Está rolando nas redes sociais, mais especificamente no Whatsapp, um informação dizendo que o TRE-SP irá anular as eleições em Hortolândia.

Porém o link divulgado não passa de uma pegadinha, e quando o internauta clica no link aparece o Tiririca dizendo que é mentira.

O problema desta brincadeira é que muita gente não clica no link e acaba tomando a informação como verdadeira, pois uma técnica usando o link do Portal G1 de notícias faz com que o link pareca verdadeiro.

“Divulgação de notícia falsa

Art. 287-A – Divulgar notícia que sabe ser falsa e que possa distorcer, alterar ou corromper a verdade sobre informações relacionadas à saúde, à segurança pública, à economia nacional, ao processo eleitoral ou que afetem interesse público relevante.

Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave.

§ 1º Se o agente pratica a conduta prevista no caput valendo-se da internet ou de outro meio que facilite a divulgação da notícia falsa:

Pena – reclusão, de um a três anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave.

§ 2º A pena aumenta-se de um a dois terços, se o agente divulga a notícia falsa visando a obtenção de vantagem para si ou para outrem”.