16 de julho de 2024
Nossa Cidade

8.000 pessoas assistem a espetáculos durante a 2ª Mostra de Teatro de Hortolândia

Temporada de arte cênica terminou domingo, dia 25, totalizando 24 peças adulto e infantil, além de apresentações de rua

Teatro - Peça  o pintor

Oito mil pessoas assistiram aos espetáculos gratuitos da 2ª Mostra de Teatro de Hortolândia – NaLona 2013, uma realização da Prefeitura de Hortolândia em parceria com a Cia São Genésio e o Centro Cultural Casa de Joana. A temporada de arte cênica terminou, domingo, dia 25, com a premiação dos grupos de teatro de seis estados do país, vencedores do Prêmio Teatro de Hortolândia, organizado pela Secretaria de Cultura, para selecionar espetáculos para a Mostra.

Iniciada no dia 16 de agosto, a Mostra trouxe para Hortolândia 24 espetáculos de alta qualidade. A programação incluiu peças adulto, infantil e apresentações de rua, em todas as regiões da cidade. Também promoveu atividades de formação, com a realização de oficinas de teatro, que contaram com a participação de 100 aprendizes.

Para o secretário de Cultura, Tino Sampaio, a Mostra conseguiu atingir as metas. “NaLona é sucesso de público. Atendeu o objetivo de fomentação e circulação do teatro, além de formação de plateia. Conseguimos levantar a discussão sobre teatro na cidade e trouxemos a experiência de grupos que retrataram o cenário da arte cênica no Brasil. As pessoas que participaram saíram na torcida de que a Mostra cresça a cada ano”, avaliou o secretário.

Tino Sampaio adiantou que a Prefeitura trabalha para ampliar a Mostra no ano que vem. Para isso, manterá o edital do Prêmio Teatro de Hortolândia, que ampliará para 30 o número de companhias selecionadas, e buscará novos parceiros para financiar outros 20 espetáculos. “Queremos ter 50 espetáculos na mostra do ano que vem e envolver mais cidades da região na mostra paralela. O evento foi muito produtivo neste ano, elogiado, inclusive, pelos artistas que trouxeram os espetáculos”, observou.

Durante 10 dias, circulou por Hortolândia uma trupe com mais de 200 profissionais de artes cênicas, que mostraram talento no palco e nas ruas de Hortolândia, numa celebração da democratização do acesso à arte.

“É fantástico poder ver teatro na rua. Estava passando com meu filho e resolvi ficar. Nunca tive a oportunidade de ver uma peça. Pobre só vê artista na televisão. Gostamos desta iniciativa da Prefeitura”, disse a dona de casa, Miriam de Souza, que assistiu ao espetáculo de rua “As presepadas de Damião”, no último domingo, na Feira do Jardim Amanda.

POLO CULTURAL

“A parceria com a Prefeitura deu certo. Todos os artistas elogiaram a organização, o respeito com as companhias e a transparência na realização do concurso que premiou os grupos. A Mostra projetou Hortolândia como polo cultural. É um caminho sem volta de apoio à Cultura. O melhor da arte cênica produzida no País passou por Hortolândia”, disse Juraci Moreira, coordenador de projetos do Centro Cultural Casa de Joana, personalidade jurídica do evento.

Para o próximo ano, o produtor cultural trabalhará junto com a Prefeitura para ampliar a infraestrutura técnica do evento, o que evitará atrasos nas apresentações, fazer a seleção dos espetáculos mais cedo, levar a programação para outros bairros e incluir novas cidades da região na mostra paralela, este ano realizada somente em Campinas.

A exibição do curta-metragem “Um erro Chamado Noemia”, produzido pela Casa de Joana/Casa Mustache e Los Vasos, e o espetáculo de rua “O Pintor”, encerram a mostra, domingo, no Jardim Amanda. Antes dos espetáculos, as companhias receberam o Prêmio Teatro de Hortolândia 2013, simbolizado por um troféu. O prefeito de Hortolândia, Antonio Meira (PT), o secretário de Cultura, Tino Sampaio, e a deputada estadual Ana Perugini (PT) prestigiaram o evento, realizado no anfiteatro da Emef Maria Célia Cabral Amaral.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia


Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98