Connect with us

Nossa Cidade

Entrega de uniforme e material escolar representa economia às famílias

Publicado

em

 

A Prefeitura de Hortolândia realiza, ao longo deste mês, a entrega de uniformes e material escolar aos cerca de 25 mil alunos da rede municipal de ensino. A ação, resultado do esforço da Administração Municipal em priorizar a Educação, garante economia às famílias. Um conjunto de uniforme semelhante ao que é entregue pela Prefeitura custaria aproximadamente R$ 150 numa confecção; já o kit de material escolar teria preço médio de R$ 150 se fosse comprado em papelaria, totalizando uma despesa de R$ 300. Para uma família com renda de dois salários mínimos – cerca de R$ 2.000, a soma de gastos com uniforme e material escolar representa 15% do orçamento do mês, valor que é economizado e pode ser investido em alimentação e lazer, por exemplo. E a economia aumenta se há mais de uma criança em casa.

De acordo com a economista Alessandra Rosa, da Prefeitura de Hortolândia, a economia garantida por meio do fornecimento gratuito destes itens é revertida em bens de consumo para a própria família. “O preço médio da cesta básica está em torno de R$ 90. Podemos considerar que, se a família economiza R$ 300 por criança, ela aumenta sua capacidade de compra de produtos de primeira necessidade, como arroz, feijão, leite e açúcar. Num segundo momento, investe em lazer e qualidade de vida, como passeios”, observa Alessandra.

Cruzando os dados da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) e as informações da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, a economista identificou que 75% das crianças com idade entre zero e 12 anos estudam em escolas municipais de Hortolândia; grande parte delas são de famílias com renda de até dois salários mínimos. “Isso significa que são muitas as famílias onde o valor economizado é revertido em bens de consumo. Para aquelas com uma renda maior, o impacto econômico é proporcionalmente menor. Porém, para quem ganha menos, ou tem mais filhos, os benefícios são maiores”, justifica Alessandra.

Este é o caso da Joselândia Mendes Pereira, educadora infantojuvenil, de 30 anos, mãe das gêmeas Amanda e Yasmin, de seis anos. A meninas estudam na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Dra. Zilda Arns Neumann, no Jd. Estela. Joselândia recebeu dois conjuntos completos de uniforme e material escolar. “É uma economia imensa pois, no meu caso, são duas crianças estudando. Quando elas eram menores, frequentavam creche particular. A lista de material escolar custava R$ 280, porque pedia produtos bem específicos. Tinha ainda o uniforme, que todo ano precisava comprar. Tudo isso, multiplicado por dois”, lembra a mãe das gêmeas.

Atualmente, a renda familiar de Joselândia é de R$ 1.800. Grávida e com o orçamento apertado, ela comemora o fato de ter recebido uniforme e material gratuito da Prefeitura. “Sempre falo para as meninas valorizarem a roupa de ir para a escola, os cadernos e lápis que têm, porque isso significa muita coisa boa para nossa família. Hoje elas fazem balé e a gente consegue passear aos finais de semana, ir ao bosque, ao zoológico, graças ao dinheirinho que sobra”, destacou.

“Em momentos de crise, quando muitas famílias estão desempregadas, é tudo muito difícil. E isso não é diferente para a Prefeitura, porque nossos investimentos dependem da arrecadação de impostos. Mas nós acreditamos na escola e não podemos parar. Tratamos a Educação como prioridade e escolhemos investir em uniformes e material escolar, entre outros itens, como merenda escolar, que garantem aos estudantes um atendimento de qualidade em sala de aula e economia às famílias”, enfatiza o prefeito Angelo Perugini.

A entrega de uniformes escolares acontece desde o início da semana. Nesta quarta-feira (13/02), a ação foi nas seguintes escolas: EMEF Jd. Nova Europa, no Jd. Nova Europa; EMEF Caio Fernando Gomes Pereira, no Jd. N. Sra. Auxiliadora; EMEF Prof. Cláudio Roberto Marques, no Jd. Santana; e EMEF Profª Janilde Flores G. do Vale, na Vila Real. 

Educação de qualidade é prioridade

O investimento da Prefeitura de Hortolândia no atendimento de qualidade aos alunos da rede municipal vai além da oferta de uniforme e material escolar. Outros investimentos fazem parte das ações da Administração Municipal, que trata a Educação com prioridade. A merenda escolar, por exemplo, traz cardápios bastante nutritivos aos alunos, com arroz, feijão, carne, legumes e verdura e suco natural, servidos todos os dias. Nas Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil), crianças de creche contam com roupas de banho e cama para os cuidados diários, além de produtos de higiene, como shampoo e sabonetes infantis. Outro serviço realizado pela Prefeitura é o de transporte escolar: alunos a partir de três anos que morem a mais de 2 quilômetros de distância da escola onde estão matriculados têm direito ao benefício. Para isso, basta entrar em contato com a secretaria escolar e aguardar orientação sobre a rota do ônibus escolar que passa mais perto da residência.

De acordo com informações da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o município investe R$ 41,450 milhões por ano com todos estes serviços, que atendem cerca de 25 mil alunos. Só em uniformes escolares, são R$ 5,4 milhões/ano; material escolar representa R$ 2,8 milhões/ano. Este volume faz parte dos 25% do orçamento municipal destinados à Educação, montante proveniente de impostos recolhidos pela Administração Municipal. “Quem paga imposto é a população. Quando a Prefeitura oferece uniforme, material, escolar, merenda de qualidade, tudo isso é realizado com dinheiro do povo. Trabalhamos para garantir que as crianças tenham o melhor atendimento nas escolas, pois é isso que elas merecem. Quando os alunos recebem o uniforme escolar e o material, têm que dizer aos pais ‘Muito obrigado’ pois foram eles que conquistaram este benefício”, observou Perugini.

“É uma honra trabalhar numa Prefeitura onde o prefeito é professor, pois ele tem um olhar pela cidade como o educador olha para o aluno em sala de aula. A Prefeitura faz o melhor que pode pela Educação: fornece uniforme, material, contrata professores. Mas precisamos contar com apoio das famílias. Precisamos trabalhar juntos, olhar o caderno das crianças, ajudar na lição de casa. Só assim vamos tornar esses alunos cidadãos que vão deixar Hortolândia uma cidade cada vez melhor”, completou a secretária de Educação, Alessandra Amora Barchini.

PIC

Os investimentos em educação fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), que prevê cerca R$ 400 milhões para promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Por meio do programa, a Prefeitura quer melhorar a prestação dos serviços públicos municipais em todas as áreas, em especial, na saúde, educação, segurança, mobilidade urbana e geração de emprego.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Mais bairros de Hortolândia recebem Operação Tapa-Buraco

Publicado

em

Ação busca evitar acidentes em vias onde há grande fluxo de veículos e circulação de ônibus, em Hortolândia

Outros seis bairros de Hortolândia receberam, nesta quarta-feira (20/10), a Operação Tapa-Buraco, realizada pela Secretaria de Serviços Urbanos. As equipes da Prefeitura de Hortolândia estiveram na Vila São Pedro, na Vila Real, na Vila Real Santista, Jardim Nova Hortolândia, no Parque Gabriel e no Jardim Everest.

Os trabalhos começaram bem cedo pela Vila São Pedro, onde os servidores fizeram reparo de buraco na Rua João Mendes. Em seguida, a equipe foi à Vila Real, para reparo do pavimento na Avenida Anhanguera. Depois, a ação aconteceu na Rua João Barreto da Silva, na Vila Real Santista; na Rua Frederico Alves da Costa, no Jardim Nova Hortolândia; e também na Rua dos Estudantes, entre o Jd. do Bosque e o Jardim Everest.

Na sexta-feira passada (15/10), a Operação Tapa Buraco passou por bairros da Região Central, seguindo em direção à Vila São Pedro, passado pelas seguintes ruas: Rua Carlos Roberto de Melo, no Parque Gabriel; Rua João Rodrigues Garajaú, no Parque São Miguel; Avenida Thereza Ana Cecon Breda, na Vila São Pedro; e Rua Cecília Pereira da Silva, no Jardim São Felipe.

De acordo com o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão, a Operação Tapa-Buraco é feita, periodicamente, priorizando as principais avenidas da cidade e ruas de circulação de ônibus, depois entrando pelo bairro. “Melhorar as vias significa dar mais segurança a usuários, veículos em geral, ambulâncias e munícipes, evitando acidentes”, afirma ele.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Câmara de Hortolândia aprova agendamento de consultas por telefone

Publicado

em

Objetivo é facilitar o agendamento na área da saúde, evitando as longas filas que atualmente acontecem nos centros de saúde

Os vereadores da Câmara de Hortolândia aprovaram Projeto que prevê o agendamento de consultas em centros de saúde por telefone. O projeto foi aprovado na última segunda-feira (18 de outubro) e tem autoria do vereador e presidente da Câmara, Paulo Pereira Filho, o Paulão (PL).

Faz muito tempo que as longas filas para agendamento de consultas médicas em Hortolândia é discutida na Câmara pelos vereadores. Pensando nisso foi proposto o Projeto de Lei nº 8/2021, que prevê que o agendamento seja feito via telefone em unidades básicas de saúde, centros de saúde e posto do Programa Saúde da Família.

A proposta ainda foi aprovada com uma emenda aditiva, apresentada pelo vereador Enoque Leal Moura (MDB), que prevê que o agendamento será efetuado em controle de registro único de consultas, sendo que o atendente deve se identificar nominalmente e informar ao paciente o número da ordem de agendamento, data e horário da consulta. Os livros de registros devem ser os mesmos para agendamentos presenciais e por telefone, e os agendamentos deverão ser feitos apenas com canetas esferográficas, sendo vedado o uso de lápis. Para entrar em vigor Projeto ainda precisa passar por sanção do prefeito Zezé Gomes.

Na mesma sessão ainda foi aprovado o Projeto de Decreto Legislativo 9/2021, também do vereador Paulão, que faz alteração no Decreto Legislativo 141/2014, que trata de critérios de concessão de títulos honoríficos e institui a Medalha de Mérito de 19 de Maio e a Zumbi dos Palmares.
Do vereador Derli de Jesus Athanázio Bueno (MDB), foi aprovado o Projeto de Lei 59/2021, que institui no calendário oficial da cidade a Semana Municipal da Língua Brasileira dos Sinais – Libras.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Inscrições para estudar no Sesi-SP em 2022 iniciam em 26 de outubro

Publicado

em

A partir das 8 horas da manhã do dia 26 de outubro de 2021 estarão abertas as inscrições para os interessados em matricular seus filhos na rede escolar SESI-SP de todo o Estado, para o ano letivo de 2022. As vagas são para a Educação Infantil e os Ensinos Fundamental e Médio. O cadastro deve ser feito exclusivamente online, pelo site do Sesi-SP, a partir da data de início do processo seletivo.

Saiba quem pode se inscrever e quais as datas

Têm prioridade nas vagas os dependentes legais de funcionários das empresas contribuintes do SESI (Beneficiários). Também inclusos na categoria, os dependentes legais de funcionários do SESI-SP, SENAI-SP, FIESP, CIESP e IRS. Para esse público, o período de inscrições fica aberto das 8 horas do dia 26 de outubro até às 16h do dia 3 de novembro.

Demais públicos (Não Beneficiários) poderão se cadastrar a partir das 8 horas do dia 5 de novembro até às 16 horas de 8 de novembro. Estes inscritos serão contemplados após atendimento aos Beneficiários, de acordo com a disponibilidade de vagas em cada unidade escolar. A abertura de inscrições estará condicionada a análise da demanda das demais categorias em cada unidade e ano escolar.

Não serão aceitas inscrições fora do período designado por categoria.

Unidades escolares e vagas disponíveis

No ato do cadastro, o sistema de inscrições mostrará somente as séries e unidades escolares com vagas disponíveis, entre as 142 escolas da instituição.

Em 2022, o SESI-SP atuará com turmas de Educação Infantil, para crianças de 4 e 5 anos de idade, em quatro cidades: capital paulista (no bairro Santana), São José do Rio Preto, Suzano, além de Birigui, que inaugura a modalidade no próximo ano.

Sorteio de vagas para candidatos da Educação Infantil ao 3º ano do Ensino Fundamental

Para concorrer as vagas da Educação Infantil e do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, os candidatos participam de um sorteio por categoria (Beneficiários e Não Beneficiários) sempre que o número de inscritos for maior que o número de vagas em cada categoria. A divulgação da lista de inscritos sai em 10 de novembro, às 14 horas, e o sorteio ocorrerá no dia 12 do mesmo mês, às 9 horas. Para acesso aos resultados destas etapas, os responsáveis devem comparecer diretamente na escola em que o candidato for inscrito.

Vagas para demais séries serão preenchidas por meio de sorteio e análise de rendimento escolar

Os candidatos a vagas a partir do 4º ano do Fundamental ao Ensino Médio também passarão pela etapa de sorteio e, posteriormente, por análise de rendimentos do histórico escolar nas disciplinas de Português e Matemática, referentes ao ano letivo de 2020.

A divulgação da lista de inscritos sai em 10 de novembro, às 14 horas, e o sorteio ocorrerá no dia 12 do mesmo mês, às 9 horas. Para acesso aos resultados destas etapas, os responsáveis devem comparecer diretamente na escola em que o candidato for inscrito.

Matrículas

Os responsáveis pelos candidatos aprovados para as turmas do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental têm entre os dias 16 de novembro a 22 de dezembro para efetuar matrícula. Para todas as demais séries, o prazo fica entre 26 de novembro até 22 de dezembro.


Mensalidades

Os valores das mensalidades devem ser consultados diretamente na unidade escolar de interesse ou no ato do cadastro no sistema de inscrições.

Confira o Cronograma de Inscrições e Matrículas:

Processo seletivo 2022 – rede escolar SESI-SP (principais datas)
26/10/2021 a 3/11/2021Inscrições para dependentes legais de Beneficiários da indústria e de funcionários SESI-SP, SENAI-SP, FIESP, CIESP, IRS
5 a 8/11/2021Inscrições para Não Beneficiários*
10/11/2021Divulgação da lista de inscritos para Sorteio (diretamente na unidade escolar)
12/11/2021Sorteio (diretamente na unidade escolar)
16/11 a 22/12/2021Educação Infantil e 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental: Período para entrevista com os responsáveis, entrega de documentos e efetivação da matrícula
16 a 2311 /20214° ao 9° ano do Ensino Fundamental e 1º ao 3° ano do Ensino Médio: Período para inserção no sistema de inscrições das notas de Português e Matemática, referentes ao ano letivo de 2020, juntamente com o upload dos documentos comprobatórios para a análise dos rendimentos
25/11/20214° ao 9° ano do Ensino Fundamental e do 1º ao 3° ano do Ensino Médio: Divulgação da lista dos candidatos classificados no processo de análise de rendimentos
26/11 a 22/12/20214º ao 9º ano do Ensino Fundamental; e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio: Período para entrega de documentos e efetivação da matrícula

* No Ensino Fundamental e no Ensino Médio, a critério do SESI-SP, a abertura de inscrições para candidatos Não Beneficiários estará condicionada a análise da demanda das demais categorias em cada unidade e ano escolar.

Continue Lendo

Populares