Connect with us

Nossa Cidade

Oficinas rotativas levam música a alunos das escolas de educação integral

Publicado

em

 

A música está em pauta nas escolas participantes do Programa de Educação Integral, promovido pela Prefeitura de Hortolândia. Agora, além das lições ensinadas pelos professores especialistas, os estudantes também participam de oficinas rotativas com duas cantoras locais: a dupla sertaneja Camilla e Ludmilla. As atividades do projeto “E aí, vamos sonhar?”, que começaram em maio, se estendem até julho, mobilizando centenas de aprendizes, neste primeiro semestre letivo. A iniciativa é da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, por meio do Departamento de Educação Integral que, nesta etapa, se integra ao Programa Viva Mais, que promove na comunidade os ideais de bem-estar e qualidade de vida. 

Na tarde desta quinta-feira (06/06), as irmãs cantoras e compositoras estiveram na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Nicolas Thiago dos Santos Lofrani, no Jardim Sumarezinho, onde desenvolveram oficina musical com 76 alunos de duas escolas municipais: as Emefs Nicolas Lofrani e Agenor Miranda da Silva Taquara Branca. Durante as atividades, a dupla canta, interroga as crianças sobre a escola, a cidade e os sonhos futuros, trabalhando uma das premissas do Viva Mais: a de educação como ferramenta de pertencimento.

A próxima oficina será no dia 13 deste mês, das 14h às 15h30, na Emef Caio Fernando Gomes Pereira, envolvendo também alunos da Emef Jd. Primavera. Nesta fase, serão ao todo sete encontros presenciais, beneficiando os 3.500 inscritos nas 21 escolas participantes da Educação Integral. A ideia é retomar o projeto no segundo semestre.

“O Viva Mais é um parceiro importante da educação integral, porque traz temas que são importantes para o desenvolvimento da criança, não só os conteúdos da escola regular, mas também discute a alimentação, o cuidado, a cultura da paz, a relação com os pais. Enfim, amplia o leque de possibilidades de temas que vão contribuir na qualidade de vida das famílias envolvidas no programa de educação integral e também possibilita que os professores e as escolas passem a discutir este tema com as famílias.”, afirma a diretora de Educação Intergal, Karin Lucas.

EDUCAÇÃO INTEGRAL

Criado pelo governo Angelo Perugini, em 2011, o Programa de Educação Integral foi retomado em 2017. A iniciativa oferece a alunos do Ensino Fundamental a oportunidade de participar de atividades culturais, esportivas, artísticas, de lazer e cidadania, no horário oposto ao do ensino regular, desenvolvendo-se em diferentes dimensões. Para isso, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia promove nas escolas participantes estações de vivência em quatro áreas: linguagens artísticas; recreação e lazer; protagonismo juvenil; e orientação de estudos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Confira as previsão do tempo para o fim de semana

Publicado

em

Previsao Tempo

Previsão do tempo aponta que o sábado (13), amanhece com temperaturas amenas, com mínimas em torno de 10ºC. Sob condição de predomínio de sol, as temperaturas ao longo do dia sobem mais, e a máxima está prevista em 26ºC, e a umidade relativa do ar volta a baixar, assumindo valor mínimo em torno de 30%.

O domingo (14), segue sob previsão de predomínio de sol, baixa umidade relativa do ar, e temperaturas mais elevadas: mínima prevista em 13ºC e máxima em 28ºC.

O começo da próxima semana segue com tempo firme, seco e relativamente quente. Há indicativos de chuva a partir de algum momento entre a próxima quarta e sexta-feira, mas os detalhes ainda contam com um elevado grau de incerteza. 

Continue Lendo

Nossa Cidade

Cobrança pelo serviço de manejo dos resíduos sólidos é revogada em Hortolândia

Publicado

em

Poder Executivo aperfeiçoará a proposta para cumprir em 2023 o Marco Legal do Saneamento Básico, uma exigência do Governo FederalO prefeito José Nazareno Zezé Gomes revogou nesta sexta-feira (12/08) a Lei Municipal que prevê a cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos, chamada “taxa do lixo”,  uma exigência da Lei Federal n° 14.026 que estabelece o “Marco Legal do Saneamento Básico” no Brasil. Zezé Gomes, que participou de entrevista coletiva, afirmou que houve um erro de avaliação por parte da equipe e que a cobrança será reavaliada, especialmente por conta do momento econômico vivido pelo País. “O Marco Legal do Saneamento Básico é uma exigência federal e o seu não cumprimento pode acarretar problemas no repasse de recursos federais e de emendas de deputados. Além disso, como prefeito, posso sofrer processo de improbidade administrativa por meio da Lei de Responsabilidade Fiscal. Apesar disso tudo, faltou sensibilidade neste momento onde pessoas em situação de vulnerabilidade estão sobrevivendo com programas de transferência de renda. Revogamos a lei e faremos uma nova redação para que possamos realizar uma cobrança mais justa, a partir de 2023”, declarou o prefeito.

A decisão de revogar a lei também foi apresentada, durante reunião, junto com os vereadores hortolandenses. “Convidamos os vereadores a participar dessa reunião, onde realizamos um diálogo franco. Dentro dos próximos dias, encaminharemos uma nova proposta de lei para que seja avaliada pelos parlamentares e, que assim, possamos realizar uma cobrança que faça justiça fiscal, com implementação a partir de 2023”, explicou Zezé Gomes.

Em relação aos pagamentos já efetuados, o prefeito explicou que o contribuinte pode solicitar o ressarcimento do valor pago ou usar o crédito para quitar tributos futuros. “Cerca de 2 mil contribuintes já efetuaram o pagamento e eles podem fazer essa opção: ressarcir o valor ou utilizar o crédito para outro tributo municipal”, destacou.

O Marco Legal do Saneamento Básico, instituído pelo Governo Federal em 2020, exige aos mais de 5 mil municípios brasileiros a cobrança do serviço de manejo dos resíduos sólidos. A cobrança tem por meta garantir às cidades uma boa saúde financeira, não comprometendo a capacidade de investimentos públicos nas mais diversas áreas, como saúde, educação e segurança pública.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Taxa do lixo é revogada pelo prefeito de Hortolândia

Publicado

em

coleta Lixo

Em anúncio feito nesta sexta-feira (12) em coletiva de imprensa, o prefeito de Hortolândia, Zezé Gomes, informou que a taxa do lixo foi revogada.

O prefeito ainda disse que as pessoas que já pagaram a taxa, terão desconto no IPTU 2023, ou poderão solicitar o estorno, a forma do estorno não vou explicada.

A Prefeitura de Hortolândia iniciou nesta semana o encaminhamento das 68.481 guias de pagamento da cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos, o Prefeito recomendou para quem recebeu o boleto, que nao pague.

A implantação da cobrança é uma exigência do Governo Federal, que instalou a Lei n° 14.026, conhecida como “Marco Legal do Saneamento Básico”, sancionada no dia 15 de julho de 2020, que obriga os municípios a implantar a tarifa.

Continue Lendo

Populares