Connect with us

Nossa Cidade

Inscrições para projetos culturais do inciso III da Lei Aldir Blanc terminam nesta segunda-feira (23/11)

Publicado

em

Você atua na área de Cultura? Então, fique atento! Termina nesta segunda-feira (23/11) as inscrições para apresentar projetos que poderão ser contemplados, conforme o inciso III da Lei Federal Nº 14.017/2020, conhecida como Lei “Aldir Blanc”.

Os interessados devem se inscrever presencialmente, das 8h30 às 12h, e das 13h às 16h30, na Secretaria de Cultura, que fica no Paço Municipal “Palácio das Águas”, localizado na rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, no Remanso Campineiro, ou no Centro Cultural “Inês Aparecida da Silva Afonso”/Escola de Artes “Augusto Boal”, localizado na rua Casimiro de Abreu, s/nº, no Jardim Amanda. 

No ato da inscrição, os interessados deverão entregar um envelope lacrado com a documentação necessária. A lista dos documentos exigidos pode ser conferida no site http://mapadacultura.hortolandia.sp.gov.br/. De acordo com a Secretaria de Cultura, os documentos que requerem autenticação podem ser autenticados gratuitamente nos locais de inscrição em até um dia antes do término do prazo. 

A Secretaria de Cultura ressalta que serão contemplados 170 projetos, conforme o inciso III da Lei “Aldir Blanc”, que abrange “prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural, manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, e realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais”. 

Os projetos que podem ser apresentados estão estipulados nos três editais que a Prefeitura de Hortolândia publicou na edição do dia 06/11 do Diário Oficial Eletrônico, que pode ser acessado por meio deste LINK. Os projetos inscritos serão avaliados por pareceristas. O edital de credenciamento dos pareceristas também foi publicado na edição do dia  06/11 do Diário Oficial Eletrônico. 

Os editais também estão disponíveis no site da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/ (Acesso Rápido > Licitações – Fácil Hortolândia), ou no site http://mapadacultura.hortolandia.sp.gov.br/ (menu Lei Aldir Blanc > aba Inciso III editais), ou no Departamento de Suprimentos, Setor de Cadastro da Prefeitura de Hortolândia, localizado na rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, no Remanso Campineiro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. De acordo com a Secretaria de Cultura, serão destinados R$1.209.929,34 para os projetos aprovados. 

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Cultura por meio do telefone (19) 3965-1400, ramal 7514 ou pelo e-mail
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A LEI “ALDIR BLANC” 

A Lei Federal 14.017/2020, de 29 de junho de 2020, conhecida como Lei “Aldir Blanc”, tem como objetivo central estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras, durante a pandemia. 

Em homenagem ao compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu em maio deste ano, vítima da COVID-19, o projeto vem para socorrer profissionais e espaços da área que foram obrigados a suspender seus trabalhos. A Lei determina a liberação de R$ 3 bilhões em auxílio financeiro a artistas e a estabelecimentos culturais, durante a pandemia do Coronavírus. Os recursos devem ser aplicados por estados, Distrito Federal e municípios, em renda emergencial para os trabalhadores do setor, subsídios para manutenção dos espaços culturais e instrumentos como editais e prêmios.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Ponte da Esperança, em Hortolândia, muda novamente de cor para apoiar o “Agosto Lilás”

Publicado

em

Prefeitura chama atenção para a campanha de conscientização pelo fim da violência contra a mulher

A Ponte da Esperança, em Hortolândia, exibe nova cor, desde a noite desta segunda-feira (08/08). Agora, a iluminação especial faz alusão à campanha “Agosto Lilás”, de conscientização pelo fim da violência contra a mulher. A cada mês, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, projeta diferentes cores na estrutura a fim de sensibilizar e conscientizar a população acerca de temas importantes para a sociedade, com repercussão nacional ou internacional.

O “Agosto Lilás” é tema de programação especial, realizada pela Prefeitura, envolvendo várias secretarias. A primeira ação foi a palestra “É violência e você nem sabia”, no dia 01/08, no CCS (Centro de Convivência Social) do Jardim Brasil. O evento de abertura buscou debater soluções e trazer visibilidade ao tema, buscando ampliar os conhecimentos sobre os dispositivos legais existentes no auxílio à mulher em situação de violência doméstica. De acordo com a Secretaria de Governo, a escolha do mês de agosto para promover a campanha tem relação com a data de sanção da Lei Maria da Penha, que completou 16 anos no último domingo (07/08). 

Em Hortolândia, situações de violência doméstica podem ser denunciadas ao CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) pelos telefones (19) 3819-6298 e (19) 97171-5655. Balanço divulgado pela entidade, recentemente, mostra que, em 2022, foram registrados 324 atendimentos no primeiro semestre, um aumento de 13,28% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram anotadas 286 denúncias.

Confira as atividades agendadas para o “Agosto Lilás”, em Hortolândia:

Blitz no Semáforo – entrega de material informativo (11/08)

Entrega de material informativo no comércio/ 2ª Roda de Conversa “Saúde Mental”, no Ponto de Cultura Caminhos (18/08)

Entrega de material informativo – locais a definir (25/08)

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Estão abertas inscrições para oficina on-line de animação e criação de personagens do Pontos MIS

Publicado

em

Atividade acontecerá nos dias 16, 18 e 19 deste mês

Se você sabe desenhar, que tal transformar seus desenhos numa história de animação? Você aprenderá a fazer isso na oficina on-line sobre animação e criação de personagens, promovida pelo programa estadual Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) em parceria com a Prefeitura de Hortolândia.

A oficina está com inscrições abertas por meio deste LINK. Podem se inscrever pessoas com idade a partir de 15 anos. A oficina será nos dias 16, 18 e 19 deste mês, das 19h às 21h. 

A oficina mostrará as etapas e as técnicas para realizar uma animação e como criar personagens. Serão ministrados exercícios práticos e simples. Para melhor entendimento dos aprendizes, o conteúdo da oficina será ilustrado com vídeos e apresentação de exemplos, decupagem, softwares e artes relacionadas à realização de um filme animado. O objetivo é propiciar ao aprendiz conhecimentos gerais sobre a criação de personagens e a produção de um filme em animação.

Para participar da oficina, são necessários os seguintes materiais: papel, régua de 30 centímetros, lápis e borracha.

A oficina será ministrada pelo desenhista Douglas Ferreira. O profissional iniciou sua carreira na adolescência, trabalhando na área de quadrinhos e como assistente de animação na empresa Disney Television, em séries como “Aladdin”, “Goofy Troop” e “New Bonkers”. Ainda na área de animação, atuou em vários filmes, entre os quais “Space Jam – Um novo legado”, “Asterix e os vikings”, “Uma história de amor e fúria” e a produção espanhola “Chico e Rita”, indicada ao Oscar de melhor animação, em 2012. Também já realizou os curtas metragens: “Anantara”, “Sonhos”, “A fuga” (foto), “O menino que sabia voar” e “O vampiro”. Atualmente, trabalha como diretor geral de animação e professor.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Palestra on-line sobre compras públicas para empreendedores ainda está com inscrições abertas

Publicado

em

Atividade será realizada no dia 17 deste mês, às 19h

Empreendedores que têm micros ou pequenas empresas também têm a possibilidade de realizar vendas para o poder público. Para quem quer saber como atuar nessa área, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o Portal de Compras Públicas e a Prefeitura de Hortolândia promovem a palestra on-line “Como vender para o poder público”. As inscrições devem ser feitas por meio deste LINK.

Para se inscrever, é necessário informar o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) da empresa. A palestra será ao vivo, no dia 17 deste mês, às 19hs. Os participantes receberão certificado.

De acordo com uma pesquisa do Sebrae, entre 2018 e 2021, as contratações de bens e serviços realizadas por órgãos públicos federais, estaduais e municipais movimentaram cerca de R$ 494 bilhões no Brasil. Desse total, R$ 129,4 bilhões (26%) correspondem aos pequenos negócios.

A palestra mostrará como funciona o processo de compras feitas pelo poder público e conhecerão benefícios que a lei oferece para MEIs (micro empreendedores individuais), MEs (micro empresas) e EPPs (empresas de pequeno porte).

Os empreendedores também aprenderão como participar de licitações e pregões. Outro assunto importante que será abordado são as mudanças na nova lei federal de licitações (Lei Nº 14.133), promulgada em abril de 2021, que deverá ser obrigatoriamente aplicada nos municípios até abril de 2023.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares