Connect with us

Nossa Cidade

Aulas gratuitas em sete modalidades esportivas em Hortolândia

Publicado

em

Ação faz parte do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura

Interessados em iniciar a prática de uma nova atividade esportiva, gratuitamente, pode realizar a inscrição para sete modalidades disponíveis pelo projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia na Academia Municipal Jaime Pereira, localizada na região Central (ver endereço abaixo).

Crianças à partir dos 4 anos de idade podem praticar as ginásticas rítmica e artística. O balé é à partir dos 5 anos de idade. Já as ginásticas localizada e funcional, além de dança e pilates podem ser realizadas por pessoas à partir dos 15 anos de idade.

“Estas modalidades trazem diversos benefícios ao praticante da atividade.  A ginástica localizada, a dança e o pilates, por exemplo, são modalidades diferentes mas que melhoram a saúde , ajudando no emagrecimento e contribuindo para evitar dores no corpo. Além disso, praticar estas atividades aumenta a disposição diária e a qualidade de vida das pessoas. Respeitando o limite de cada um, a recomendação é sempre se manter ativo”, explica o gerente de formação esportiva da Prefeitura e professor de educação física, Felipe Belozo.

Mais informações sobre horários e disponibilidade de vagas para as modalidades na Academia Municipal, podem ser obtidas por meio do telefone (19) 3897-1835. A Academia Municipal Professor Jaime Pereira fica localizada na rua Benedito Manduca de Souza, 85, Remanso Campineiro.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Conhece o primeiro bairro planejado de Hortolândia? Confira:

Publicado

em

vilaVerde

O loteamento Jardim Vila Verde é o primeiro bairro planejado de Hortolândia. Com infraestrutura completa e já está 100% liberado para construções.

Com uma localização estratégica, próximo ao centro e a faculdade Adventista UNASP.

Não perca a chance de viver bem e perto de tudo que você precisa!
Venha para o Jardim Vila Verde
Temos poucas unidades disponíveis!

Telefone para contato: (19) 98921-6368

Stand de vendas no loteamento:
Rua: Antônio Caetano Junior (próximo ao número 20) Bairro Adventista Campineiro – Hortolândia/SP

Jardim Vila Verde – A felicidade mora aqui – Clique aqui e entre em contato com a gente

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia imuniza mais de 24.000 pessoas contra a Influenza

Publicado

em

Prefeitura também realiza imunização contra Sarampo para crianças; já foram imunizadas quase 5.000 pessoas de seis meses a menos de 5 anos

Com o frio registrado nos últimos dias, é importante que a população se imunize contra a Influenza, principalmente crianças e idosos. A Prefeitura de Hortolândia reforça que continua com a campanha de vacinação contra a doença. O município já imunizou 24.384 pessoas (confira a cobertura vacinal no quadro abaixo). A Secretaria de Saúde salienta que a vacinação está baixa em todos os públicos-alvos e que é importante as pessoas se imunizarem contra a doença, uma vez que esta época do ano é o período de maior transmissão.

A campanha está na 4ª etapa, cujos públicos-alvos são caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, de salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade. A vacinação acontece das 8h às 15h30 nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive naquelas onde é feita a vacinação contra a vacinação contra a COVID-19.

A Secretaria de Saúde salienta que continuam a ser vacinados os públicos-alvos das etapas anteriores, que são profissionais das redes pública e particular de Educação, pessoas com comorbidades e deficiência com idade a partir de 5 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde.

A Secretaria de Saúde ressalta que as pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas deficientes também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem recebem a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Já profissionais de Educação e de Saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua atução nas áreas.

A meta da campanha é vacinar 90% das pessoas dos públicos-alvos. A campanha está prevista para ser realizada até 3 de junho. A Secretaria de Saúde orienta que a população deve tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

14

Forças Armadas

1

Forças de segurança e salvamento

32

Funcionários do sistema prisional

1

Profissionais de Educação

459

21%

Pessoas com comorbidades

2.172

14%

Pessoas com deficiência

21

0,3%

Crianças

3.215

22%

Gestantes

511

24%

Puérperas

92

26%

Idosos

15. 080

54%

Profissionais de saúde

2.786

40%

Total

24.384

 

*Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

Sarampo

Além da Influenza, é importante que as famílias levem as crianças para serem imunizadas contra o Sarampo. A Prefeitura de Hortolândia reforça que também prossegue a campanha de vacinação contra a doença, das 8h às 15h30 nas UBSs, inclusive naquelas onde acontece a imunização contra a COVID-19. 

