Connect with us

Nossa Cidade

Nova sinalização aumenta segurança viária em frente ao Instituto Federal de Hortolândia

Publicado

em

A Avenida Thereza Ana Cecon Breda, que passa por obra de urbanização e duplicação, acaba de ganhar nova sinalização viária, no trecho em frente ao câmpus do IFSP (Instituto Federal de São Paulo), na Vila São Pedro. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, no local houve readequação da sinalização horizontal e vertical. O objetivo da Prefeitura é proporcionar maior segurança a pedestres, inclusive estudantes, que precisam atravessar a via, seguindo no sentido Sumaré-Hortolândia.

O trabalho de reestruturação da sinalização horizontal e vertical, na saída do câmpus, inclui a instalação de gradis para que o pedestre atravesse no local certo — a faixa de pedestres, e a implantação de um semáforo com botoeira. Segundo o diretor de Planejamento e Projetos, Ricardo Barbosa, e o gerente de sinalização viária, João Eduardo Oliva, a ação visa aumentar a segurança em cruzamento considerado com nível alto de periculosidade. A intervenções no trecho são feitas com recursos federais, via emenda parlamentar.

Obra de grande porte

A obra de duplicação e urbanização da via inclui etapas importantes, dentre elas a construção de uma galeria para captar a água da chuva e evitar enchentes; a construção de ciclovia e calçada para pedestres; a implantação de uma rotatória no acesso ao bairro Chácaras Recreio Alvorada; o alargamento da via; e um portal de entrada da cidade, no limite do município com Sumaré. As obras acontecem no trecho localizado entre o Jd. das Colinas até a divisa com a cidade vizinha.

De acordo com a Secretaria de Obras, a duplicação abrange cerca de 940 metros da avenida, próximo ao Instituto Federal. Neste trajeto, a via contará com canteiro central, ciclovia e calçada para pedestres em uma das laterais, além de paisagismo e iluminação com luminárias de LED. A obra está avançada.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Reforma no prédio do CRAS Novo Ângulo está quase terminada

Publicado

em

Na tarde desta segunda-feira (15/08), prefeito Zezé Gomes visitou a obra, que deverá ser reinaugurada no dia 27 deste mês 

A reforma no prédio que abriga a sede do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Jd. Novo Ângulo, localizado na R. Francisco Bereta, 330, está quase concluída. A previsão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, responsável pela unidade de assistência, é que as intervenções, iniciadas no dia 30 de maio, estejam concluídas até o final desta semana para que o prédio seja reinaugurado no próximo dia 27 deste mês.

Na tarde desta segunda-feira (15/08), o prefeito José Nazareno Zezé Gomes esteve na unidade para conferir o andamento do serviço. “Em breve, a comunidade da região do Novo Ângulo, ganhará um CRAS totalmente renovado. Além da grande reforma estrutural, estamos ampliando o espaço com a construção de novas salas. Nosso grande objetivo é garantir qualidade na infraestrutura, que vai permitir um atendimento mais humanizado, não apenas no CRAS do Novo Ângulo, mas em todos os prédios com atendimento público. Esse é o nosso grande compromisso”, afirmou Zezé Gomes.

As intervenções incluem reestruturação interna do prédio, com a criação de novas salas para atividades em grupo e espaço para pequeno almoxarifado, ampliação de dois espaços já existentes e entrada com acessibilidade; reforma da parte elétrica e hidráulica; novo cabeamento para a rede de computadores e internet; manutenção da infraestrutura; paisagismo e pintura completa. Os recursos, da ordem de R$ 276 mil, são oriundos do município (R$ 126 mil) e também do Governo do Estado (R$ 150 mil).

Durante a reforma, a prestação de serviços na unidade, que integra a rede SUAS (Sistema Único de Assistência Social) em Hortolândia, foi mantida, sendo os usuários orientados a tomar cuidado ao circularem pelo prédio para evitar acidentes. Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, são atendidas, por mês, cerca de 600 famílias, residentes em bairros que compõem a região do Novo Ângulo, incluindo as do Jardim Santiago, Jardim Aline, Vila Guedes, Jardim Brasil e Jardim Conceição.

