Nossa Cidade

Oficina de Estética proporciona independência financeira a mulheres hortolandenses

Com investimento inicial de R$ 1,5 mil é possível abrir um pequeno salão e lucrar 150% em dois anos

oficina de estética - hortolândia

A mulher hortolandense de baixa renda encontrou no mercado da beleza o negócio ideal para o crescimento do seu faturamento. Neste semestre a Oficina de Estética da Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, atende 100 mulheres nos cursos de cabeleireira e manicure.

Algumas buscam reforçar a renda. Outras ingressam no setor como micro empreendedoras e montam seu próprio negócio. Segundo o diretor do Departamento de Trabalho e Geração de Renda, Felipe Amaro dos Santos Neto, a grande maioria das alunas que procura a Oficina de Estética são de classe C e D. “Elas procuram uma mudança de vida e entram no mercado para aumentar a renda familiar ou conquistar independência financeira”, disse.

Felipe comenta que em dois anos, um salão de beleza pode gerar até 150% de lucro. “Esse é o tempo médio para que muitas dessas mulheres alcancem o sucesso profissional e financeiro. Os investimentos de equipamentos são de longa duração. Já os produtos são de circulação diária, o que exige muito cuidado com a variação de preços ofertados pelo mercado da beleza. Para quem está ingressando na área de estética, as aulas orçamentárias são fundamentais para analisar o custo benefício dos cosméticos”, avaliou.

Para isso, o diretor aconselha cautela no início. “Antes de abrir uma empresa é preciso montar um plano de negócios, com um estudo de mercado, análise da região onde se pretende abrir o salão e entender as relações de trabalho. O plano minimiza o risco da futura empresária”, destaca.

De acordo com a coordenadora do projeto Oficina de Estética, Marcia Zanette , muitas alunas saem aptas para atuar no mercado de trabalho. “Os módulos são teóricos e práticos. Trabalhamos a autoestima, não somente do cliente, mas também a satisfação pessoal do profissional. Temos alunos do primeiro semestre que já conquistaram seu próprio negócio”, disse.

Márcia explica que nas aulas práticas as alunas atendem gratuitamente modelos para cortes de cabelo e manicure ”De segunda à sexta-feira os atendimentos ao público são das 8h às 12h, e das 13h às 17h. Para coloração os interessados devem trazer o produto”.

Os interessados podem procurar o PAT( Posto de Atendimento ao Trabalhador) e deixar o nome na lista para a próxima turma. A Oficina de Estética fica localizado na rua Geraldo Denadai, 74, Jardim das Paineiras, no 2º andar. Podem participar do projeto homens e mulheres, com idade acima de 16 anos, com Ensino Fundamental incompleto.

Elaine Valderramos Ockmer, 29 anos, é proprietária do Espaço da Beleza, localizado no Jardim Adelaide e foi aluna da Oficina em 2010. “Eu era auxiliar de escritório e meu marido metalúrgico, decidimos fazer a oficina e ser donos do nosso próprio comércio. Hoje com três anos de formação, já ampliamos 80% dos atendimentos aos nossos clientes e estamos mudando para um novo salão bem maior, para melhor atender a nossa clientela”, disse.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia


Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98