Connect with us

Nossa Cidade

População já pode utilizar contêineres para descartar recicláveis

Publicado

em

LEVs (Locais de Entrega Voluntária de Recicláveis) funcionam nas regiões do Rosolen, Amanda e Centro

Moradores de Hortolândia já podem utilizar os contêineres para coleta seletiva de resíduos sólidos instalados pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, nas regiões do Rosolen, Amanda e Centro (veja endereços abaixo). Os LEV´s (Locais de Entrega Voluntária de Recicláveis) são frutos de uma parceria do município com o Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos).

Os contêineres funcionam no sistema “Drive Thru”. Para descartar os materiais recicláveis, basta encostar o carro e depositar os itens nos coletores indicados: papel (azul), metal (amarelo), plástico (vermelho) e vidro (verde). Ciclistas e pedestres também podem utilizar o serviço.

No LEV é permitido depositar materiais recicláveis como papel, papelão, vidro, garrafas PET, isopor, latas e embalagens em geral. É proibido colocar lâmpada, entulho, madeiras, lixo orgânico, animais mortos e resíduos da saúde (hospitais, farmácias, entre outros).

Publicidade

Os LEVs chegam para complementar a função dos PEV´s (Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos). A diferença entre eles é que os contêineres de coleta seletiva são mais compactos e não recebem materiais volumosos, nem entulhos.

O LEV é mais uma ferramenta de gestão de resíduos sólidos, trabalho iniciado nos governos anteriores do prefeito Angelo Perugini (2005 a 2012). Neste período foi implantado o Sigah (Sistema Integrado de Gestão Ambiental de Hortolândia), que prevê uma série ações para a destinação correta do lixo, entre elas, a implantação da Usina de Reciclagem de Entulhos e Galpão de Triagem, que funcionam no Parque Peron, além de seis PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos e outros materiais recicláveis).

De acordo com o vice-prefeito e secretário de Meio Ambiente, José Nazareno Gomes, o Zezé, a Prefeitura pretende ampliar o número de contêineres para coleta seletiva na cidade, além de intensificar o trabalho de educação ambiental nas escolas e comunidades.

“Estamos oferecendo uma ferramenta importante para os moradores fazerem o descarte correto dos resíduos recicláveis. Os LEVs vão ajudar a conscientizar a população sobre a importância da coleta seletiva. Manter nossa cidade limpa, de modo sustentável, é nosso grande desafio. A educação ambiental é o primeiro passo para isso”, comentou o secretário.

Publicidade

GERAÇÃO DE RENDA
Além de manter a cidade limpa e proteger o meio ambiente, quem descarta materiais recicláveis nos LEV´s ajuda a gerar renda.
De acordo com a secretária adjunta de Meio Ambiente, Eliane Nascimento, todo material depositado nos contêineres é levado para a Cooperativa de Reciclagem, onde trabalham cerca de 30 catadores, com renda mensal de R$ 800 a R$ 1.200.

A cooperativa também coleta recicláveis nos PEVs, órgãos públicos, escolas, empresas e em alguns bairros.

“Trabalhamos para fortalecer as cooperativas de reciclagem, uma obrigação do município, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos”, observou Eliane.

VEJA ONDE FUNCIONAM OS LEVs:
>ROSOLEN
Rua Marcelina Ramos Meira (Próximo ao Santander)
>JD. AMANDA
Rua Casemiro de Abreu (Próximo ao Centro Cultural)
>CENTRO
Rua Antonio Bernardes- Remanso Campineiro (Praça em frente ao Bambino)

Publicidade

Nossa Cidade

Rua da ETEC-Hortolândia ganha pavimento novo

Publicado

em

Prefeitura espera concluir serviço em cinco vias do Jardim Santana até sábado (02/07)

A Rua Capitão Lourival Mey, no Jardim Santana, conhecida por ser “a rua da ETEC-Hortolândia (Escola Técnica Estadual/Centro Paula Souza)”, está de pavimento novo. Após remoção da cobertura anterior e fresagem, equipes contratadas pela Prefeitura colocaram, nesta quinta-feira (30/06), a massa asfáltica. O trecho beneficiado vai desde o cruzamento com a Av. Olívio Franceschini até a Luiz Camilo de Camargo. Com isso, a Administração Municipal reforça a segurança viária de quem circula por importantes vias de Hortolândia.

Segundo a Secretaria de Obras, esta é uma das cinco vias que está sendo pavimentada pela Prefeitura no Jardim Santana. O trabalho na região começou no final de semana passado e tem previsão de término para este sábado (02/07). As outras vias atendidas são: Amélia de Camargo Blumer (da Av. Olívio Franceschini até a Euclides Pires de Assis), Wilson Vasco Mazin (da R. Amélia Blumer até a R. Capitão Lourival Mey), Carlos Roberto de Melo (da R. Cap. Lourival Mey até a R. 11) e Rua J (da Mário Léssio até a Av. Olívio Franceschini).

No início deste mês, aconteceram ações de pavimentação asfáltica tanto na Vila Real, em vias no entorno da Av. Thereza Ana, como a Rua Ernesto Bergamasco, quanto no Jd. Santa Rita. Neste último, foi refeito o pavimento de todo o trecho que vai da Rua Paulina Rosa até a Casemiro de Abreu, no entorno da Ponte da Esperança (Estaiada), na área que dá acesso ao Corredor Metropolitano. Além desta, houve pavimentação ainda na própria Av. Thereza Ana Cecon Breda, em trecho na Vila São Pedro, na saída para Sumaré, e na Rua Dr. Leandro Luiz Camargo dos Santos, em frente a agência dos Correios da Praça da Neusa, na Vila São Francisco. 

Publicidade

Desde o final de maio, a Prefeitura vem atuando em 17 frentes, em bairros como Remanso Campineiro, Parque Gabriel e Jardim Santana; Jardim das Colinas, Vila Real e Vila São Pedro; além do Jardim Santa Clara do Lago. Nos próximos meses, o serviço estará concluído, beneficiando toda a cidade.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Limite de velocidade para o tráfego é reduzido em trecho do Corredor Metropolitano, no Jardim Novo Ângulo

Publicado

em

Medida tem o objetivo de evitar acidentes de trânsito na região

Motoristas que trafegam pelo Corredor Metropolitano na avenida Antônio da Costa Santos devem ficar atentos à redução do limite de velocidade para o tráfego de 60 km/h para 50 km/h no trecho da via desde o cruzamento com a avenida Osvaldo de Souza (Posto Ipiranga) até a Estrada Municipal Sabina Baptista de Camargo (Presídio), na região do Jardim Novo  Ângulo. A medida contempla os dois sentidos da avenida e já está em vigor. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o novo limite de velocidade permitida para o tráfego evita acidentes de trânsito.

“O trecho possui radares controladores de velocidade e, mesmo assim, é comum observarmos motoristas trafegando acima do limite de velocidade permitida na via, colocando a própria vida e a vida de terceiros em risco. Pedimos a colaboração da população para respeitar a nova medida adotada pela Prefeitura por mais segurança viária neste trecho do Corredor Metropolitano. A contribuição de todos é necessária para construirmos um trânsito cada vez mais seguro e sem mortes na cidade”, explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Melhoria dos dados de segurança viária em Hortolândia

Publicidade

As políticas públicas implementadas na cidade reduziram em aproximadamente 70% o número de acidentes de trânsito entre os anos de 2017 e 2021, e a redução de 79% dos acidentes com vítimas fatais nas vias municipais. “Além da redução de 1.265 para 404 acidentes no período que compreende entre estes anos, vale ressaltar que, paralelo ao trabalho para redução de acidentes, Hortolândia desenvolve a malha cicloviária, investe na melhoria do transporte público, nas ações educativas com a população e em diversos temas que abrangem o desenvolvimento da mobilidade urbana”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, entre os anos de 2017,  criação da secretaria até 2021, nas vias municipais houve a redução em 70% dos acidentes registrados na cidade. Neste mesmo período, o número de vítimas causadas por colisões no trânsito em ruas e avenidas dentro dos limites do município foi reduzido em 79%. Com isso, a cidade cumpriu a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

Conjunto de ações para desenvolvimento da segurança viária

Para salvar vidas no trânsito, são desenvolvidas ações, que vão desde atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação de semáforos e radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal para a redução de mortes no trânsito. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019. Além disso, a cidade recebe, periodicamente, um mutirão de Tapa-Buraco em todas as regiões. Outra medida importante é a instalação dos painéis eletrônicos informativos nos portais de entrada e saída da cidade e investimentos na malha cicloviária, que, neste ano chegará a 50 quilômetros de um total de 100 quilômetros que serão implantados.

Publicidade

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura irá iniciar inscrições para a disputa de mais três categorias do futebol amador da cidade

Publicado

em

Equipes Máster, Infantil e Mirim podem demonstrar interesse na disputa à partir de sexta-feira (01/07)

As equipes interessadas na disputa das categorias Máster (jogadores à partir dos 40 anos de idade), Infantil (14 e 15 anos) e Mirim (12 e 13 anos) do Campeonato de Futebol Amador de Hortolândia podem entrar em contato, à partir desta sexta-feira (01/07) até o dia 15 de julho, por meio do telefone (19) 992929241, para apresentar o interesse em inscrever os times na competição. De acordo com a Secretaria de Esportes, as inscrições devem ser iniciadas na segunda-feira (18/07) e os campeonatos com previsão de início no sábado (06/08).  Na categoria Super Máster, para jogadores com 45 anos de idade ou mais, as inscrições serão encerradas no domingo (03/07), e a competição tem início previsto para o dia 23 de julho, podendo ter alterações na data do começo do campeonato.

O calendário do futebol em Hortolândia está “recheado” com torneios até o final deste ano. No momento, acontecem as disputas da primeira e segunda divisões  do Campeonato Amador. Além das categoria Super Máster, Máster, Infantil e Mirim com competições em agosto, no mês de outubro, a previsão é do início das competições nas categorias Veterano (jogadores à partir dos 35 anos de idade) e da terceira divisão do Campeonato Amador. Para fechar o calendário do futebol 2022 em Hortolândia, em novembro, devem acontecer as disputas das categorias Juniores (19 e 20 anos) e Juvenil (16 e 18 anos).

 

Publicidade

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares