições para garantir aos aprendizes direitos universais básicos nas áreas de educação, saúde, alimentação e renda. Também asseguramos a preparação necessária para que estes aprendizes estejam prontos para disputar as vagas de emprego no mercado de trabalho”, afirma o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia