Segue na integra o Manifesto em defesa do auxílio emergencial no valor de 600,00, a cesta básica e abertura de crédito para setores necessitados, articulado pelo Movimento Hortolândia Humana e Solidária.

Na cidade de Hortolândia, mais de 25 mil famílias sobrevivem com renda de até meio salário mínimo (R$ 550,00), segundo dados preliminares da Prefeitura. Segundo Dieese, o preço da cesta básica aumentou para R$ 631,46 (março/21). Além disso, os preços de moradia, luz, água, gás de cozinha aumentaram exageradamente. 

Nós, do MOVIMENTO HORTOLÂNDIA HUMANA E SOLIDÁRIA, prezamos pela vida de todos, somos favoráveis às medidas de distanciamento social para evitar uma maior proliferação do vírus, mas entendemos que que antes, se faz necessário os governantes: presidente, governadores e prefeitos dar as condições para que isso possa acontecer. Estamos empenhados em cobrar a adoção de medidas urgentes por parte do prefeito e dos/as vereadores/as do nosso município para a criação do AUXÍLIO EMERGENCIAL MUNICIPAL – NO VALOR DE R$ 600,00 MENSAL ATÉ O FIM DA PANDEMIA. Salientamos que a criação do AUXÍLIO EMERGENCIAL MUNICIPAL como enfrentamento da pandemia já é uma realidade em algumas cidades.

 O AUXÍLIO EMERGENCIAL MUNICIPAL deve ser criado em caráter de urgência, através de repasse financeiro às famílias e indivíduos de baixa renda, aos/as trabalhadores/as ambulantes, profissionais da área cultural, diaristas, motoristas e entregadores de aplicativo, condutores de transporte escolar, catadores de recicláveis, prestadores/as de serviços, garçons, garçonetes, autônomos/as e os demais seguimentos mais afetados economicamente.

Propomos que a prefeitura faça ações solidarias para atender as necessidades mais imediatas da população: distribuição de cestas básicas. As ações podem ser realizadas em parceria com empresários e empresas do município. 

Os Poderes Executivo e Legislativo devem criar os meios legais para viabilizar o auxílio emergencial municipal e a aquisição de distribuição de cestas básicas.

Propomos que o poder executivo de Hortolândia, possa criar meios para, CRIAR UMA POLÍTICA DE OFERTA DE CRÉDITO SUBSIDIADO A PEQUENOS E MICRO-EMPRESARIOS E MICROEMPREENDEDORES para que os estabelecimentos comerciais possam ser fechados sem o agravamento do desemprego e sem levá-los à falência.

Precisamos que todos deem as mãos numa corrente humana e solidária para que possamos passar por esta pandemia com vida e dignidade. Vamos sensibilizar e cobrar o poder executivo e legislativo do nosso município através das nossas redes sociais e nas lives, perfis e páginas dos/as vereadores/as e do prefeito.

Nós do Movimento Hortolândia Humana e Solidária, convidamos você, sua família e amigos a assinarem o Manifesto em defesa do auxílio emergencial municipal de R$ 600,00 para todas as pessoas em situação de vulnerabilidade.

Nós do movimento, estamos propondo um formulário para colher as assinaturas necessárias .
Clique no link https://forms.gle/9E3Vy3HEpNMSsVHj9 e assine este manifesto.