A reforma visa ofertar melhores condições de atendimento à população, bem como melhorar as condições de trabalho dos atuais servidores, preparando o espaço para o aumento do quadro funcional que acontecerá após a realização do concurso público aberto pela Prefeitura em maio deste ano. 

“A Secretária de Inclusão está passando por um processo de revitalização dos espaços públicos, que são patrimônio da Prefeitura, e por ampliação e adequação”, ressalta o secretário Francisco Raimundo da Silva.

Além desta, outras unidades do SUAS também passarão por reforma em breve, no município: o CRAS Jd. Primavera, onde será trocado o telhado; o CCS (Centro de Convivência Social) Jd. Brasil, que passará por ampliação e reforma, visando a se tornar um CRAS; e o CCS Jd. Rosolém, onde haverá troca de telhado e outras intervenções.

A previsão é que, nesta unidade, os serviços estejam concluídos até outubro deste ano. Os recursos para estas intervenções são oriundos do Ministério da Cidadania e vieram por meio de transferência fundo a fundo, do Fundo Nacional de Assistência Social para o Fundo Municipal de Assistência Social.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Blitz chama atenção para o combate à violência contra a mulher em Hortolândia

Publicado

em

Ação consistiu na distribuição de cartões e de cartazes na principal avenida de comércio hortolandense e integra a programação do “Agosto Lilás”Membros do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura de Hortolândia, em conjunto com a equipe do CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher), realizaram uma blitz educativa na tarde de segunda-feira (15/08) nas esquinas da rua Luiz Camilo de Camargo com a rua José Camilo de Camargo, para chamar a atenção para a Campanha do “Agosto Lilás”, pelo fim da violência contra as mulheres. A ação contou com a parceria da Guarda Municipal.

De acordo com a diretora de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, Marlene Baptista, durante a blitz foi aberta uma faixa alusiva a campanha “Agosto Lilás” e distribuídos cartões pelo fim da violência contra a mulher. “Ações como essa visam conscientizar a comunidade sobre esse problema vivido por muitas famílias em nossa cidade. Além disso, propomos a divulgação de canais de denúncias, caso alguma mulher esteja em situação de violência. Não podemos mais tolerar esse tipo de violência”, explicou Marlene.

Durante a blitz, equipes da Diretoria de Direitos Humanos distribuíram cerca de 100 cartazes pelo comércio local. “Esse é um trabalho permanente realizado pela nossa Prefeitura e que vem sendo tratado com a devida seriedade. Tanto que recentemente, inauguramos a primeira Delegacia de Defesa da Mulher de Hortolândia e estamos reformando e ampliando o prédio do CRAM para melhor atender a mulher vítima de violência”, disse a diretora.

Situações de violência doméstica podem ser denunciadas ao CRAM pelos telefones (19) 3819-6298  e (19) 97171-5655.

CRAM registrou aumento no número de mulheres atendidas

O CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou no primeiro semestre de 2022 um aumento no atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. É o que revela o balanço apresentado pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Governo. Em 2022 foram registrados 324 atendimentos no primeiro semestre, um aumento de 13,28% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram anotadas 286 denúncias.

De acordo com a assistente social e coordenadora do CRAM, Josefa Teixeira, o aumento da demanda pode ser atribuído a alguns fatores, como por exemplo, a criação de novos canais de denúncias e o fortalecimento do trabalho de apoio às vítimas, incentivando que as mulheres busquem ajuda.

“Nos últimos anos houve a criação de novos canais de denúncia, peça importante para que as mulheres se sentissem confiantes para procurar as autoridades, denunciando o crime que estão sofrendo. Um bom exemplo destes novos canais de denúncia foi a implantação da delegacia eletrônica, uma vez que a mulher deixaria de passar pela exposição de ir até um balcão de distrito policial para relatar a violência sofrida. Outro ponto importante, em Hortolândia, vem sendo a atuação do CRAM, em conjunto com a Guarda Municipal, cujo trabalho se consolida ao longo dos anos e hoje transmite uma confiança a mais para as mulheres, para que possam denunciar com a total segurança que o caso exige. Outro ponto que merece ser destacado, é que agora a nossa cidade passa a contar com uma Delegacia de Defesa da Mulher, órgão importantíssimo e que vem para colaborar”, destacou Josefa.

Atualmente, para melhorar o atendimento, a Prefeitura de Hortolândia iniciou o trabalho de reforma e ampliação da sede do CRAM. Por conta da obra, o atendimento presencial passou a ser realizado no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Loteamento Remanso Campineiro – Rua Euclides Pires de Assis, 200.  “A nossa transferência de local não prejudicará em nada o atendimento às mulheres. Inclusive, contamos com o telefone e WhatsApp de plantão, que pode ser acessado pelo número (19) 97171-5655”, explicou Josefa.

A reforma e ampliação garantirão um novo conceito de atendimento no CRAM de Hortolândia. Dos atuais 248,65 m2 de construção, o espaço passará a ter 322,88 de área, um acréscimo de 30%. “Com a ampliação, o CRAM ganhará uma brinquedoteca, berçário, sala para a equipe técnica, sala de monitoramento e uma sala multiuso. Sem dúvida teremos um local muito mais acolhedor para atender a mulher e seus filhos que passam por uma situação de violência doméstica”, comentou a coordenadora.O prédio do CRAM ganhará ainda um novo telhado, novo piso, reforma do sistema elétrico, hidráulico e uma nova pintura. Para isso foram destinados recursos na ordem de R$ 1 milhão, por meio de emenda parlamentar da então deputada federal Ana Perugini.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Dia dos Pais é celebrado no Centro de Convivência da Melhor Idade de Hortolândia

Publicado

em

Atividade foi realizada na tarde de segunda-feira na unidade do Remanso Campineiro e reuniu cerca de 200 pessoasA semana começou com festa no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Loteamento Remanso Campineiro. Com direito a muita música, mais de 200 idosos participaram da celebração pelo Dia dos Pais. Para proporcionar melhor qualidade de vida à população da melhor idade do município, a Prefeitura, por meio dos CCMIs, oferece durante o ano várias atividades, cursos e eventos gratuitos para os usuários cadastrados. Além da unidade no Remanso Campineiro, localizada na rua Euclides Pires de Assis, 200, a Prefeitura dispõe do CCMI Jardim Amanda, que fica na rua Di Cavalcanti (antiga rua Cinco), 1.947.

“O objetivo do Centro de Convivência da Melhor Idade é proporcionar atividades físicas, sociais e culturais que tragam melhoria na qualidade de vida dos nossos idosos. Durante a pandemia, eles foram prejudicados com o distanciamento e o isolamento social. Por isso, precisamos recuperar a alegria, a mobilidade e a saúde dos idosos que foram mais afetados”, salienta a coordenadora do CCMI Remanso Campineiro, Fernanda Fadiga.

Durante a Festa do Dia dos Pais, os idosos que são papais receberam uma lembrancinha especial da coordenação do CCMI.

Para melhorar a estrutura do CCMI do Remanso Campineiro, o espaço vem recebendo obras de reforma e ampliação. O Salão Social receberá obras de ampliação, passando dos atuais 130 metros quadrados, para cerca de 250 metros quadrados. Duas novas salas multiuso também serão construídas e elas estarão anexadas ao prédio do Salão Social. Na área da quadra poliesportiva, o piso da quadra será recuperado e uma nova pintura será realizada. O espaço contará ainda com vestiários, masculino e feminino. Já os vestiários da piscina, eles serão ampliados e quatro novas áreas de chuveiros serão implantadas. No espaço da piscina também será construída uma sala de almoxarifado. “Além dessas melhorias, novas calçadas serão construídas no espaço, garantindo maior acessibilidade para todos. As obras, já começaram e dentro de alguns meses as ações serão finalizadas. Com isso, teremos um novo Centro de Convivência para a nossa melhor idade, onde poderemos atender com mais qualidade, em um espaço mais moderno e humanizado”, finalizou Fernanda.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares