Cerca de 120 pessoas participaram, nesta terça-feira (31/10), da cerimônia de entrega de certificados aos alunos dos cursos profissionalizantes promovidos pela Prefeitura no CQPP (Centro de Qualificação Pessoal e Profissional), órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. Os 80 formandos têm entre 14 e 16 anos e integram a segunda turma de profissionais capacitados pela Administração. O evento aconteceu no auditório Profª. Andreia Marise Borelli, no Remanso Campineiro, e, além de estudantes, reuniu familiares e autoridades como o vereador Edivaldo Sousa Araújo e os secretários Ananias José Barbosa (Inclusão) e Carlos Augusto César (Governo).

Os cursos de férias, nas áreas de Administração com logística, Atendente de farmácia, Criação e edição de vídeos, Propaganda e marketing e Telemarketing e vendas, foram realizados por equipes da própria Prefeitura. Com duração de aproximadamente um mês, tiveram entre 17 e 22 horas/aula.

Após a inauguração do HORTOFÁCIL, no final de agosto, os chamados “cursos rápidos” do CQPP passam a acontecer na Região Central. Durante a cerimônia, o secretário Carlos César destacou o fato de estes cursos profissionalizantes serem realizados em ambiente climatizado, em salas apropriadas, com biblioteca, acessibilidade e em local de fácil acesso a todos, como a Região central. 

“Nossos alunos estão socialmente capacitados para bater à porta de qualquer empresa, se apresentar e participar de processo seletivo. Agora, já sabem como cumprimentar, se vestir, se conduzir numa entrevista, que este tipo de postura interfere diretamente na contratação do profissional e, se não estão preparados, podem perder oportunidades de emprego”, explicou o secretário de Inclusão Social, Ananias Barbosa. “São famílias extremamente humildes, que precisam ser acolhidas e preparadas. Queremos continuar e aprimorar nossos cursos. Eles são o embrião do modelo de cursos que queremos oferecer no CQPP. Para nós, da Prefeitura, este P, de pessoal, é muito importante, para que estes cursos, voltados a pessoas de baixa renda, sejam um salto na formação pessoal delas”, completa.

Artigo anteriorHortolândia sai na frente e vai universalizar serviço de esgoto neste ano Destaque
Próximo artigoEstande do Seja Digital estará no Centro nesta sexta-feira (03/11) Destaque