A Greve Geral do dia 28 de Abril, teve adesão de diversas pessoas na cidade de Hortolândia. As escolas da cidade, pararam total ou parcialmente, e diversos alunos e professores foram para as ruas de Hortolândia nesta manhã, com faixas e palavras de ordem contra as Reformas de Michel Temer.

A Greve Geral é um movimento apartidário, os atos específicos foram convocados por sindicatos e movimentos populares. Cada ato é organizado por um grupo específico, em Campinas são 3 atos diferentes de 3 frentes diferentes. Não são somente sindicais convocando, existem também movimento sociais como o Povo Sem Medo e a Frente Brasil Popular.

Em Hortolândia os manifestantes gritaram palavras de ordem em frente aos bancos da cidade, como “É ou não é piada de salão, tem dinheiro pra banqueiro, mas não tem pra educação!”. Alguns bancos que lucraram bilhões no ano passado, deve milhões para a Previdência, mas a Reforma só afeta os contribuintes.

Escolas como ETEC e o Instituto Federal estão parcialmente fechadas, com alguns professores e alunos nas ruas participando das manifestações.

Por Caio Henrique (TV Hortolandia)
Imagem: Fernando Ladeia