Connect with us

Nossa Cidade

Desvio na avenida da Emancipação começa nesta terça-feira (28/01)

Publicado

em

A rua Libero Badaró, marginal da avenida da Emancipação, recebeu, durante a manhã desta segunda-feira (27/01), serviços de reforço na sinalização, ação realizada pela Prefeitura de Hortolândia. O trabalho foi intensificado e concluído, já que, no início da manhã desta terça-feira (28/01), a via receberá o fluxo do trânsito da avenida da Emancipação para quem chega à cidade e vai no sentido Centro. O desvio acontece desde o trecho em obras, na avenida Panaíno, próximo à Havan e ao Hospital Municipal, e segue até a rua Terezinha Navarro da Silva, próxima ao Supermercado Good Bom, onde o motorista poderá voltar a trafegar pela avenida da Emacipação.

“Realizamos o reforço da pintura de solo nas faixas de pedestres, lombofaixas e lombadas, além de alertas como “DEVAGAR”. Pedimos a colaboração dos motoristas, pois a previsão é que o desvio permaneça nos próximos 15 dias. Ali é um local onde muitas pessoas atravessam, entram e descem dos ônibus, portanto, é importante que motoristas e pedestres redobrem a atenção na área”,  explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcelos.  

AVENIDA PANAÍNO

A obra da avenida Panaíno proporcionará a integração viária desde a região do Jardim Santa Clara até o Novo Ângulo, nas proximidades do Corredor Metropolitano. 

A avenida Panaíno é a antiga estrada de terra, em frente ao Centro de Especialidades Médicas. De acordo com a Secretaria de Obras, as obras viárias da avenida Panaíno vão desafogar o trânsito na avenida da Emancipação, principalmente nos horários de pico. Hoje, os motoristas da região do Jd. Santa Clara precisam pegar a Emancipação para seguir em dois trajetos possíveis sentido Novo Ângulo: pela Ponte da Esperança ou pela Rodovia SP-101. A avenida Panaíno também facilitará o acesso dos motoristas ao Corredor Metropolitano, de onde será possível seguir para Campinas pela SP-101.

A obra da avenida Panaíno prevê 2,267 quilômetros de obras, com implantação de canteiro central, calçada para pedestres, ciclovia, guias e sarjetas, sistema de drenagem de águas pluviais, além de iluminação de LED e da passagem sobre o córrego. A obra é realizada com recursos financiados pelo Banco CAF. A previsão é que a nova via esteja pronta ainda neste semestre.

PIC

A obra da avenida Panaíno faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), que prevê mais de 100 obras e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As ações do PIC são realizadas por meio de parcerias com a iniciativa privada, governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura entrega na próxima quinta-feira (26/05) DDM de Hortolândia

Publicado

em

Antigo sonho do município, delegacia disponibilizará atendimento diferenciado para as mulheres vítimas de violênciaA Prefeitura de Hortolândia, em parceria com o Governo do Estado, entrega na próxima quinta-feira (26/05), a partir das 16h30, as instalações da primeira DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) do município. Localizado na rua Benedicta Pires de Assis, 88, bairro Remanso Campineiro, o espaço passou por reforma e adequações internas solicitadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

A Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade. Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba.

Apesar de Hortolândia contar com mais de 234 mil habitantes, o município ainda não disponibiliza atendimento diferenciado para mulheres vítimas de violência. As denúncias de estupro, ou violência doméstica, por exemplo, são registradas nos Plantões Policiais ou distritos policiais da cidade.

Segundo o prefeito José Nazareno Zezé Gomes, a conquista da DDM para Hortolândia é uma grande vitória para as mulheres hortolandenses. Ele recordou que em 2016, o então deputado estadual Angelo Perugini havia protocolado junto ao Governo do Estado de São Paulo o pedido de criação da delegacia especializada para as mulheres. “O meu amigo e saudoso prefeito Perugini, quando ocupou a cadeira de deputado estadual, havia plantado em 2016 uma semente e, face a toda essa luta e trabalho, sem esquecer da fé, alcançamos agora em 2022 esse grande objetivo. A partir do momento que o Governo do Estado lançou o decreto, confirmando a DDM, nós já buscamos um local adequado para a sua implantação. O prédio ficou muito bom e atenderá as necessidades da Polícia Civil”, explicou o prefeito hortolandense.

No último ano, o CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou o triste recorde de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Em 2021 foram registrados 660 atendimentos, um aumento de 50% em relação a 2020, quando foram anotadas 440 denúncias. Deste total, 421 casos terminaram na concessão de medidas protetivas de urgência, ação prevista pela Lei Maria da Penha (n° 11.340, de 7 de agosto e 2006).

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Conhece o primeiro bairro planejado de Hortolândia? Confira:

Publicado

em

vilaVerde

O loteamento Jardim Vila Verde é o primeiro bairro planejado de Hortolândia. Com infraestrutura completa e já está 100% liberado para construções.

Com uma localização estratégica, próximo ao centro e a faculdade Adventista UNASP.

Não perca a chance de viver bem e perto de tudo que você precisa!
Venha para o Jardim Vila Verde
Temos poucas unidades disponíveis!

Telefone para contato: (19) 98921-6368

Stand de vendas no loteamento:
Rua: Antônio Caetano Junior (próximo ao número 20) Bairro Adventista Campineiro – Hortolândia/SP

Jardim Vila Verde – A felicidade mora aqui – Clique aqui e entre em contato com a gente

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia imuniza mais de 24.000 pessoas contra a Influenza

Publicado

em

Prefeitura também realiza imunização contra Sarampo para crianças; já foram imunizadas quase 5.000 pessoas de seis meses a menos de 5 anos

Com o frio registrado nos últimos dias, é importante que a população se imunize contra a Influenza, principalmente crianças e idosos. A Prefeitura de Hortolândia reforça que continua com a campanha de vacinação contra a doença. O município já imunizou 24.384 pessoas (confira a cobertura vacinal no quadro abaixo). A Secretaria de Saúde salienta que a vacinação está baixa em todos os públicos-alvos e que é importante as pessoas se imunizarem contra a doença, uma vez que esta época do ano é o período de maior transmissão.

A campanha está na 4ª etapa, cujos públicos-alvos são caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, de salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade. A vacinação acontece das 8h às 15h30 nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive naquelas onde é feita a vacinação contra a vacinação contra a COVID-19.

A Secretaria de Saúde salienta que continuam a ser vacinados os públicos-alvos das etapas anteriores, que são profissionais das redes pública e particular de Educação, pessoas com comorbidades e deficiência com idade a partir de 5 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde.

A Secretaria de Saúde ressalta que as pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas deficientes também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem recebem a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Já profissionais de Educação e de Saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua atução nas áreas.

A meta da campanha é vacinar 90% das pessoas dos públicos-alvos. A campanha está prevista para ser realizada até 3 de junho. A Secretaria de Saúde orienta que a população deve tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

14

Forças Armadas

1

Forças de segurança e salvamento

32

Funcionários do sistema prisional

1

Profissionais de Educação

459

21%

Pessoas com comorbidades

2.172

14%

Pessoas com deficiência

21

0,3%

Crianças

3.215

22%

Gestantes

511

24%

Puérperas

92

26%

Idosos

15. 080

54%

Profissionais de saúde

2.786

40%

Total

24.384

 

*Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

Sarampo

Além da Influenza, é importante que as famílias levem as crianças para serem imunizadas contra o Sarampo. A Prefeitura de Hortolândia reforça que também prossegue a campanha de vacinação contra a doença, das 8h às 15h30 nas UBSs, inclusive naquelas onde acontece a imunização contra a COVID-19. 

A vacinação é para crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade. Também estão sendo imunizados profissionais das redes pública e particular de Saúde. A meta é imunizar 95% dos dois públicos-alvos. Hortolândia já imunizou 4.893 crianças (vide abaixo a cobertura vacinal). A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 95% das pessoas dos dois públicos-alvos. De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha está prevista para ir até o dia 3 de junho.

A Secretaria de Saúde alerta as famílias que o Sarampo é uma doença grave cujas complicações podem deixar sequelas para o resto da vida e até mesmo levar a óbito, principalmente crianças de seis meses a cinco anos. Por isso, é importante levá-las à campanha para serem imunizadas.

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas na campanha. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses durante a campanha, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

603

 

1 ano

833

 

2 anos

1.052

 

3 anos

1.180

 

4 anos

1.225

 

Total

4.893

34%

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares