Connect with us

Nossa Cidade

Cruzamento da R. Luiz Camilo com Nelson Pereira permanece fechado nesta semana

Publicado

em

Interdição é necessária para continuidade das obras de modernização da principal rua do comércio

A Prefeitura manterá fechado, nesta semana, o cruzamento da Rua Luiz Camilo de Camargo com a Nelson Pereira Bueno/Caetano Basso para continuidade das obras de modernização da principal via do comércio. Inicialmente, a previsão era de que o cruzamento fosse aberto para o trânsito, nesta segunda-feira (24/07).

Até a liberação do trecho, continuam valendo todas as mudanças no trânsito, nas rotas de ônibus e na circulação de pedestres, informadas pela Prefeitura (veja abaixo).

Desde cedo, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana orientavam motoristas, usuários do transporte coletivo e pedestres para evitar acidentes e facilitar a circulação tanto no entorno das obras, quanto na Região Central e nas rotas alternativas.

Em diversos pontos que cercam os tapumes de proteção, a Administração Municipal instalou faixas e cartazes informativos para aumentar a segurança.

A Prefeitura retomou as obras de modernização da Rua Luiz Camilo de Camargo, no trecho que vai da Rua Zacarias Costa Camargo, onde fica a loja Marabraz, até a loja Seller, após a Rua Nelson Pereira Bueno, no dia oito deste mês. Nesta terceira fase dos trabalhos, pela primeira vez o cruzamento com esta última via e com a Rua Caetano Basso, ao lado do supermercado Paulistão, foi totalmente fechado.

Circuito para pedestres

O circuito exclusivo para pedestres começa na esquina da Rua Luiz Camilo com a Zacarias Costa Camargo, à esquerda. Sinalizado com faixa e cartazes indicativos, ele permite acesso à loja Marabraz, aos comércios ao lado dela, bem como à agência da Caixa Econômica Federal, com entrada na própria via pelo primeiro portão do supermercado Paulistão, e saída pela lateral do estabelecimento, próximo à loja de materiais de construção Dicico, na Rua Nelson Pereira Bueno, onde fica um ponto de ônibus. À direita da via, o acesso aos comércios está liberado. O tapume começa na altura da EE (Escola Estadual) Manoel Ignácio da Silva.

O segundo trecho do circuito, válido enquanto o cruzamento com a Nelson Pereira/Caetano Basso estiver fechado, vai do portão lateral do Paulistão, cruza a Rua Nelson Pereira Bueno até o Bradesco e segue pela calçada, da agência bancária até as lojas do meio da quadra (Baby, Magazine Luiza e Seller), permitindo acesso também aos comércios e prestadores de serviço que ficam no outro lado da rua (Alpha Imóveis, Odonto Mares, Shopping das Noivas, Ponto Cell, Shopping 1 Real, Comercial Carnes, e Agropecuária Central) passando pelo cruzamento fechado até o muro da escola estadual, cercado por tapume.

Moradora do Jd. Amanda, a dona de casa Rosemari de Sousa, que foi ao Centro nesta segunda-feira (24/07) pagar um carnê de compras, foi surpreendida com a mudança na rota do ônibus. No entanto, conseguiu circular tranquilamente pelo trecho entre o supermercado Paulistão e as lojas Baby, Magazine Luiza e Seller. Idosa, a também dona de casa Gertrudes Alves de Queiroz, do Jd. Novo Ângulo, não desanimou ao saber que teria que circular todo o canteiro de obras para chegar à Center Panos, que fica do outro lado, quase na esquina com a Rua José Camilo de Camargo. “É bom que vou caminhando até lá, é uma atividade física”, afirmou. Ela, que fazia compras pela manhã na loja Shopping 1 Real, próximo ao cruzamento interditado, aprovou a retomada das obras na principal rua do comércio central. “Ainda bem que o prefeito está se interessando por aqui”, comentou.

Rotas alteradas

Com o cruzamento fechado, houve alteração de rota em 13 linhas de ônibus urbanos e cinco metropolitanos, que fazem o sentido bairro-Terminal Metropolitano, e em 15 linhas urbanas que circulam no sentido inverso. Além disso, sete paradas de ônibus foram temporariamente desativadas – três neste trecho da Rua Luiz Camilo de Camargo e quatro na Rua Nelson Pereira Bueno. Foram criados pontos provisórios de embarque e desembarque de passageiros na Rua Argolino de Moraes, um ao lado da Nova Drogasil (próximo à rotatória do supermercado São Vicente) e outro no lado oposto ao nº 230, e uma na R. Zacarias Costa Camargo, no lado oposto à J.T. Bike.

Enquanto o cruzamento ao lado do Paulistão estiver interditado, algumas vias no entorno passam a ter somente acesso local. São elas: Rua Nelson Pereira Bueno, da Rua José Cláudio Alves dos Santos até a Rua Luiz Camilo de Camargo (nos dois sentidos), Rua Caetano Basso, da Rua Argolino de Moraes à Rua Luiz Camilo de Camargo e Rua Luiz Camilo de Camargo, no trecho da loja Seller até a Praça da Neuza.

Neste período, é proibido estacionar em três novos trechos: Rua Zacarias Costa Camargo, da Rua José Cláudio Alves dos Santos até a Rua João Camilo de Camargo (à direita, sentido Av. Olívio Franceschini—R. Luiz Camilo); Rua Vanderlei Costa Camargo, da Rua Caetano Basso à Rua Luiz Camilo de Camargo (à direita, sentido Rua Argolino de Moraes—Praça da Neuza) e Rua José Cláudio Alves dos Santos (à direita, ao lado do Paço Municipal).

Vale lembrar que, desde o sábado passado (15/07), já era proibido estacionar também na Rua Luiz Camilo de Camargo, da Rua João Blumer à Rua Zacarias Costa Camargo (à esquerda, sentido shopping–Praça da Neuza) e na Rua Zacarias Costa Camargo entre a Rua Luiz Camilo de Camargo e a Rua Alda Lourenço Francisco (à direita, sentido R. Luiz Camilo–Av. Olívio Franceschini).

Conclusão das obras em até 40 dias

Para causar o menor transtorno possível, o prefeito Angelo Perugini assumiu o compromisso de realizar as obras neste trecho da via em até 40 dias, contados a partir de oito de julho. Para isso, coloca em prática um cronograma que prevê trabalho aos finais de semana e no período noturno. Este cronograma tem como data final o dia cinco de agosto, o que totaliza 29 dias. A obra é executada por quadras e por tipo de serviço, segundo a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos.

No primeiro final de semana (08 e 09/07), a Sabesp fez a adequação da rede de água em tempo recorde, 24 horas. No segundo final de semana (15 e 16/07), começou a transferência da fiação elétrica e de telecomunicações dos postes para o subsolo, bem como a adequação das ligações de água, inicialmente no trecho até o Paulistão e, a partir do dia 22 deste mês, até a Loja Seller, após o cruzamento com a Rua Nelson Pereira Bueno. Desde o final de semana passado e até o próximo, o cruzamento com as ruas Nelson Pereira Bueno/Caetano Basso ficará fechado.

A Rua Luiz Camilo de Camargo está interditada no trecho de obras (da loja Marabraz até o supermercado Paulistão e do Paulistão até a Seller) do dia 14 de julho até o dia dois de agosto, com intervenções em andamento. A partir do dia três de agosto, o serviço estará finalizado e as calçadas serão concretadas. A Rua Luiz Camilo de Camargo receberá novo asfalto. A liberação de todo o trecho interditado está prevista para o dia cinco de agosto.

VEJA O QUE MUDA NO TRANSPORTE PÚBLICO ENQUANTO O CRUZAMENTO DA RUA LUIZ CAMILO COM NELSON PEREIRA ESTIVER FECHADO:

PARADAS DE ÔNIBUS:

Sete paradas estarão desativadas

– Três na própria R. Luiz Camilo de Camargo, enquanto durarem as obras:

  • Próximo à lanchonete Varanda;

  • Em frente ao banco Santander.

  • Ao lado da Farmácia Farmais, próximo ao Banco do Brasil.

– Quatro na R. Nelson Pereira, enquanto o cruzamento com a Luiz Camilo estiver fechado:

  • Ao lado do Supermercado Paulistão.

  • Ao lado do Banco Bradesco.

  • Próximo a Prefeitura (sentido a Av. Olívio Franceschini).

  • Próximo a Prefeitura (sentido Supermercado Paulistão).

Três paradas de ônibus foram criadas temporariamente:

  • R. Argolino de Moraes, ao lado da Nova Drogasil (próximo à rotatória do supermercado São Vicente).

  • R. Argolino de Moraes, no lado oposto ao nº 230 – rotas sentido Bairro e Terminal.

  • R. Zacarias Costa Camargo, no lado oposto à J.T. Bike.

Veja as paradas alternativas:

PARADA ALTERNATIVA

PARADA DESATIVADA

R. João Blumer com R. Luiz Camilo de Camargo (lado oposto ao restaurante Tempero Maneiro) – sentido bairro-Terminal Metropolitano

R. Luiz Camilo de Camargo, 786, próximo à lanchonete Varanda

R. Zacarias Costa Camargo, ao lado da floricultura Flores com café – sentido bairro-Terminal Metropolitano

R. Luiz Camilo de Camargo, em frente ao banco Santander

R. Nélson Pereira Bueno, ao lado do Bradesco

R. Argolino de Moraes, ao lado da Nova Drogasil (próximo à Rotatória do supermercado São Vicente) – sentido bairro-Terminal Metropolitano

R. Luiz Camilo de Camargo, em frente ao banco Santander/ao lado da farmácia Farmais/786, próximo à lanchonete Varanda

R. José Claúdio Alves dos Santos (em frente à Prefeitura) – sentido Terminal Metropolitano-bairro

R. Nélson Pereira Bueno com R. José Cláudio Alves dos Santos – sentido Supermercado Paulistão

R. Zacarias Costa Camargo, ao lado da floricultura Flores com Café – sentido Terminal Metropolitano-bairro

R. Nélson Pereira Bueno, ao lado do Bradesco

R. João Camilo de Camargo, ao lado do supermercado Dia ou R. Zacarias Costa Camargo, ao lado da floricultura Flores com Café – sentido Terminal Metropolitano-bairro

R. Nélson Pereira Bueno, ao lado do supermercado Paulistão

R. Argolino de Moraes, oposto ao nº 230 – ambos os sentidos

R. Luiz Camilo de Camargo ao lado da farmácia Farmais, próximo ao Banco do Brasil

R. Zacarias Costa Camargo (oposto à J.T. Bike) – sentido Terminal Metropolitano

R. Nélson Pereira Bueno com Av. Olívio Franceschini – sentido Terminal Metropolitano

Veja as rotas alternativas para circular mais fácil pelo Centro neste período:

Quem vem pela Rua João Blumer (Lanchonete Varandas), sentido Centro:

Siga em frente, passando ao lado do Shopping Hortolândia e também pela Rotatória do Migrante (Supermercado São Vicente), para acessar as ruas Zacarias Costa Camargo (Lojas Cem), Rua Argolino de Moraes (HortoFácil), e Av. Santana.

Quem vem pela Av. Anhanguera (Viaduto 17 de abril), sentido Centro:

Da Rotatória do Migrante (Supermercado São Vicente), acesse as ruas Zacarias Costa Camargo (Lojas Cem), Argolino de Moraes (Hortofácil), Rua Geraldo Denadai e José Camilo de Camargo (Shopping Hortolândia). Para ir ao Jd. Amanda, siga pela Rua Argolino de Moraes até a Avenida Santana.

Quem vem da Av. Olívio Franceschini.

1) Ir em direção ao Centro: siga pela Rua Nelson Pereira Bueno, entre à direita na Rua José Cláudio Alves dos Santos (Prefeitura), entre à esquerda na Rua Zacarias Costa Camargo e siga até a Rua João Camilo de Camargo (Fábrica dos Oculos).

2) Ir em direção ao Jd. Nova Hortolândia: siga pela Rua Antonia Mancini Pinelli (Escola SESI) até a Argolino de Moraes, entre à direita e vá até a Rotatória do Supermercado São Vicente, tendo acesso à Av. Anhanguera (Viaduto 17 de Abril).

3) Ir em direção à Vila Real: siga pela Rua João Mendes até a Av. Santana, passando pela linha férrea.

Nossa Cidade

Viveiro Municipal da Prefeitura recebe visita de grupo de desbravadores

Publicado

em

Cerca de 140 crianças e adolescentes aprenderam como é feita a produção de mudas de plantas pelo órgão

Conscientizar as novas gerações sobre a importância do desenvolvimento sustentável para garantir vida saudável à cidade. Foi com esse objetivo que o Viveiro Municipal Antonio da Costa Santos, órgão da Prefeitura de Hortolândia, recebeu a visita de um grupo de desbravadores da Igreja Unasp, formado por 140 crianças e adolescentes, no domingo (22/05).  

Na visita monitorada, os desbravadores conheceram o espaço e aprenderam como é a produção de mudas de plantas feita pelo viveiro e que são distribuídas gratuitamente para a população. A secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira, ainda explicou para os visitantes os demais trabalhos realizados pelo órgão, como o reaproveitamento de restos de madeira recolhidos nos serviços de poda e corte de árvore feitos na cidade. Esse material é usado na confecção de bancos e mesas que são instalados em praças e espaços públicos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Conhece o primeiro bairro planejado de Hortolândia? Confira:

Publicado

em

vilaVerde

O loteamento Jardim Vila Verde é o primeiro bairro planejado de Hortolândia. Com infraestrutura completa e já está 100% liberado para construções.

Com uma localização estratégica, próximo ao centro e a faculdade Adventista UNASP.

Não perca a chance de viver bem e perto de tudo que você precisa!
Venha para o Jardim Vila Verde
Temos poucas unidades disponíveis!

Telefone para contato: (19) 98921-6368

Stand de vendas no loteamento:
Rua: Antônio Caetano Junior (próximo ao número 20) Bairro Adventista Campineiro – Hortolândia/SP

Jardim Vila Verde – A felicidade mora aqui – Clique aqui e entre em contato com a gente

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia imuniza mais de 24.000 pessoas contra a Influenza

Publicado

em

Prefeitura também realiza imunização contra Sarampo para crianças; já foram imunizadas quase 5.000 pessoas de seis meses a menos de 5 anos

Com o frio registrado nos últimos dias, é importante que a população se imunize contra a Influenza, principalmente crianças e idosos. A Prefeitura de Hortolândia reforça que continua com a campanha de vacinação contra a doença. O município já imunizou 24.384 pessoas (confira a cobertura vacinal no quadro abaixo). A Secretaria de Saúde salienta que a vacinação está baixa em todos os públicos-alvos e que é importante as pessoas se imunizarem contra a doença, uma vez que esta época do ano é o período de maior transmissão.

A campanha está na 4ª etapa, cujos públicos-alvos são caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, de salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade. A vacinação acontece das 8h às 15h30 nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive naquelas onde é feita a vacinação contra a vacinação contra a COVID-19.

A Secretaria de Saúde salienta que continuam a ser vacinados os públicos-alvos das etapas anteriores, que são profissionais das redes pública e particular de Educação, pessoas com comorbidades e deficiência com idade a partir de 5 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde.

A Secretaria de Saúde ressalta que as pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas deficientes também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem recebem a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Já profissionais de Educação e de Saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua atução nas áreas.

A meta da campanha é vacinar 90% das pessoas dos públicos-alvos. A campanha está prevista para ser realizada até 3 de junho. A Secretaria de Saúde orienta que a população deve tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

14

Forças Armadas

1

Forças de segurança e salvamento

32

Funcionários do sistema prisional

1

Profissionais de Educação

459

21%

Pessoas com comorbidades

2.172

14%

Pessoas com deficiência

21

0,3%

Crianças

3.215

22%

Gestantes

511

24%

Puérperas

92

26%

Idosos

15. 080

54%

Profissionais de saúde

2.786

40%

Total

24.384

 

*Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

Sarampo

Além da Influenza, é importante que as famílias levem as crianças para serem imunizadas contra o Sarampo. A Prefeitura de Hortolândia reforça que também prossegue a campanha de vacinação contra a doença, das 8h às 15h30 nas UBSs, inclusive naquelas onde acontece a imunização contra a COVID-19. 

A vacinação é para crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade. Também estão sendo imunizados profissionais das redes pública e particular de Saúde. A meta é imunizar 95% dos dois públicos-alvos. Hortolândia já imunizou 4.893 crianças (vide abaixo a cobertura vacinal). A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 95% das pessoas dos dois públicos-alvos. De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha está prevista para ir até o dia 3 de junho.

A Secretaria de Saúde alerta as famílias que o Sarampo é uma doença grave cujas complicações podem deixar sequelas para o resto da vida e até mesmo levar a óbito, principalmente crianças de seis meses a cinco anos. Por isso, é importante levá-las à campanha para serem imunizadas.

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas na campanha. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses durante a campanha, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

603

 

1 ano

833

 

2 anos

1.052

 

3 anos

1.180

 

4 anos

1.225

 

Total

4.893

34%

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares