Fonte: Reprodução EPTV Campinas

Cerca de 12 pessoas foram indiciadas por furto de água no Vila Real, em Hortolândia. Após denuncia feita pela Sabesp, policiais flagraram as ligações clandestinas em 15 casas do bairro e indiciaram os responsáveis.

Segundo os moradores a ligação clandestina teria sido a única alternativa encontrada por eles, pois a Sabesp e a prefeitura se recusaram fazer o serviço, sendo que uma jogou a responsabilidade uma para a outra. A Sabesp alegou que a rua é irregular e não poderia realizar a ligação da água. De acordo com a prefeitura a via é regular, inclusive os moradores afirmam receber o IPTU anualmente. Ainda segundo a administração pública os proprietários não tem a posse dos imóveis,cabe ao loteador pedir a regularização. No entanto, enquanto isto não ocorre, a água não pode ser ligada no local.

A prefeitura de Hortolândia e a Sabesp deverão se reunir para buscar uma solução para o problema, mas não informaram quando isso ocorrerá. Enquanto isso não acontece os moradores ficam sem abastecimento.

Após esclarecimentos os moradores foram liberados.

Artigo anteriorPrefeitura reforma Emei Caiquinho para oferta de 100 novas vagas
Próximo artigoVereadores hortolandenses são alvo de investigação do MPE