O inverno é uma estação seca marcada pela redução da URA (umidade relativa do ar). A Defesa Civil de Hortolândia alerta, no entanto, para quedas ainda mais bruscas da umidade nesta semana, em decorrência das baixas temperaturas registradas nos últimos dias e da incidência solar com poucas nuvens no céu.

 

A estação medidora, localizada no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima, registrou às 11h40 desta terça-feira (20/07), temperatura de 20,5 graus e URA de 25,8%. A situação coloca Hortolândia em situação de atenção, com possibilidade de a cidade entrar em estado de alerta, uma vez que a tendência é que a umidade relativa do ar continue caindo ao longo do dia.

 

Para os próximos dias, quando a tendência de baixa umidade deve se manter, a recomendação é para que a população evite atividades físicas ao ar livre, umidifique ambientes internos e reforce a hidratação. Confira abaixo todas as orientações da Defesa Civil.

 

Conforme o coordenador da Defesa Civil de Hortolândia, órgão vinculado à Secretaria de Segurança, Iluíde Carbonero, durante o inverno, a URA normalmente apresenta queda ao longo do dia, com pico de mínima porcentagem por volta das 15h. “Geralmente, neste horário a umidade relativa do ar fica em torno de 30%. No entanto, nesta semana temos uma tendência de queda acentuada, já que ainda no período da manhã a umidade está abaixo deste índice. Neste percentual, a cidade está em estado de atenção. Não há como prever como será esta queda ao longo do dia e nos próximos dias, mas há uma possibilidade de chegarmos em estado de alerta (abaixo de 20%) e, até mesmo, de emergência (abaixo de 12%)”, explica.

 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) estabelece que níveis de URA abaixo de 60% não são adequados à saúde. Com a redução deste índice, são determinados estados de criticidade, com orientações específicas e importantes a serem seguidas, evitando complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele e irritação dos olhos, entre outros problemas.

 

Entre 30% e 21% – Estado de Atenção

Cuidados a serem tomados:

•Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;

•Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água;

•Permanecer em locais protegidos do sol;

•Consumir água à vontade.

 

Entre 20% e 12% – Estado de Alerta

Cuidados a serem tomados, além daquelas já recomendadas no estado de atenção:

•Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas;

•Evitar aglomerações em ambientes fechados;

•Usar soro fisiológico para olhos e narinas.

 

Abaixo de 12% – Estado de Emergência

Cuidados a serem tomados, além das recomendações dos estados de atenção e alerta:

•Interromper atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas, inclusive coleta de lixo, entrega de correspondência, por exemplo;

•Reforçar a umidade os ambientes internos, principalmente quarto de crianças, idosos e hospitais. 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorSENAI-SP oferece mais de 500 vagas gratuitas para cursos de qualificação em Tecnologia da Informação
Próximo artigoDirigir com seu animal de estimação entre seus braços ou pernas pode dar multa