O conhecido ditado popular diz que uma das metas de vida de uma pessoa é plantar uma árvore. Mas, além disto, plantar uma árvore é uma ação que contribui com o meio ambiente e a saúde coletiva. Para estimular esta atitude entre a população, a Prefeitura de Hortolândia iniciou, nesta segunda-feira (01/03), uma ação de casa a casa no Jardim São Sebastião.

A equipe de agentes do Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável visitou 45 imóveis na região para orientar e conscientizar os moradores sobre a importância, os benefícios e os cuidados necessários para plantar uma árvore. 

“Os agentes mostraram aos moradores um book com espécies de árvores que podem ser plantadas nas calçadas das suas casas. Indicamos espécies de porte pequeno para locais próximos à fiação da rede elétrica, e espécies de porte médio ou grande em áreas onde não há fiação próxima”, explica o coordenador do núcleo, Ricardo Zanoni. Dentre as espécies indicadas pelos agentes estão resedá, cambuci, pata-de-vaca, jacarandá-mimoso, ipê-amarelo, ipê-branco, flamboyant de jardim, araçá, canudo de pito e escova de garrafa. Os agentes ainda ressaltaram que não é permitido o plantio de árvores frutíferas em calçadas em razão de que os frutos podem cair e causar acidentes. Árvores com raízes vigorosas não são indicadas para o plantio em calçadas em virtude de causar danos ao patrimônio.

Os moradores interessados preencheram um cadastro de solicitação para adotar uma árvore, com o compromisso de zelar e cuidar da espécie. A Prefeitura faz a doação gratuita de mudas de árvores no viveiro instalado no Parque Socioambiental Novo Ângulo, localizado entre as ruas Edézio Vieira de Moraes e Lorena. A doação das mudas acontece às terças e quintas-feiras, das 8h30 às 11h30. Os moradores também pode retirar mudas de árvore na outra unidade do Viveiro Municipal, que fica na rua Stefano Dilo, 350, Loteamento Adventista Campineiro. O atendimento é de quarta a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 h e das 13h às 16h. 

A arborização urbana é uma das metas da atual Administração Municipal. Desde 2017, já foram plantadas mais de 69 mil mudas em diferentes regiões da cidade. A ação de casa a casa no Jardim São Sebastião deve durar até a próxima semana. De acordo com o Núcleo de Educação Ambiental, a ação deve ser realizada em outros bairros.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, as árvores têm importância vital para manter o equilíbrio do meio ambiente, pois produzem o oxigênio, gás indispensável para os seres vivos e a fauna, que também se beneficia como fonte de alimento. Elas reduzem a temperatura e oferecem sombra nos dias de calor intenso. Além disso, absorvem a água da chuva, evitando a erosão do solo.

Confira abaixo as orientações e cuidados para o plantio de mudas de árvores da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável:

Cuidados no plantio:

– A cova deve ter dimensões mínimas de 0,60 m x 0,60 m x 0,60 m, devendo conter, com folga, o torrão. No caso de espécies de médio e grande porte, a área permeável em torno da árvore, quando adulta, deverá ter, no mínimo, uma faixa de 0,60 m. A cova deve ser aberta de modo que a muda fique centralizada;

– O solo de preenchimento da cova deve estar livre de entulho e lixo. Ao redor da muda deve ser preparado de forma a criar condições para a captação de água;

–  A muda deve ser retirada da embalagem com cuidado e apenas no momento do plantio. A muda deve ser fixada ao tutor por amarro de sisal ou similar, em forma de 8 deitado, permitindo certa mobilidade. A muda deve ser irrigada até sua completa consolidação.

Cuidados no manejo:

As podas de limpeza e formação, nas mudas plantadas, deverão ser realizadas conforme:

– Poda de Formação: retirada dos ramos laterais ou “ladrões” da muda;

– Poda de Limpeza: remoção de galhos secos ou doentes;

– A vegetação deve ser irrigada nos períodos de estiagem e quando necessário.

Cuidados após o plantio:

– Após o plantio da árvore, é preciso cuidar da muda com rega em dias alternados nas primeiras semanas, de preferência em horários mais frescos do dia (manhã ou final da tarde). Como nos primeiros dois anos de vida da árvore ainda não estão totalmente formadas, também é recomendável que se faça a rega nos meses sem chuva;

– Os brotinhos laterais e na base da muda devem ser sempre removidos para que ela tenha mais força, ajudando na formação da árvore, evitando que se torne um arbusto e prejudique a passagem de pedestres quando plantada em calçada.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia