Nossa Cidade

Em Hortolândia, profissionais da educação se preparam para etapa intermunicipal da CONAE

Conferência discute os novos rumos do ensino público e privado no Brasil

Reuniao Preparatoria - II CONAE

Cerca 100 pessoas, entre delegados e ouvintes, participaram, nesta quinta-feira (27/06), de mais uma reunião preparatória para a etapa intermunicipal da II CONAE (Conferência Nacional de Educação), marcada para esta sexta-feira (28/07) e sábado (29/07), na Unisal (Centro Universitário Salesiano de São Paulo), em Campinas. O encontro de trabalho, a convite da Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, aconteceu na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Prof. Cláudio Roberto Marques, no Jardim Santana.

A segunda reunião teve como objetivo orientar os participantes, a partir dos documentos oficiais, e serviu para que os presentes tirassem todas as dúvidas a respeito desta etapa da conferência, que tem o intuito de definir os novos rumos do ensino público e privado no Brasil.

A abertura dos trabalhos foi feita pela secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, que enfatizou os sete eixos da CONAE e destacou aspectos como gestão democrática, financiamento da educação, participação popular, respeito às diversidades e valorização dos profissionais. “Temos grandes desafios pela frente, entre eles, batalhar por uma educação pública de qualidade”, afirmou.

Segundo ela, são imprescindíveis o diálogo e a participação da comunidade para a construção coletiva dos caminhos que queremos para a educação no Brasil.

A dirigente regional de ensino de Sumaré, Dirceuza Biscola, fez questão de lembrar, durante o encontro, que a CONAE é fruto da construção coletiva e recomendou que os conferencistas pensassem em ações concretas e na construção de um plano que garanta o que é comum a todos os brasileiros, nas especificidades de cada município. “A discussão nasce aqui no chão da escola e é uma preparação para as conferências micro, macro, estadual e nacional”, destacou.

As conferências intermunicipais seguem o cronograma de discussões em preparação para a etapa nacional, que será realizada em fevereiro de 2014, em Brasília.

Sérgio Roberto Perogil, estudante e funcionário da EE (Escola Estadual) José Claret Dionísio, considera a conferência um importante momento histórico da educação. “Esta é a primeira vez que participo de um encontro dessa grandeza, com tópicos fundamentais para toda sociedade. Queremos investimentos e recursos para uma educação melhor para os nossos filhos”, enfatizou.

A professora Maria de Fátima Martins de Oliveira, da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Lílian Cristiane Martins de Araújo evidenciou a necessidade dos enfrentamentos coletivos para que se alcance os resultados da educação com qualidade para todos. “Leciono há 25 anos e considero muito importante participar de discussões tão significativas para elaboração de um plano nacional mais democrático”, explicou.

José Roberto da Silva, diretor da EE Profª Conceição Aparecida Terza Gomes Cardinales, ressaltou a importância da mobilização e divulgação da conferência Intermunicipal. “Os desafios da educação tanto em nível nacional, quanto nas esferas estaduais e municipais exigem de todos os educadores e gestores convicção para materializar o PNE nas escolas”, disse.

A conferência é dividida em quatro etapas: municipal, intermunicipal, estadual e nacional. A etapa estadual ocorre em Serra Negra, em setembro deste ano. A CONAE foi realizada pela primeira vez em 2010 e deve ocorrer periodicamente, a cada quatro anos, para constituir o Sistema Nacional de Educação no Brasil e o Plano Nacional de Educação.

A segunda edição nacional da Conferência terá como base para os debates o documento-referência: “O PNE (Plano Nacional de Educação) na Articulação do Sistema Nacional de Educação – Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração”. Até lá, são realizadas conferências livres e conferências ordinárias municipais e/ou intermunicipais, estaduais e do Distrito Federal, sendo todas estas atividades realizadas até o final de 2013.

SERVIÇO

O que é: II Conferência Intermunicipal de Educação de Campinas
Quando: 28 e 29 de junho de 2013
Local: UNISAL – Av. Almeida Garret, 267, Jd. Nossa Senhora Auxiliadora, Campinas/SP

Programação

Sexta-feira, 28 de junho de 2013

16h – 21h – Credenciamento
19h – 20h – Abertura
21h – 22h – Palestra
22h – 23h – Palestra
OBS: O Brunch será servido das 18h às 20h

Sábado, 29 de junho de 2013

08h – 09h – Credenciamento (Coffee Break)
09h – 11h – Apresentação (eixos – debates)
11h – 13h – Fechamento Ementa Eixo
13h30 – 15h – Almoço
15h15 – 16h30 – Plenária Temática
16h30 – 17h30 – Tirada Delegados Segmentos
17h40 – 19h – Plenária Final e Encerramento

Eixos
Eixo I – O PNE e o Sistema Nacional de Educação: Organização e Regulação
Eixo II – Educação e Diversidade: Justiça Social, Inclusão e Direitos Humanos
Eixo III – Educação, Trabalho e Desenvolvimento sustentável: Cultura, Ciência, Tecnologia, Saúde, Meio Ambiente
Eixo IV – Qualidade da Educação: Democratização do Acesso, Permanência, Avaliação, Condições de Participação e Aprendizagem
Eixo V – Gestão Democrática, Participação Popular e Controle Social
Eixo VI – Valorização dos Profissionais da Educação: Formação, Remuneração, Carreira e Condições de Trabalho
Eixo VII – Financiamento da Educação, Gestão, Transparência e Controle Social dos Recursos

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98