Connect with us

Nossa Cidade

Contação de histórias ensina valores e noções de boa convivência a alunos da rede municipal

Publicado

em

Nesta terça-feira (22/10), prefeito Antonio Meira abriu série de cerimônias de entrega de livros da ação pedagógica “Escola legal é escola que respeita todos

Educação faz entrega de livro do Projeto Escola Legal

A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, realiza, na próxima quinta-feira (31/10), às 13h30, a segunda cerimônia de entrega de livros da ação pedagógica “Escola legal é escola que respeita todos”. O evento acontece na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Jardim Nova Europa, localizada na Rua São Luis, 276. A ação envolve todas as 54 escolas da rede municipal, procurando fortalecer, nos cerca de 20 mil estudantes, o hábito da leitura e a assimilação de valores como boa convivência, respeito ao próximo e às diferenças.

Na tarde desta terça-feira (22/10), o prefeito Antonio Meira participou, na Emef Armelinda Espúrio da Silva, no Jardim Nossa Senhora de Fátima, da abertura da primeira das sete cerimônias da ação pedagógica. Além da contação de histórias, a medida inclui a formação de profissionais da educação, reuniões com pais e entrega de livros às bibliotecas escolares e aos estudantes. O evento reuniu na quadra coberta da escola dezenas de crianças, pais e responsáveis, profissionais e gestores educacionais, e as secretárias municipais Cleudice Baldo Meira (Educação) e Renata Belufe (Governo).

“Por que tem regras na escola? Por que as regras de casa às vezes são diferentes das da escola? Por que não devemos xingar o colega?”, perguntou às crianças a secretária Cleudice. A partir de questões simples, do dia a dia, ela buscou explicar aos estudantes presentes a importância da ação pedagógica na vida escolar e familiar de cada um. “Somos diferentes não só na aparência, mas também na personalidade. E estes livros que vocês vão receber mostram isso, que precisamos pensar antes de falar e aprender a conviver com os demais, para não sermos como o dragão que cospe-fogo”, destacou a primeira-dama.

Os 36 mil livros da coleção “Pode ou não pode”, que já são usados em atividades no ambiente escolar, serão entregues aos alunos do Jardim I da Educação Infantil e de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental no final do ano. As bibliotecas das 54 unidades escolares também estão recebendo as coleções, sendo que os exemplares usados pelos professores vêm acompanhados de guia de orientação sobre como usar o material.

A coleção escrita pela Profª Drª Luciene Regina Paulino Tognetta, publicada pela Editora Adonis, é composta por quatro livros. Dois deles – “As cinco saias” e “Casa de vó e de vô” – são voltados à Educação Infantil e os demais – “Doidera de galo à toa” e “Cospe fogo o dragão” – ao Ensino Fundamental.

Os livros abordam temas como autonomia, regras, respeito às diferenças, limitações e valorização da aprendizagem de cada criança. A ação integra o programa “Hortolendo: uma cidade que lê”, política pública de formação de leitores e acesso aos livros do município de Hortolândia, por meio de parceria entre as secretarias de Educação e Cultura.

Ler é tudo de bom
O casal Valdemir Oliveira e Camila de Amorim, pais da aluna Hadassa de Amorim Santos, de 9 anos, aprovou a iniciativa da Secretaria de Educação. “Isso é muito bom para o desenvolvimento da criança. Hoje, em meio a tanta tecnologia, é necessário ler um livro, pensar e refletir com mais atenção em assuntos tão importantes, como regras e valores”, disse a mãe.

Nós incentivamos nossa filha a ler. Compramos livros, gibis e viemos hoje aqui para prestigiar essa atitude da Prefeitura”, afirmou Valdemir. “Não é só ganhar mais um livro, é saber que, na escola, nossa filha tem livro, biblioteca e projetos de leitura. Fico muito satisfeito. Eu e minha esposa gostamos muito do Hortolendo. Espero que, em breve, tenha outro”, comentou o pai da menina.

“Ler é tudo de bom!”, afirma Hadassa. “Costumo ler mais de três livros por semana. Gosto muito de ir à biblioteca da escola, que está muito legal. Costumo ler antes de dormir”, diz a menina.

Segundo a diretora da escola, Renata Cruz, “a ação veio acrescentar o trabalho que a escola faz, de incentivo à leitura. São livros com histórias variadas, que transmitem valor. O material é muito bom e as figuras, riquíssimas. Vai estimular ainda mais, de forma lúdica, a imaginação das crianças”, avalia.

A secretária Cleudice Meira destacou ainda a importância do papel dos profissionais da educação para o êxito da ação. “Esta escola já realiza um trabalho muito importante em relação à contação de histórias, que envolve a todos os profissionais. É um trabalho que incentiva o gosto pelo livro e pela leitura. Esta é a nossa responsabilidade: a formação de novos leitores”, esclarece.

