Estudantes de 1º a 5º ano, matriculados no programa de Educação Integral, na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Dayla Cristina Souza de Amorim, no Jd. Santiago, participaram, na manhã desta segunda-feira (04/11), do plantio de 10 mudas de árvores e plantas ornamentais no ambiente escolar.

A ação, parte integrante do PPP (projeto político pedagógico) da escola, também está alinhada com o projeto Gota D’Água, promovido pelo Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), em parceria com a Prefeitura, por meio das secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. A calçada externa ganhou Quaresmeiras, Ipês e Aroeiras Salsas, respeitando o conceito de “Espaço Árvore”. Já nos espaços internos, o processo de revitalização da unidade começou pelo plantio de espécies ornamentais, como Pata de Elefante, Ixória e Jasmim Manga.

Também conhecido como “calçada verde”, o “Espaço Árvore” é uma técnica de plantio benéfica tanto para a própria árvore quanto para o pavimento. Por meio dela é possível ampliar as áreas de escoamento de água, possibilitando maior infiltração no solo, até as camadas mais profundas, e o abastecimento dos lençóis freáticos, o que permite também a preservação de nascentes encontradas em Hortolândia. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, ela consiste em criar, no entorno do tronco, uma área maior que a habitual para a penetração de água no solo.

Segundo a assistente de direção, Kelli Cristina Ferreira, as ações de revitalização dos espaços da Emef Dayla continuarão no próximo ano, passando também pela horta e pelo estacionamento. Além de professores e demais funcionários da escola, pais e familiares foram convidados a se envolver no projeto.

GOTA D’ÁGUA

Lançada em agosto passado, a edição deste ano do projeto Gota D’Água é realizada em todas as 57 escolas municipais, envolvendo 25 mil estudantes da rede em torno do tema “Água e Saneamento – Sua Gota faz a Diferença”. Até novembro, cada uma delas realizará eventos para mostrar à comunidade o que desenvolveram sobre o assunto. A Prefeitura integra o Consócio PCJ e, há 20 anos, desenvolve, anualmente, atividades voltadas aos temas propostos.

“Neste ano, tivemos ações como cisterna escolar, revitalização dos espaços escolares, horta, compostagem, uso consciente dos recursos naturais.Todo o trabalho desenvolvido com as unidades escolares tem como objetivo sensibilizar e conscientizar alunos e familiares a respeito do uso consciente dos recursos naturais e a importância de se verem como agentes de transformação, buscando cada qual, em sua comunidade e realidade, soluções possíveis para problemas reais de degradação e poluição e a geração de resíduos”, explica a coordenadora pedagógica responsável, Juliana Santos.

De acordo com ela, a partir das ações desenvolvidas, o município elaborou material audiovisual, enviado ao Consórcio PCJ e selecionado para concorrer ao prêmio “Sua Gota faz a Diferença”. Hortolândia disputará com outros quatro municípios: Artur Nogueira, Cosmópolis, Itatiba e Nova Odessa. A avaliação será nesta quarta-feira (06/11).

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia