Nossa Cidade

Financiadores internacionais visitam canteiro de obras da Ponte Estaiada

Financiadores internacionais visitam a ponte estiada em hortolandia

Executivos constataram que cerca de 40% da obra já foi realizada pela Prefeitura

Dois executivos do banco venezuelano CAF (Corporação Andina de Fomento) visitaram, na manhã de hoje, as obras da Ponte Estaiada e da lagoa de contenção de enchentes JAC 1, em construção pela Prefeitura de Hortolândia às margens do Ribeirão Jacuba, na região do Jardim Carmem Cristina. A visita teve como objetivo verificar o andamento dos trabalhos nos canteiros e se a aplicação dos recursos está sendo feita de maneira correta e eficaz pela Administração, por meio da Secretaria de Obras.

As visitas dos agentes financiadores são rotineiras e acontecem a cada 180 dias. Esta é a terceira vez que executivos da instituição parceira vêm à Hortolândia acompanhar a construção. O banco venezuelano emprestou US$ 22,1 milhões para a Administração realizar a obra, tendo como avalista o Governo Federal.

Orçada em R$ 64,4 milhões, a ponte, que tem início na Rua João José da Silva, no Jardim Santa Rita de Cássia, permitirá a interligação com a Avenida Projetada, no Jardim Nova América, ligando as regiões Leste e Oeste da cidade. Quando finalizada, terá cerca de 600 metros de extensão (180m estaiados) e 16,9 metros de largura.

ESTRUTURA

Durante a visita ao local, Síntia Yañez Aguilar (executiva principal do Meio Ambiente) e Bruno Nadalutti (executivo Brasil) puderem constatar que já foram colocados 100% dos pilares, 90% das grandes vigas (conhecidas como “longarinas”, são as estruturas afixadas no sentido longitudinal) e 80% das pré-lajes. Também já começou a ser erguido o mastro de estaiamento, de onde saem os cabos (os estais) que seguram as vigas. Quando observada de longe, após terminada, a estrutura tem formato semelhante à de uma espinha de peixe. Atualmente, já foram executadas de 35% a 40% das etapas previstas para a obra. A previsão da Administração Municipal é que a ponte esteja pronta no primeiro semestre de 2014.

“A importância da visita está em mostrar a transparência do projeto feito pela Prefeitura”, afirma o secretário de Obras Ronaldo Reis. “A Administração tem este cuidado de manter as informações às claras, à disposição da comunidade e também dos parceiros, neste caso, agentes financeiros”, assinala.

A Ponte Estaiada é uma das obras previstas no Plano Diretor de Sistema Viário, em implantação pela Prefeitura. O projeto completo, elaborado com a participação da comunidade, prevê pontes e viadutos em diversos pontos da cidade, além de avenidas marginais, rotatórias e ciclovias que vão integrar as regiões e facilitar o ir e vir das pessoas pelos próximos 20 anos.

Texto: Ana Medina Néri

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98