Nossa Cidade

Câmara autoriza Prefeitura a financiar obras viárias e de revitalização de ruas no centro no valor de 90 milhões

Financiamento realizado pelo governo federal será de cerca de R$ 90 milhões

centro hortolandia

O prefeito Antonio Meira (PT) sancionará, nos próximos dias, a lei autorizativa, aprovada pela Câmara de Vereadores de Hortolândia, hoje, que permite a realização de obras com verbas de aproximadamente R$ 90 milhões, proveniente do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O projeto de lei 85/2013, de autoria do Poder Executivo, prevê dois financiamentos, um de aproximadamente R$ 50 milhões e outro de até R$ 39 milhões, que contemplarão obras de pavimentação de 23.272,85 metros de ruas e avenidas, implantação de dez novas rotatória, seis transposições através de pontes e viadutos, três pontos de transposição de córregos, além da revitalização das ruas da área comercial do Remanso Campineiro e Jardim Rosolen.

Cada contrato terá sua homologação de forma independente, mas condições contratuais idênticas. O financiamento de R$ 50 milhões, já sinalizado de forma positiva pelo Ministério das Cidades, será assinado em agosto. Já o contrato de Operação de Crédito, firmado entre a Caixa Econômica Federal e o município, será realizado em outubro. Para o financiamento de aproximadamente R$ 39 milhões, valor ainda analisado pelo Ministério, a previsão da assinatura do contrato é para dezembro. Ainda não há estimativa de quando deve ser firmado o contrato de Operação de Crédito para esta etapa. “São obras que garantirão a eficácia do sistema viário em toda a cidade pelos próximos 35 anos. Portanto, um investimento único, que significará a solução dos problemas de trânsito em Hortolândia”, afirmou o prefeito.

A principal intervenção a ser realizada por meio do financiamento será a revitalização dos centros comerciais da rua Luiz Camilo de Camargo, no Remanso Campineiro, e Antônio Fernandes Leite, no Jardim Rosolen. O projeto de obras prevê alargamento da calçada, com o trecho para pedestres avançando sobre parte da rua. Toda a fiação será subterrânea e serão instalados novos mobiliários urbanos, como abrigos em paradas de ônibus e lixeiras.

Outro destaque serão os quilômetros de vias pavimentadas ou recapeadas, com o beneficiamento de todos os bairros da cidade. “São obras que acontecerão nos quatro cantos de Hortolândia, organizando o trânsito, melhorando o tráfego de veículos e garantindo a segurança de motoristas e pedestres”, destacou Meira. Com a aprovação da matéria legislativa, a Prefeitura tem 15 dias para sancionar a nova lei.

Texto: Sandra Alyne/Prefeitura de Hortolândia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98