Connect with us

Nossa Cidade

Grupo Odu faz última exibição on line de peça de teatro e realiza oficina virtual neste fim de semana

Publicado

em

Você gosta de assistir peças de teatro e tem curiosidade em saber como se cria um espetáculo? Então, confira a programação dupla deste fim de semana. A Companhia Odu fará a última exibição online da peça “Esse Morto Não É Meu”, neste sábado (30/01). A exibição será, às 20h, no canal do YouTube do próprio grupo, que pode ser acessado por este LINK. A peça também será exibida no canal do YouTube da Secretaria de Cultura, que pode ser acessado por meio deste LINK. Já no domingo (31/01), a trupe realizará a oficina “Viver de Arte”. A atividade será transmitida on line ao vivo, às 15h, também no canal do YouTube do grupo. A companhia é uma das contempladas com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, coletivos e empresas artísticas do município que tiveram as atividades paralisadas pela pandemia do Coronavírus.

A peça tem classificação indicativa de 14 anos. O espetáculo é uma comédia sobre uma família extravagante, formada por Perpétua, Tião e Paula, que mora em um apartamento na cidade de São Paulo. A história se desenrola a partir de um telefonema que Perpétua recebe do asilo onde sua sogra, Dona Graça, morava durante anos e com a misteriosa aparição de um cadáver largado atrás do sofá da sala. Após a exibição, acontece um bate-papo com o elenco. 

Já na oficina deste domingo (31/01), o grupo explicará como é o processo criativo de seus espetáculos. “A oficina será uma troca de saberes. Vamos falar sobre desde como é a criação da história, dos adereços, cenários. Também vamos abordar sobre como é o processo para viabilizar um espetáculo”, explica uma das integrantes da companhia, a atriz Carmen Bordalho. A oficina é aberta para a participação de outros artistas, grupos e coletivos artístico-teatrais, bem como para o público em geral. Não é necessário fazer inscrição. Quem não puder participar no dia, a oficina será gravada e ficará disponível no canal do YouTube da companhia. 

Peça “Esse Morto Não É Meu”:

Data: 30/01/2021

Horário: 20h

Direção: Raquel Magalhães

Dramaturgia: Companhia Odu

Cenografia, adereços e figurinos: Companhia Odu

Trilha sonora original: Marco Gonzalez

Iluminação e sonoplastia: Camila Guinatti

Criação e produção: Companhia Odu

Elenco: Gigi Nogueira (Perpétua), Raquel Magalhães (Dona Graça), Aldenir Carlota (Tião) e Carmen Bordalho (Paula) 

Ator convidado: Leandro Vitti (Boliva)

 

Oficina “Viver de Arte” com a companhia Odu:

Data: 31/01/2021

Horário: 15h

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Programa “Bolsa Empreendedor” recebe inscrições até este domingo (24/10)

Publicado

em

Programa é promovido pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Hortolândia

A pandemia do Coronavírus causou dificuldades para empreendedores informais. Muitos estão em situação de vulnerabilidade. Para ajudar essas pessoas a retomarem suas atividades, estão abertas as inscrições para o programa “Bolsa Empreendedor”, iniciativa do governo do Estado que conta com o apoio da Prefeitura de Hortolândia.

O programa é para MEIs (Microempreendedores Individuais) e desempregados, com prioridade para mulheres, jovens, populações negra e indígena, e PCDs (pessoas com deficiência). As inscrições devem ser feitas no site do programa, por meio deste LINK. O prazo de inscrição termina neste domingo (24/10). De acordo com o governo estadual, no início de novembro os selecionados para o programa serão comunicados via SMS e e-mail.

O programa oferecerá curso de qualificação empreendedora, formalização para MEIs e bolsa-auxílio de R$ 1.000,00 dividida em duas parcelas de R$ 500,00. 

De acordo com o governo estadual, o curso será ministrado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), com turmas em novembro e dezembro. O curso terá duração de uma semana, com total de 20 horas. O conteúdo abordará temas como empreendedorismo, ideias para abrir negócios, marketing, finanças e formalização.

Os participantes receberão certificado. As aulas serão ministradas em formatos on-line e presencial. As informações referentes ao curso, como datas, horários, local onde serão ministradas as aulas presenciais, entre outras, serão comunicadas pelo Sebrae aos participantes via SMS e e-mail até a primeira quinzena de novembro.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Mais bairros de Hortolândia recebem Operação Tapa-Buraco

Publicado

em

Ação busca evitar acidentes em vias onde há grande fluxo de veículos e circulação de ônibus, em Hortolândia

Outros seis bairros de Hortolândia receberam, nesta quarta-feira (20/10), a Operação Tapa-Buraco, realizada pela Secretaria de Serviços Urbanos. As equipes da Prefeitura de Hortolândia estiveram na Vila São Pedro, na Vila Real, na Vila Real Santista, Jardim Nova Hortolândia, no Parque Gabriel e no Jardim Everest.

Os trabalhos começaram bem cedo pela Vila São Pedro, onde os servidores fizeram reparo de buraco na Rua João Mendes. Em seguida, a equipe foi à Vila Real, para reparo do pavimento na Avenida Anhanguera. Depois, a ação aconteceu na Rua João Barreto da Silva, na Vila Real Santista; na Rua Frederico Alves da Costa, no Jardim Nova Hortolândia; e também na Rua dos Estudantes, entre o Jd. do Bosque e o Jardim Everest.

Na sexta-feira passada (15/10), a Operação Tapa Buraco passou por bairros da Região Central, seguindo em direção à Vila São Pedro, passado pelas seguintes ruas: Rua Carlos Roberto de Melo, no Parque Gabriel; Rua João Rodrigues Garajaú, no Parque São Miguel; Avenida Thereza Ana Cecon Breda, na Vila São Pedro; e Rua Cecília Pereira da Silva, no Jardim São Felipe.

De acordo com o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão, a Operação Tapa-Buraco é feita, periodicamente, priorizando as principais avenidas da cidade e ruas de circulação de ônibus, depois entrando pelo bairro. “Melhorar as vias significa dar mais segurança a usuários, veículos em geral, ambulâncias e munícipes, evitando acidentes”, afirma ele.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Câmara de Hortolândia aprova agendamento de consultas por telefone

Publicado

em

Objetivo é facilitar o agendamento na área da saúde, evitando as longas filas que atualmente acontecem nos centros de saúde

Os vereadores da Câmara de Hortolândia aprovaram Projeto que prevê o agendamento de consultas em centros de saúde por telefone. O projeto foi aprovado na última segunda-feira (18 de outubro) e tem autoria do vereador e presidente da Câmara, Paulo Pereira Filho, o Paulão (PL).

Faz muito tempo que as longas filas para agendamento de consultas médicas em Hortolândia é discutida na Câmara pelos vereadores. Pensando nisso foi proposto o Projeto de Lei nº 8/2021, que prevê que o agendamento seja feito via telefone em unidades básicas de saúde, centros de saúde e posto do Programa Saúde da Família.

A proposta ainda foi aprovada com uma emenda aditiva, apresentada pelo vereador Enoque Leal Moura (MDB), que prevê que o agendamento será efetuado em controle de registro único de consultas, sendo que o atendente deve se identificar nominalmente e informar ao paciente o número da ordem de agendamento, data e horário da consulta. Os livros de registros devem ser os mesmos para agendamentos presenciais e por telefone, e os agendamentos deverão ser feitos apenas com canetas esferográficas, sendo vedado o uso de lápis. Para entrar em vigor Projeto ainda precisa passar por sanção do prefeito Zezé Gomes.

Na mesma sessão ainda foi aprovado o Projeto de Decreto Legislativo 9/2021, também do vereador Paulão, que faz alteração no Decreto Legislativo 141/2014, que trata de critérios de concessão de títulos honoríficos e institui a Medalha de Mérito de 19 de Maio e a Zumbi dos Palmares.
Do vereador Derli de Jesus Athanázio Bueno (MDB), foi aprovado o Projeto de Lei 59/2021, que institui no calendário oficial da cidade a Semana Municipal da Língua Brasileira dos Sinais – Libras.

Continue Lendo

Populares