A ginástica rítmica de Hortolândia continua em destaque nas competições disputadas de maneira on-line. Mesmo com as restrições nas competições presenciais, por conta da pandemia do Coronavírus, as meninas do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura, treinadas pela técnica Izabele Schefer, seguem nas disputas.

No final de semana passado, as hortolandenses participaram da Taça Brasil On-Line 2020, que contou com aproximadamente 400 ginastas de todo o país.

Na categoria “mãos livres”, no nível I, para meninas entre os 10 e 11 anos de idade, Sophia Rossi foi o destaque, terminando a competição com a nona colocação. Também na categoria “mãos livres”, mas no nível II, para competidoras entre os 12 e 14 anos de idade, Mariana Camin ficou com a décima terceira colocação.

Ginástica Rítmica de Hortolândia é uma das mais fortes do Estado

A modalidade de Ginástica Rítmica foi implantada nas Escolinhas Esportivas da Prefeitura em 2005. Atualmente, aproximadamente 200 alunas, na faixa etária entre quatro e 18 anos, participam dos treinamentos. Após a pandemia do Coronavírus, os treinos voltam a ser realizados na Academia Municipal (Centro), nos ginásios Victor Savala (Jd. Nossa Senhora de Fátima) e Gino Bernardini (ao lado do campo do Rosolen), além da Estação Cidadania de Esportes no Jardim Amanda, que foi inaugurado neste ano e receberá aulas desta modalidade