A vacinação é para crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade. Também estão sendo imunizados profissionais das redes pública e particular de Saúde. A meta é imunizar 95% dos dois públicos-alvos. Hortolândia já imunizou 4.893 crianças (vide abaixo a cobertura vacinal). A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 95% das pessoas dos dois públicos-alvos. De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha está prevista para ir até o dia 3 de junho.

A Secretaria de Saúde alerta as famílias que o Sarampo é uma doença grave cujas complicações podem deixar sequelas para o resto da vida e até mesmo levar a óbito, principalmente crianças de seis meses a cinco anos. Por isso, é importante levá-las à campanha para serem imunizadas.

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas na campanha. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses durante a campanha, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

603

 

1 ano

833

 

2 anos

1.052

 

3 anos

1.180

 

4 anos

1.225

 

Total

4.893

34%

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Ligações indevidas atrapalham atendimento telefônico prestado por conselhos tutelares em Hortolândia

Publicado

em

Celulares de plantão, destinados a receber denúncias e ligações em casos de urgência e emergência, têm sido usados pela população para consultar outros serviços públicos não emergenciais

Hortolândia conta atualmente com dois Conselhos Tutelares, órgãos públicos municipais de defesa dos direitos da criança e do adolescente, previstos no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e na Constituição Federal Brasileira. O CT II, criado no final do ano passado, atende a casos relativos à região do Jd. Amanda e Jd. Novo Ângulo; já o CT I, mais antigo, atende a demandas relativas aos demais bairros da cidade. Ambos os conselhos realizam atendimento presencial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Durante feriados e aos finais de semana, também podem ser acionados por telefone, em situações especiais. Em regime de plantão, o atendimento é somente para denúncias, urgência e emergência.

No entanto, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social da Prefeitura, os conselhos tutelares têm recebido, ultimamente, diversas ligações indevidas, seja pedindo vaga em escola, seja solicitando informações sobre outros serviços municipais, fora de sua alçada, como o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). A prática dificulta o atendimento aos casos graves, a que os órgãos se destinam. 

Saiba qual é o papel do Conselho Tutelar

Cabe aos conselheiros tutelares zelar pelo cumprimento de direitos de crianças e jovens, garantir absoluta prioridade na efetivação desses direitos e orientar a construção da política municipal de atendimento relativa ao público infantojuvenil, no município. Cada conselho é formado por cinco membros titulares e cinco suplentes. 

O Conselho Tutelar I atende pelos telefones: (19) 3865-3287 e 3897-2513 e, nos plantões, pelo (19) 99785-2442. Está localizado na Rua Alda Lourenço Francisco, 353 – Remanso Campineiro.

Já o CT II atende pelos seguintes números: (19) 3897-1000 e 3897-1002. Após às 17h, durante a semana e aos finais de semana, o órgão atende em regime de plantão pelo celular: (19) 99979-9903. A sede própria está localizada na Rua João Camilo de Camargo, 159, no Remanso Campineiro.

Saiba mais sobre o Conselho Tutelar

A lei brasileira determina que “cada Município e no Distrito Federal haverá, no mínimo, um Conselho Tutelar como órgão da administração pública local”. Após a aprovação do ECA, em 1990, crianças e adolescentes foram reconhecidos como sujeitos de direitos, isto é, pessoas em desenvolvimento a serem protegidas pela família, pelo Estado e pela sociedade, como um todo. Entre estes direitos a serem atendidos com prioridade absoluta estão os de ter acesso à escola e à educação, à saúde, à liberdade, ao respeito e à dignidade. Entre os órgãos responsáveis por fazer valer o que diz a lei, na garantia desses direitos fundamentais está o Conselho Tutelar. Segundo o artigo 131 do ECA, ele é o “órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente”.

Confira o que faz o Conselho Tutelar:

•Atende queixas, reclamações, reivindicações e solicitações feitas por crianças, adolescentes, famílias, comunidades e cidadãos.

•Exerce as funções de escutar, orientar, aconselhar, encaminhar e acompanhar os casos.

•Aplica as medidas protetivas pertinentes a cada caso.

•Faz requisições de serviços necessários à efetivação do atendimento adequado de cada caso.

•Contribui para o planejamento e a formulação de políticas e planos municipais de atendimento à criança, ao adolescente e às suas famílias.

O que não faz:

•Não é uma entidade de atendimento direto (abrigo, internato etc.).

•Não assiste diretamente às crianças, aos adolescentes e às suas famílias.

•Não presta diretamente os serviços necessários à efetivação dos direitos da criança e do adolescente.

•Não substitui as funções dos programas de atendimento à criança e ao adolescente.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares