Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia faz busca e elimininação de criadouros de Aedes aegypti em três bairros da cidade nesta semana

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia continua a fazer a parte dela no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya. Uma ação importante é o trabalho de casa a casa em diferentes regiões da cidade. Nesta semana, a UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, realiza a ação no Jardim Santa Esmeralda. O trabalho também prossegue, nesta semana, no Jardim Amanda e no Jardim São Sebastião.

A ação consiste em visitas às casas do moradores. Os agentes da UVZ dão orientações e distribuem material explicativo. Além disso, eles fazem busca ativa de possíveis criadouros do mosquito. Caso seja constatada a existência de focos, eles são eliminados. De acordo com a UVZ, caso sejam encontradas larvas, os agentes fazem a coleta para identificação em laboratório. A Prefeitura solicita à população para que receba os agentes e os deixe entrar em suas casas. Os agentes estão identificados com uniforme e crachá. 

A população também deve fazer a parte dela na prevenção e no combate ao Aedes aegypti. Dentre os cuidados simples que os moradores podem adotar para evitar a proliferação do mosquito estão manter tampados tonéis, barris e caixas d’água, colocar telas em ralos e mantê-los limpos, deixar garrafas com a boca virada para baixo e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda. De acordo com a Secretaria de Saúde, 80% dos focos de Dengue estão nas casas.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, o município registra até o momento neste ano 37 casos notificados de Dengue, dos quais um positivo.

Outra ação importante de combate ao mosquito é a ADL (Análise de Densidade Larvária). Neste mês, a UVZ concluiu a análise e deve divulgar em breve o índice medido, o chamado Índice de Breteau. Por meio da ADL, é possível prever se, nos próximos meses, o nível de infestação do mosquito estará elevado, o que colabora para a Prefeitura traçar estratégias de prevenção. A ADL é feita três vezes ao ano: em janeiro, julho e outubro. De acordo com a UVZ, o índice registrado em janeiro de 2020 foi de 3,2.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Blitz chama atenção para o combate à violência contra a mulher em Hortolândia

Publicado

em

Ação consistiu na distribuição de cartões e de cartazes na principal avenida de comércio hortolandense e integra a programação do “Agosto Lilás”Membros do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura de Hortolândia, em conjunto com a equipe do CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher), realizaram uma blitz educativa na tarde de segunda-feira (15/08) nas esquinas da rua Luiz Camilo de Camargo com a rua José Camilo de Camargo, para chamar a atenção para a Campanha do “Agosto Lilás”, pelo fim da violência contra as mulheres. A ação contou com a parceria da Guarda Municipal.

De acordo com a diretora de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, Marlene Baptista, durante a blitz foi aberta uma faixa alusiva a campanha “Agosto Lilás” e distribuídos cartões pelo fim da violência contra a mulher. “Ações como essa visam conscientizar a comunidade sobre esse problema vivido por muitas famílias em nossa cidade. Além disso, propomos a divulgação de canais de denúncias, caso alguma mulher esteja em situação de violência. Não podemos mais tolerar esse tipo de violência”, explicou Marlene.

Durante a blitz, equipes da Diretoria de Direitos Humanos distribuíram cerca de 100 cartazes pelo comércio local. “Esse é um trabalho permanente realizado pela nossa Prefeitura e que vem sendo tratado com a devida seriedade. Tanto que recentemente, inauguramos a primeira Delegacia de Defesa da Mulher de Hortolândia e estamos reformando e ampliando o prédio do CRAM para melhor atender a mulher vítima de violência”, disse a diretora.

Situações de violência doméstica podem ser denunciadas ao CRAM pelos telefones (19) 3819-6298  e (19) 97171-5655.

CRAM registrou aumento no número de mulheres atendidas

O CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou no primeiro semestre de 2022 um aumento no atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. É o que revela o balanço apresentado pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Governo. Em 2022 foram registrados 324 atendimentos no primeiro semestre, um aumento de 13,28% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram anotadas 286 denúncias.

De acordo com a assistente social e coordenadora do CRAM, Josefa Teixeira, o aumento da demanda pode ser atribuído a alguns fatores, como por exemplo, a criação de novos canais de denúncias e o fortalecimento do trabalho de apoio às vítimas, incentivando que as mulheres busquem ajuda.

“Nos últimos anos houve a criação de novos canais de denúncia, peça importante para que as mulheres se sentissem confiantes para procurar as autoridades, denunciando o crime que estão sofrendo. Um bom exemplo destes novos canais de denúncia foi a implantação da delegacia eletrônica, uma vez que a mulher deixaria de passar pela exposição de ir até um balcão de distrito policial para relatar a violência sofrida. Outro ponto importante, em Hortolândia, vem sendo a atuação do CRAM, em conjunto com a Guarda Municipal, cujo trabalho se consolida ao longo dos anos e hoje transmite uma confiança a mais para as mulheres, para que possam denunciar com a total segurança que o caso exige. Outro ponto que merece ser destacado, é que agora a nossa cidade passa a contar com uma Delegacia de Defesa da Mulher, órgão importantíssimo e que vem para colaborar”, destacou Josefa.

Atualmente, para melhorar o atendimento, a Prefeitura de Hortolândia iniciou o trabalho de reforma e ampliação da sede do CRAM. Por conta da obra, o atendimento presencial passou a ser realizado no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Loteamento Remanso Campineiro – Rua Euclides Pires de Assis, 200.  “A nossa transferência de local não prejudicará em nada o atendimento às mulheres. Inclusive, contamos com o telefone e WhatsApp de plantão, que pode ser acessado pelo número (19) 97171-5655”, explicou Josefa.

A reforma e ampliação garantirão um novo conceito de atendimento no CRAM de Hortolândia. Dos atuais 248,65 m2 de construção, o espaço passará a ter 322,88 de área, um acréscimo de 30%. “Com a ampliação, o CRAM ganhará uma brinquedoteca, berçário, sala para a equipe técnica, sala de monitoramento e uma sala multiuso. Sem dúvida teremos um local muito mais acolhedor para atender a mulher e seus filhos que passam por uma situação de violência doméstica”, comentou a coordenadora.O prédio do CRAM ganhará ainda um novo telhado, novo piso, reforma do sistema elétrico, hidráulico e uma nova pintura. Para isso foram destinados recursos na ordem de R$ 1 milhão, por meio de emenda parlamentar da então deputada federal Ana Perugini.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Dia dos Pais é celebrado no Centro de Convivência da Melhor Idade de Hortolândia

Publicado

em

Atividade foi realizada na tarde de segunda-feira na unidade do Remanso Campineiro e reuniu cerca de 200 pessoasA semana começou com festa no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Loteamento Remanso Campineiro. Com direito a muita música, mais de 200 idosos participaram da celebração pelo Dia dos Pais. Para proporcionar melhor qualidade de vida à população da melhor idade do município, a Prefeitura, por meio dos CCMIs, oferece durante o ano várias atividades, cursos e eventos gratuitos para os usuários cadastrados. Além da unidade no Remanso Campineiro, localizada na rua Euclides Pires de Assis, 200, a Prefeitura dispõe do CCMI Jardim Amanda, que fica na rua Di Cavalcanti (antiga rua Cinco), 1.947.

“O objetivo do Centro de Convivência da Melhor Idade é proporcionar atividades físicas, sociais e culturais que tragam melhoria na qualidade de vida dos nossos idosos. Durante a pandemia, eles foram prejudicados com o distanciamento e o isolamento social. Por isso, precisamos recuperar a alegria, a mobilidade e a saúde dos idosos que foram mais afetados”, salienta a coordenadora do CCMI Remanso Campineiro, Fernanda Fadiga.

Durante a Festa do Dia dos Pais, os idosos que são papais receberam uma lembrancinha especial da coordenação do CCMI.

Para melhorar a estrutura do CCMI do Remanso Campineiro, o espaço vem recebendo obras de reforma e ampliação. O Salão Social receberá obras de ampliação, passando dos atuais 130 metros quadrados, para cerca de 250 metros quadrados. Duas novas salas multiuso também serão construídas e elas estarão anexadas ao prédio do Salão Social. Na área da quadra poliesportiva, o piso da quadra será recuperado e uma nova pintura será realizada. O espaço contará ainda com vestiários, masculino e feminino. Já os vestiários da piscina, eles serão ampliados e quatro novas áreas de chuveiros serão implantadas. No espaço da piscina também será construída uma sala de almoxarifado. “Além dessas melhorias, novas calçadas serão construídas no espaço, garantindo maior acessibilidade para todos. As obras, já começaram e dentro de alguns meses as ações serão finalizadas. Com isso, teremos um novo Centro de Convivência para a nossa melhor idade, onde poderemos atender com mais qualidade, em um espaço mais moderno e humanizado”, finalizou Fernanda.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Frente fria deve derrubar a temperatura para 8° em Hortolândia

Publicado

em

frio

Uma nova frente fria deve derrubar as temperaturas em Hortolândia e região e de brinde trazer chuvas.

De acordo com o Cepagri, a tendência para a quinta-feira (18) é de céu parcialmente nublado ao longo da manhã e primeiras horas da tarde, com ventos fortes de noroeste, que transportam um ar mais quente e seco e causam rajadas ocasionais da ordem de 60 km/h (faixa de valores semelhante aos dos dias ventosos da semana passada).

Já o site Climatempo aponta que as temperaturas para quinta-feira (18) ficam entre 18° e 29°, na sexta-feira (19) ficam entre 10° e 16° e no sábado a mínima pode chegar 8° e a máxima 15°

A partir do final da tarde de quinta (18), a frente fria vai chegando à região, trazendo chuvas ao final do dia, que podem se estender até a sexta-feira (principalmente madrugada e manhã).

A sexta-feira (19) é de temperaturas amenas e pouca amplitude térmica, com acentuado declínio na virada para o sábado. O final de semana deve ter noites frias e dias amenos, com ventos moderados a fortes baixando a sensação térmica.

Continue Lendo

Populares