Connect with us

Nossa Cidade

Estudantes municipais participam pela 1a vez da Mostra Brasileira de Foguetes

Publicado

em

 

Pela primeira vez, estudantes do Ensino Fundamental, da rede municipal de Hortolândia, participam da 13a. Mobfog (Mostra Brasileira de Foguetes), iniciativa coordenada pelo Prof. Dr. João Batista Garcia Canalle, do Instituto de Física da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), que reúne, em torno do tema, professores e alunos de escolas públicas e particulares em todo o Brasil e também promove a OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica). Esta segunda-feira (13/05) foi dia de testes para os dois grupos inscritos na Mobfog, sob a supervisão da professora de Ciências, Maria Victória Baptista Palmero: colocar o foguete no ar. Na próxima sexta-feira (17/05), o desafio é participar da prova teórica da OBA.

No Jd. Novo Horizonte, por volta das 11h30, alunos da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Taquara Branca “Agenor Miranda da Silva” testaram, na área externa, localizada ao lado da quadra, os protótipos construídos em sala. O grupo de jovens, entre 12 e 13 anos, cursa o 8o ano do Ensino Fundamental. No final da tarde, no campo municipal do Remanso Campineiro, foi a vez dos participantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) da Emef Nicolas Tiago dos Santos Lofrani, do Jd. Sumarezinho, lançarem seus foguetes. Mais experientes, os participantes, com idades entre 16 e 60 anos de idade, têm entre os integrantes alunos com experiência em marcenaria e ferramentaria.

Os modelos são movidos a água e ar comprimido e feitos com material plástico – corpo de garrafa PET, aletas de pastas plásticas e bexigas. “A construção da base de lançamento, que é o principal, requer bastante material, canos, conexões, válvulas, presilhas, abraçadeiras, barbante, bombinha para pneu de bicicleta, dentre outros. Quando a professora Victória nos apresentou a proposta do foguete, a escola abraçou o projeto. Adquirimos os materiais; outros conseguimos por meio de doação com a comunidade escolar e de empresas parceiras”, comenta a diretora da Emef Taquara Branca, Juliana Petrini. O projeto teve o apoio de toda a equipe gestora, que inclui a vice-diretora, Renata Silva de Paula e a coordenadora Raquel Soares Guttierrez. 

Para atender os objetivos da Mobfog, de construir foguetes que respondam ao lançamento, a professora propôs aos alunos a aplicação prática de conhecimentos teóricos em diversas áreas das ciências, como matemática e física. A cada etapa, era preciso encontrar respostas que solucionassem os problemas formulados em questões pontuais: “Por que o ângulo de 45 graus de base é o ideal para o lançamento? Como o foguete, na distribuição da aletas (as asas laterias), dá direcionamento e orientação? Quanto ao formato, o que faz com que o protótipo quebre a resistência do ar e atinja grandes distâncias?”, questionava a professora. “Fizemos por tentativa e erro, mudando materiais, quando necessário. No caso das aletas, testamos pasta plástica e papelão e vimos que o plástico, por ser mais leve, dava boa orientação. No caso do ângulo, nossos alunos da EJA, por alguns serem marceneiros e ferramenteiros, já sabiam que o ideal era o de 45 graus, mas não conseguiam responder porquê. Eles tinham o saber prático e aprenderam a teoria por trás. No projeto, aprendemos que este ângulo é o ideal porque permite ao foguete alcançar maior distância. Este era o nosso desafio e não fazer o que sobe mais alto”, afirma Victória.

Nos testes pela manhã, houve tentativas frustradas, mas também bem-sucedidas. Numa delas, o foguete alcançou 10 metros de distância; noutras, 39 e 45 metros. Para alegria dos jovens projetistas, que acompanhavam de perto cada etapa.

“Aprendi como montar a base para o foguete, como soltar, como colocar pressão. É preciso usar matemática para calcular os lados da base e a física para traçar o percurso. É legal participar deste concurso. É um desafio”, afirma Yasmin Novais Vieira, de 13 anos, estudante da Emef Taquara Branca. “Eu também gostei. É muito interessante. Um foguete feito com garra Pet, de materiais fáceis de arrumar. E surpreendeu quando voou. É porque calculamos as medidas certas. Se fossem erradas, ele ia para qualquer lado, o percurso alteraria e a velocidade ficaria diferente. Aprendi sobre ciências na pressurização e também sobre ecologia, porque usamos materiais recicláveis. Foi muito bom e divertido”, comenta o colega de sala Nicolas da Silva, também de 13 anos.

Segundo o site oficial da OBA/Mobfog, a 20a. Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, realizada em 19 de maio de 2017, mobilizou 661.359 participantes, em 7.294 escolas brasileiras.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

A mais nova jogadora profissional de Valorant no país é de Hortolândia

Publicado

em

A hortolandense Natália Vilela do bairro Vila São Pedro, de apenas 17 anos, é conhecida no mundo dos games como DAIKI. E se transformou na mais nova jogadora profissional de Valorant do Brasil, além disso, tem potencial para se tornar atleta revelação e melhor atleta feminina de 2021. Tudo porque concorre em duas categorias no Prêmio eSports Brasil.

E no ano passado, já havia sido escalada no time Gamelanders, para competir, primeiramente, no Valorant Masters Brazil e, logo após, para outro torneio na Islândia. Ou seja, este é apenas o início de uma grande trajetória e, em breve, irá participar de competições maiores na Europa.

Antes de entrar no Valorant, DAIKI teve experiências em Point Blank, CrossFire e CS:GO.

Quer votar na atleta hortolandense, para que ela vença as duas categorias que concorre? Acesse https://peb.gg/

O Que é Valorant?

Valorant é um jogo em primeira pessoa, desenvolvida pela mesma empresa que trouxe League of Legends (LoL), chamada Riot Games. Já são mais de 14 milhões de jogadores pelo mundo e conta com a versão para PC e para mobile.

O game mescla CS:GO e Overwatch e é uma disputa 5 contra 5, dentro de um mapa com diversas possibilidades táticas.

O objetivo do time que estiver em ataque é ativar e explodir a bomba (ou eliminar os jogadores adversários). O time de defesa deverá defender o território. Após a rodada 12, os times invertem de lado. A equipe que fizer 13 pontos primeiro, vence.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Biblioteca Municipal de Hortolândia faz cadastro online de usuários

Publicado

em

Se você gosta de ler, veja só o incentivo que a Prefeitura de Hortolândia oferece a quem quer se associar à Biblioteca Municipal “Terezinha França de Mendonça Duarte”, da Secretaria de Cultura. A partir de agora, é possível se cadastrar sem sair de casa.

Para fazer o COB (Cadastro Online Biblioteca), basta ter uma conta no Gmail, entrar nela e acessar o formulário da Biblioteca e, neste ambiente remoto, postar os documentos necessários à inscrição.

O link do drive é o seguinte: https://docs.google.com/forms/d/1zBpE75KwKuDAwQ8dKSyOjquZEd8dg8ww8GMRF0EuMWE/viewform?edit_requested=true. Os documentos são: foto (selfie), carteira de identidade (RG) e comprovante de endereço. Os arquivos podem estar tanto no formato de foto (jpeg), quanto de documento (PDF).

“O cidadão enviará seus dados e documentos em formato digital, como indicado no formulário que será disponibilizado através de link e QR Code. Depois, é preciso entrar em contato com a biblioteca através dos canais de atendimento (telefone ou WhatsApp), para que a equipe valide as informações e a documentação do solicitante. O cadastro será finalizado e validado somente com a presença do solicitante na biblioteca”, explica a bibliotecária responsável pelo projeto COB, Andreia Santos.

Depois da validação, será agendado horário para que o cadastro seja finalizado presencialmente. O horário sugerido pelo solicitante pode ser aceito, de acordo com a disponibilidade da equipe. O BiblioZap, o whatsapp da Biblioteca, é (19) 98970-7332.
A Biblioteca Municipal fica na Rua Luiz de Camilo Camargo, 581, no piso inferior do Open Shopping, no Centro de Hortolândia. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h. Para serviços como empréstimos, renovações presenciais, cadastro de usuários, o horário vai até 16h50. Outras informações podem obtidas pelos seguintes canais, telefone: (19) 3887 1684 e e-mail: [email protected].

Segundo a equipe da Biblioteca Municipal, entre as vantagens do COB estão: agendar horário agiliza o atendimento e evita a formação de filas, elimina o custo de cópias impressas e flexibiliza o atendimento da biblioteca, além disso, contribui para a sustentabilidade social, com a redução do uso de papéis.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação exclusivamente de 2ª dose contra a COVID-19, neste sábado (23/10)

Publicado

em

A imunização será feita nas UBS Amanda II e Rosolém e no Centro de Lutas Eliel Gomes

Você ainda não recebeu a 2ª dose contra a COVID-19? Então, se liga! Neste sábado (23/10), a Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação exclusivamente de 2ª dose para pessoas cuja data está agendada para este sábado e para pessoas que estão atrasadas com a 2ª dose.

A vacinação acontecerá nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) Amanda II e Rosolém e no Centro de Lutas Eliel Gomes (para pacientes cuja unidade de referência é a Dom Bruno), localizado na rua Brigadeiro Faria Lima, 400, Vila Real. O horário da vacinação será das 8h às 15h30.

A Secretaria de Saúde reforça a solicitação às pessoas para que completem a imunização com a 2ª dose. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, cerca de 18.000 pessoas estão faltantes com a 2ª dose na cidade. A Secretaria de Saúde salienta ainda que é importante completar a imunização para que o município atinja mais rapidamente 100% da população protegida contra a COVID-19 e, assim, agilizar o processo de retomada das atividades presenciais no município.     

Para receber a 2ª dose é necessário levar documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e o comprovante da 1ª dose. Já os adolescentes com comorbidades ou não devem ir acompanhados de pai, mãe ou responsável. O adolescente também pode receber a 2ª dose desacompanhado. Para isso, ele deve levar o termo de autorização assinado por pai, mãe ou responsável. O termo está disponível nas UBS ou pode ser baixado no site da Prefeitura, no link para o agendamento.

Hortolândia inicia vacinação da 1ª dose contra a COVID-19 por livre demanda, nesta segunda-feira (25/10)

A imunização é realizada de segunda à sexta-feira, das 8h às 15h30

A fim de agilizar ainda mais a imunização contra a COVID-19 na cidade, a Prefeitura de Hortolândia inicia a vacinação da 1ª dose por livre demanda, sem a necessidade de fazer agendamento, nesta segunda-feira (25/10). A vacinação é realizada em diferentes UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município, em cada dia da semana (confira o cronograma abaixo), sempre das 8h às 15h30.

De acordo com a Secretaria de Saúde, para ser imunizado é necessário apresentar Carteira de Identidade ou algum documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço deste ano. Adolescentes de 12 a 17 anos também podem receber a 1ª dose, desde que acompanhados de pai, mãe ou responsável. Os menores também podem receber a vacina desacompanhados. Para isso, eles devem levar o termo de autorização assinado por pai, mãe ou responsável. O termo está disponível nas UBSs ou pode ser baixado no site da Prefeitura, no link para o agendamento (CLIQUE AQUI).

Confira abaixo o cronograma para a vacinação contra a COVID-19 por livre demanda:

Segunda-feira: UBS Figueiras, UBS Novo Ângulo, UBS Orestes Ôngaro, e Centro de Lutas Eliel Gomes (para pacientes cuja unidade de referência é a Dom Bruno)

Terça-feira: UBS Amanda I, UBS Nova Europa, UBS Parque do Horto e UBS Rosolém

Quarta-feira: UBS Campos Verdes, UBS São Jorge e UBS Santiago

Quinta-feira: UBS Santa Esmeralda e UBS Taquara Branca Sexta- feira: UBS Adelaide, UBS Amanda II, UBS Santa Clara e UBS São Bento

Continue Lendo

Populares