Parceria família-escola

No discurso aos presentes, a vice-prefeita e secretária de Governo, Renata Belufe, destacou o papel da parceria entre pais e profissionais da educação. “É o mais importante. Quem tem que educar são os pais, com a ajuda da escola. Isto às vezes se perde. Com a contação de histórias, é possível resgatar valores que ensinam a respeitar os amigos, ouvir pai e mãe, obedecer os professores”, destacou. “Que vocês possam, com estas histórias, adquirir conhecimentos e, através dos livros, aprender valores”, afirmou a vice-prefeita.

“Estamos realizando um trabalho voltado às pessoas da nossa cidade, para que todas as crianças e os adultos tenham a oportunidade de realizar seus sonhos. A escola é a porta aberta para o desenvolvimento pessoal e profissional. Aqui, com estas histórias, crianças, vocês aprendem valores importantes, entendem que fazem parte de uma sociedade, como cidadãs e munícipes”, afirmou o prefeito Antonio Meira.

Confira abaixo o cronograma das cerimônias de entrega:

Terça-feira, 22 de outubro, às 13h30
Emef Armelinda Espúrio da Silva
Av. João Coelho, 10, Jd. N. Senhora de Fátima

Quinta-feira, 31 de outubro, às 13h30
Emef Jardim Nova Europa
Rua São Luis, 276, Jd. Nova Europa

Sexta-feira, 8 de novembro, às 7h30
Emef Profª Helena Futava Takahashi
Rua da Confibra, 55 – Jd. Campos Verdes

Terça-feira, 12 de novembro, às 13h30
Emef Profª Lílian Cristiane Martins de Araújo
Rua 02, 325, Jardim Estefânia

Terça-feira, 19 de novembro, às 7h30
Emef Renato Costa Lima
Rua Santos Dumont, 45, Jd. Amanda I

Segunda-feira, 25 de novembro, às 13h30
Emef Villágio Ghiraldelli
Rua Gabriel C. Camargo, 60, Jd. Villagio Ghiraldelli

Quarta-feira, 27 de novembro, às 7h30
Emef Salvador Zacharias Pereira Júnior
Rua Adail Alves Silva, 525, Jd Novo Ângulo

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia.



Nossa Cidade

A mais nova jogadora profissional de Valorant no país é de Hortolândia

Publicado

em

A hortolandense Natália Vilela do bairro Vila São Pedro, de apenas 17 anos, é conhecida no mundo dos games como DAIKI. E se transformou na mais nova jogadora profissional de Valorant do Brasil, além disso, tem potencial para se tornar atleta revelação e melhor atleta feminina de 2021. Tudo porque concorre em duas categorias no Prêmio eSports Brasil.

E no ano passado, já havia sido escalada no time Gamelanders, para competir, primeiramente, no Valorant Masters Brazil e, logo após, para outro torneio na Islândia. Ou seja, este é apenas o início de uma grande trajetória e, em breve, irá participar de competições maiores na Europa.

Antes de entrar no Valorant, DAIKI teve experiências em Point Blank, CrossFire e CS:GO.

Quer votar na atleta hortolandense, para que ela vença as duas categorias que concorre? Acesse https://peb.gg/

O Que é Valorant?

Valorant é um jogo em primeira pessoa, desenvolvida pela mesma empresa que trouxe League of Legends (LoL), chamada Riot Games. Já são mais de 14 milhões de jogadores pelo mundo e conta com a versão para PC e para mobile.

O game mescla CS:GO e Overwatch e é uma disputa 5 contra 5, dentro de um mapa com diversas possibilidades táticas.

O objetivo do time que estiver em ataque é ativar e explodir a bomba (ou eliminar os jogadores adversários). O time de defesa deverá defender o território. Após a rodada 12, os times invertem de lado. A equipe que fizer 13 pontos primeiro, vence.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Biblioteca Municipal de Hortolândia faz cadastro online de usuários

Publicado

em

Se você gosta de ler, veja só o incentivo que a Prefeitura de Hortolândia oferece a quem quer se associar à Biblioteca Municipal “Terezinha França de Mendonça Duarte”, da Secretaria de Cultura. A partir de agora, é possível se cadastrar sem sair de casa.

Para fazer o COB (Cadastro Online Biblioteca), basta ter uma conta no Gmail, entrar nela e acessar o formulário da Biblioteca e, neste ambiente remoto, postar os documentos necessários à inscrição.

O link do drive é o seguinte: https://docs.google.com/forms/d/1zBpE75KwKuDAwQ8dKSyOjquZEd8dg8ww8GMRF0EuMWE/viewform?edit_requested=true. Os documentos são: foto (selfie), carteira de identidade (RG) e comprovante de endereço. Os arquivos podem estar tanto no formato de foto (jpeg), quanto de documento (PDF).

“O cidadão enviará seus dados e documentos em formato digital, como indicado no formulário que será disponibilizado através de link e QR Code. Depois, é preciso entrar em contato com a biblioteca através dos canais de atendimento (telefone ou WhatsApp), para que a equipe valide as informações e a documentação do solicitante. O cadastro será finalizado e validado somente com a presença do solicitante na biblioteca”, explica a bibliotecária responsável pelo projeto COB, Andreia Santos.

Depois da validação, será agendado horário para que o cadastro seja finalizado presencialmente. O horário sugerido pelo solicitante pode ser aceito, de acordo com a disponibilidade da equipe. O BiblioZap, o whatsapp da Biblioteca, é (19) 98970-7332.
A Biblioteca Municipal fica na Rua Luiz de Camilo Camargo, 581, no piso inferior do Open Shopping, no Centro de Hortolândia. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h. Para serviços como empréstimos, renovações presenciais, cadastro de usuários, o horário vai até 16h50. Outras informações podem obtidas pelos seguintes canais, telefone: (19) 3887 1684 e e-mail: [email protected].

Segundo a equipe da Biblioteca Municipal, entre as vantagens do COB estão: agendar horário agiliza o atendimento e evita a formação de filas, elimina o custo de cópias impressas e flexibiliza o atendimento da biblioteca, além disso, contribui para a sustentabilidade social, com a redução do uso de papéis.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação exclusivamente de 2ª dose contra a COVID-19, neste sábado (23/10)

Publicado

em

A imunização será feita nas UBS Amanda II e Rosolém e no Centro de Lutas Eliel Gomes

Você ainda não recebeu a 2ª dose contra a COVID-19? Então, se liga! Neste sábado (23/10), a Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação exclusivamente de 2ª dose para pessoas cuja data está agendada para este sábado e para pessoas que estão atrasadas com a 2ª dose.

A vacinação acontecerá nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) Amanda II e Rosolém e no Centro de Lutas Eliel Gomes (para pacientes cuja unidade de referência é a Dom Bruno), localizado na rua Brigadeiro Faria Lima, 400, Vila Real. O horário da vacinação será das 8h às 15h30.

A Secretaria de Saúde reforça a solicitação às pessoas para que completem a imunização com a 2ª dose. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, cerca de 18.000 pessoas estão faltantes com a 2ª dose na cidade. A Secretaria de Saúde salienta ainda que é importante completar a imunização para que o município atinja mais rapidamente 100% da população protegida contra a COVID-19 e, assim, agilizar o processo de retomada das atividades presenciais no município.     

Para receber a 2ª dose é necessário levar documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e o comprovante da 1ª dose. Já os adolescentes com comorbidades ou não devem ir acompanhados de pai, mãe ou responsável. O adolescente também pode receber a 2ª dose desacompanhado. Para isso, ele deve levar o termo de autorização assinado por pai, mãe ou responsável. O termo está disponível nas UBS ou pode ser baixado no site da Prefeitura, no link para o agendamento.

Hortolândia inicia vacinação da 1ª dose contra a COVID-19 por livre demanda, nesta segunda-feira (25/10)

A imunização é realizada de segunda à sexta-feira, das 8h às 15h30

A fim de agilizar ainda mais a imunização contra a COVID-19 na cidade, a Prefeitura de Hortolândia inicia a vacinação da 1ª dose por livre demanda, sem a necessidade de fazer agendamento, nesta segunda-feira (25/10). A vacinação é realizada em diferentes UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município, em cada dia da semana (confira o cronograma abaixo), sempre das 8h às 15h30.

De acordo com a Secretaria de Saúde, para ser imunizado é necessário apresentar Carteira de Identidade ou algum documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço deste ano. Adolescentes de 12 a 17 anos também podem receber a 1ª dose, desde que acompanhados de pai, mãe ou responsável. Os menores também podem receber a vacina desacompanhados. Para isso, eles devem levar o termo de autorização assinado por pai, mãe ou responsável. O termo está disponível nas UBSs ou pode ser baixado no site da Prefeitura, no link para o agendamento (CLIQUE AQUI).

Confira abaixo o cronograma para a vacinação contra a COVID-19 por livre demanda:

Segunda-feira: UBS Figueiras, UBS Novo Ângulo, UBS Orestes Ôngaro, e Centro de Lutas Eliel Gomes (para pacientes cuja unidade de referência é a Dom Bruno)

Terça-feira: UBS Amanda I, UBS Nova Europa, UBS Parque do Horto e UBS Rosolém

Quarta-feira: UBS Campos Verdes, UBS São Jorge e UBS Santiago

Quinta-feira: UBS Santa Esmeralda e UBS Taquara Branca Sexta- feira: UBS Adelaide, UBS Amanda II, UBS Santa Clara e UBS São Bento

Continue Lendo

Populares