A GM (Guarda Municipal), força de segurança da Prefeitura de Hortolândia, registrou, durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho (de 01 a 03/05), 49 atendimentos relacionados à perturbação de sossego e aglomerações em toda a cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança, apesar de ainda estar alto, o número de ocorrências foi inferior ao registrado nos outros feriados prolongados ocorridos durante a quarentena de contenção à disseminação do Coronavírus.

“As equipes da Guarda Municipal realizam, diariamente, patrulhamento nas ruas e avenidas da cidade para manter a população protegida. Mesmo com o isolamento social no município, ainda estamos recebendo um grande número de denúncias relacionadas a aglomerações, em espaços públicos e particulares. Porém, neste feirado prolongado da semana passada, diminuímos quase à metade o atendimento a este tipo de ocorrência, se compararmos ao feriado prolongado do Dia de Tiradentes”, explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

De acordo com a Secretaria de Segurança, entre o penúltimo final de semana do mês de abril e o feriado de Tiradentes, as equipes da GM realizaram 88 atendimentos ligados a perturbação do sossego e aglomerações em espaços públicos, como praças e vias, ou em espaços privados, como chácaras. No final de semana da Páscoa, foram registrados 69 atendimentos pelo mesmo motivo. Apesar da diminuição de ocorrências de aglomeração de pessoas e perturbação de sossego, nos três últimos feriados, a Guarda Municipal atendeu ao todo 206 denúncias dessas infrações.

Desrespeito ao Decreto Municipal pode levar à delegacia

Segundo a Secretaria de Segurança, além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença O munícipe que flagrar a situação pode realizar a  denuncia e os infratores poderão ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Orientação ao comércio

Além da intensificação do patrulhamento para evitar aglomerações e perturbação de sossego, até agora, a Prefeitura de Hortolândia já orientou 1.800 estabelecimentos comerciais não-essenciais do município sobre como contribuir para evitar a disseminação da COVID-19. O mais recente balanço da Operação de Orientação sobre o Coronavírus foi divulgado, nesta terça-feira (05/05), pela Secretaria de Segurança.

A ação, que acontece desde 21 de março, é realizada diariamente pela Guarda Municipal, em conjunto com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o Setor de Fiscalização e a Vigilância Sanitária. Os agentes visitam diversos bairros da cidade para garantir o cumprimento do decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial neste tipo de comércio. No último dia 30 de março, a Prefeitura autorizou o funcionamento do comércio no sistema de delivery, walk-thru e drive-thru.

A operação é realizada para informar os comerciantes sobre como manter o estabelecimento funcionando de acordo com o decreto. Agora, quem descumprir a medida estará sujeito a autuação, multa e interdição por parte do Poder Público. 

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorSistema de drenagem é ampliado na Região Central para prolongamento de vias
Próximo artigoQuatro indivíduos procurados pela polícia são presos no Jardim São Pedro