Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura convidará empresas a participar do Programa “De Mãos Dadas” de empregabilidade assistida

Publicado

em

Projeto-piloto, voltado a moradores da região do Jd. Novo Ângulo, entra na segunda fase

A partir desta terça-feira (08/03), o projeto-piloto que serve de base para a implantação do Programa de Empregabilidade Assistida “De Mãos Dadas”, idealizado pela Prefeitura de Hortolândia, entra em nova fase: o de sensibilização de empresas. Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, durante os próximos dois meses, integrantes do Núcleo de Empregabilidade Assistida, vinculado ao Departamento de Geração de Renda e Economia Solidária, visitarão empresas na região do Jardim Brasil e do Jd. Rosolém para apresentar a iniciativa e convidá-las a participar, disponibilizando vagas para o público-alvo do projeto.

O projeto “De Mãos Dadas” busca auxiliar, na esfera do emprego e da geração de renda, pessoas desempregadas por longo tempo, sem renda e atendidas pelo Paif (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família) em unidades vinculadas ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Novo Ângulo, os CCSs (Centros de Convivência Social) Brasil e Rosolém. O objetivo é ajudá-las a se reinserir profissionalmente.

Atualmente, o projeto-piloto atende 21 pessoas que fazem parte de núcleos familiares acompanhados pelas equipes técnicas da região. Na primeira etapa, técnicos destas unidades selecionaram os participantes e buscaram descobrir o perfil vocacional de cada um. Recém-criado, o Núcleo de Empregabilidade Assistida tem como principal objetivo mobilizar, acolher, capacitar, orientar, encaminhar e acompanhar pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social para oportunidades de emprego, inclusão produtiva e geração de renda, com uma interface com o mundo do trabalho.

O processo de implantação do projeto-piloto prevê três etapas: perfil vocacional, desenvolvimento do emprego e acompanhamento pós-colocação. O resultado sairá em 90 dias e, a partir dos dados recolhidos, será criada a proposta de Projeto de Lei, a ser encaminhada pelo prefeito José Nazareno Zezé Gomes à Câmara Municipal, criando o programa oficialmente.

Uma vez aprovado, o “De Mãos Dadas” oferecerá aos participantes bolsa incentivo de R$ 200 pelo período de até quatro meses. Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, a bolsa incentivo é de grande importância para os participantes, considerando-se o perfil de desempregados por longo tempo, sem renda para gastos eventuais de reinserção profissional, tais como transporte, apresentação pessoal, estabilidade emocional, autoestima e capacitação.

“É fundamental que a gente reconheça que não há igualdade de condições entre uma pessoa desempregada, que integra uma família estruturada, e uma família que está em situação de vulnerabilidade e risco social. Com o Programa, vamos oferecer o mínimo de recurso que ela precisa para se aproximar de uma condição de igualdade na concorrência por uma vaga”, afirma o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva.

Sobre Empregabilidade Assistida:

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o Projeto de Empregabilidade Assistida tem como base a metodologia do emprego apoiado, existente há mais de 30 anos nos Estados Unidos e em países da Europa. Sua principal característica é que toda pessoa em situação de vulnerabilidade e risco social é capaz de entrar no mercado de trabalho, desde que exista acessibilidade e o apoio necessário. Isso significa que cada pessoa assistida pela metodologia seja incluída de maneira atitudinal, ou seja, sem barreiras e estigmas, com acompanhamento assistido, para que suas habilidades e potencialidades sejam reconhecidas individualmente.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Viveiro Municipal da Prefeitura recebe visita de grupo de desbravadores

Publicado

em

Cerca de 140 crianças e adolescentes aprenderam como é feita a produção de mudas de plantas pelo órgão

Conscientizar as novas gerações sobre a importância do desenvolvimento sustentável para garantir vida saudável à cidade. Foi com esse objetivo que o Viveiro Municipal Antonio da Costa Santos, órgão da Prefeitura de Hortolândia, recebeu a visita de um grupo de desbravadores da Igreja Unasp, formado por 140 crianças e adolescentes, no domingo (22/05).  

Na visita monitorada, os desbravadores conheceram o espaço e aprenderam como é a produção de mudas de plantas feita pelo viveiro e que são distribuídas gratuitamente para a população. A secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira, ainda explicou para os visitantes os demais trabalhos realizados pelo órgão, como o reaproveitamento de restos de madeira recolhidos nos serviços de poda e corte de árvore feitos na cidade. Esse material é usado na confecção de bancos e mesas que são instalados em praças e espaços públicos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura entrega na próxima quinta-feira (26/05) DDM de Hortolândia

Publicado

em

Antigo sonho do município, delegacia disponibilizará atendimento diferenciado para as mulheres vítimas de violênciaA Prefeitura de Hortolândia, em parceria com o Governo do Estado, entrega na próxima quinta-feira (26/05), a partir das 16h30, as instalações da primeira DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) do município. Localizado na rua Benedicta Pires de Assis, 88, bairro Remanso Campineiro, o espaço passou por reforma e adequações internas solicitadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

A Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade. Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba.

Apesar de Hortolândia contar com mais de 234 mil habitantes, o município ainda não disponibiliza atendimento diferenciado para mulheres vítimas de violência. As denúncias de estupro, ou violência doméstica, por exemplo, são registradas nos Plantões Policiais ou distritos policiais da cidade.

Segundo o prefeito José Nazareno Zezé Gomes, a conquista da DDM para Hortolândia é uma grande vitória para as mulheres hortolandenses. Ele recordou que em 2016, o então deputado estadual Angelo Perugini havia protocolado junto ao Governo do Estado de São Paulo o pedido de criação da delegacia especializada para as mulheres. “O meu amigo e saudoso prefeito Perugini, quando ocupou a cadeira de deputado estadual, havia plantado em 2016 uma semente e, face a toda essa luta e trabalho, sem esquecer da fé, alcançamos agora em 2022 esse grande objetivo. A partir do momento que o Governo do Estado lançou o decreto, confirmando a DDM, nós já buscamos um local adequado para a sua implantação. O prédio ficou muito bom e atenderá as necessidades da Polícia Civil”, explicou o prefeito hortolandense.

No último ano, o CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou o triste recorde de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Em 2021 foram registrados 660 atendimentos, um aumento de 50% em relação a 2020, quando foram anotadas 440 denúncias. Deste total, 421 casos terminaram na concessão de medidas protetivas de urgência, ação prevista pela Lei Maria da Penha (n° 11.340, de 7 de agosto e 2006).

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Conhece o primeiro bairro planejado de Hortolândia? Confira:

Publicado

em

vilaVerde

O loteamento Jardim Vila Verde é o primeiro bairro planejado de Hortolândia. Com infraestrutura completa e já está 100% liberado para construções.

Com uma localização estratégica, próximo ao centro e a faculdade Adventista UNASP.

Não perca a chance de viver bem e perto de tudo que você precisa!
Venha para o Jardim Vila Verde
Temos poucas unidades disponíveis!

Telefone para contato: (19) 98921-6368

Stand de vendas no loteamento:
Rua: Antônio Caetano Junior (próximo ao número 20) Bairro Adventista Campineiro – Hortolândia/SP

Jardim Vila Verde – A felicidade mora aqui – Clique aqui e entre em contato com a gente

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares