Connect with us

Esportes

Delei “Maior Presidente” da Liga Hortolandense de Futebol

Publicado

em

Mais de duas décadas fazendo acontecer no esporte, ele é sinônimo de qualidade no amador de Hortolândia

O “Maior Presidente” da Liga Hortolandense de Futebol, Valderlei Aparecido dos Santos, mais conhecido como Delei, ficou mais de duas décadas no comando do futebol amador de Hortolândia. Entre as várias conquistas, o amante declarado do futebol, cita a fundação da entidade e a manutenção da filiação durante vários anos, à Federação Paulista de Futebol, entidade máxima do esporte no Estado de São Paulo.

A fundação da Liga Hortolandense de Futebol aconteceu em 04 de janeiro de 1993, pelos seguintes personagens da história do futebol da cidade: Nelson Cancian, na época presidente do E.C. Brasil (se tornou presidente eleito na fundação da Liga), Delei, que criou o time CRV (Clube Recreativo Unidos da Vila) foi o vice presidente, Mirão, que também fazia parte da diretoria do E.C. Brasil, Miltão, ligado ao time do Sumarezinho, e Luiz Casarão, fazia parte do time Primavera.

“Éramos amantes do futebol amador. Mas a competição era mais ligada à Sumaré, ou seja, muitas coisas não funcionavam corretamente para nós de Hortolândia. Nos reunimos e resolvemos fundar nossa própria Liga, mais séria e filiada à Federação Paulista de Futebol”, explica o presidente.

Delei, que assumiu a presidência da entidade em 1994, por motivos de saúde do saudoso Nelson Cancian, ficou como presidente até 2017, 23 anos no cargo. “Tivemos altos e baixos, mas nossa época de glória foi de 1998 à 2005. Os campos registravam recordes de púbico, cerca de mil pessoas todos os jogos. Na época, vários dérbis agitavam a competição, fazendo com que o Amador de Hortolândia se tornasse um dos maiores da nossa região”, comenta Delei.

Mas nem só de alegrias vivem uma gestão de muitos anos. Delei, que dedicava todo seu tempo em organizar a competição, e ficava pouco tempo com a família, resolveu trazer a filha Priscila, de 15 anos, para ajudar na Liga. “Eu ficava muito tempo fora de casa e com muita saudade da minha filha. Resolvi trazer ela para a entidade, e deu certo. Hoje ela é mais uma apaixonada pelo futebol amador de Hortolândia”, disse Delei.

“Eu comecei na Liga em 2005, ajudando na parte administrativa. Mas meu pai me levava para os campos de futebol e para os treinos que ele dava para as crianças, sempre para ficar ao lado dele. Ser presidente da Liga consumia todo o tempo dele, que perdia festas de família, viagens, etc. Ele vivia para o futebol, nunca desligava o telefone, sempre falando com diretorias de clubes e atletas. Todos do futebol o admiravam e respeitavam os feitos dele na competição. Sempre manteve-se neutro nas decisões e julgamentos. Meu pai fez a diferença no esporte da cidade”, declara Priscila.

O presidente do Internacional Jr. do Jd. Amanda, Clayton, afirma que o presidente Delei sempre fez o melhor para ter uma das competições mais importantes da região. “Ele sempre foi muito solícito, uma pessoa do bem, que fez muito para melhorar o esporte na cidade. Nós do Inter só temos que agradecer o empenho e dedicação ao Amador. Ele sempre manteve nossa Liga filiada à Federação Paulista de Futebol, que valorizou e melhorou muito a competição”, disse Clayton.

SONHO

O “Maior Presidente” fez muito para manter o Campeonato Amador da cidade organizado, desde o início. “Tivemos problemas com subvenção da Prefeitura em alguns momentos, mas mesmo assim conseguimos realizar a competição. Já sofremos ameaças de jogadores e dirigentes, mas ficamos firmes. Nunca deixamos e nem tivemos problemas de prestação de contas. Hoje eu posso deitar na cama e ver que realizei todas os meus desejos, de ver a cidade crescendo no esporte, e ver que ajudei a influenciar crianças e jovens a praticar esporte, como melhoria na qualidade de vida, saúde e educação”, comemora o presidente.

O sonho do Delei é ver Hortolândia ter um time de futebol profissional. “Nós temos várias multinacionais na cidade. Hortolândia é uma das cidades que mais arrecada. O que falta é incentivo de empresas e do poder público para que possamos ter um clube profissional. Isso ajudaria muito a melhorar o esporte e, consequentemente, a vida de todos os moradores, afinal, esporte é vida, saúde e educação”, comenta Delei.

ASSOCIAÇÃO DE ATLETAS

A Associação de Atletas de Hortolândia, que será a responsável pela organização da competição amadora este ano, em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer, está resgatando a história do Futebol Amador de Hortolândia. O objetivo é valorizar os principais personagens, jogadores e times que ajudaram na fundação realização e manutenção do campeonato. A série de matérias irá lembrar os grandes campeões da competição, os maiores goleadores, as maiores revelações (alguns até se tornaram jogadores profissionais) e as principais curiosidades. Fiquem ligados para as próximas matérias.

Esportes

Estação Cidadania de Esportes, no Amanda, tem disponível karatê, futsal, handebol, atletismo, jiu-jitsu e ginástica localizada

Publicado

em

Com o avanço da vacinação contra a COVID-19 em Hortolândia e o retorno da prática das atividades esportivas na cidade, realizadas com respeito ao Código Sanitário do Estado de São Paulo, a “Estação Cidadania de Esportes – Deputado Luiz Lauro Filho”, localizada no Jardim Amanda, inaugurada pela Prefeitura em novembro do ano passado, já pode receber alunos para treinos em diversas modalidades. Desde a inauguração, o local estava fechado em razão do agravamento da pandemia de Coronavírus. No entanto, agora já é possível aos interessados se inscreverem para práticas esportivas oferecidas no local. 

Meninos e meninas A partir dos sete anos de idade podem praticar, gratuitamente, karatê, futsal, handebol, atletismo, jiu-jitsu e ginástica localizada. As meninas, a partir dos quatro anos de idade, podem praticar ginástica rítmica. Informações sobre modalidades, horários e disponibilidade para matrículas podem ser obtidas na própria Estação Cidadania de Esportes, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou por meio do telefone (19) 39651400 no ramal 7409.  A “Estação Cidadania de Esportes – Deputado Luiz Lauro Filho”, fica localizada entre as ruas João Guimarães Rosa e Fernando Sabino, próximo ao Supermercado Good Bom do Jardim Amanda.

A obra da Estação Cidadania de Esportes foi fruto de um convênio da Prefeitura com o extinto Ministério do Esporte do Governo Federal. O novo espaço esportivo do município ficou pronto em julho do ano passado.  Com a oferta das atividades, a Prefeitura ampliará o atendimento gratuito à comunidade esportiva da cidade. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, serão abertas, aproximadamente, duas mil vagas e, além das modalidades que já podem ser treinadas no local, há previsão de, futuramente, serem introduzidos treinos de basquete, vôlei e zumba.

ESCOLINHAS ESPORTIVAS

No início de 2017, as Escolinhas Esportivas atendiam seis mil alunos em 21 modalidades. Agora, são 9.500 pessoas atendidas em 30 tipos de atividades. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, com a reestruturação do projeto e a implantação de novos espaços esportivos, foram criadas quase quatro mil novas vagas e outras nove modalidades.

Continue Lendo

Esportes

Aulas do Projeto Escolinhas Esportivas estão de volta

Publicado

em

nformações sobre vagas podem ser obtidas na Secretaria de Esportes e Lazer 

As aulas do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia já estão de volta. As atividades foram retomadas, nesta semana, de maneira gradual e consciente, obedecendo o Código Sanitário do Estado de São Paulo contra a disseminação do Coronavírus. De acordo com a Secretaria de Esportes e Lazer, a retomada das atividades esportivas foi possível por conta do alto índice de vacinação contra a doença na cidade. Nos espaços esportivos, serão atendidos alunos acima de 18 anos que estiverem completamente imunizados contra o Coronavírus há mais de 15 dias.

No caso dos alunos com menos de 18 anos, as turmas serão reduzidas: apenas 35% dos alunos poderão realizar a atividade. Serão disponibilizados mais horários para aulas e os coordenadores de cada espaço repassarão o novo cronograma aos alunos.  O protocolo de retomada deve ser cumprido por todos. Os coordenadores dos espaços esportivos são responsáveis por transmitir este protocolo aos alunos.

INFORMAÇÃO DE VAGAS

Segundo a Secretaria de Esportes e Lazer, todos os alunos matriculados antes da pandemia não perderão as vagas. A realização de matrículas também serão retomadas em ritmo gradual e com lista de espera. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (19) 39651400, no ramal 7409.

Continue Lendo

Esportes

Sesi-SP inaugura atividades de rugby para crianças e adolescentes em Campinas

Publicado

em

Nesta quinta-feira (16), acontecerá uma grande oficina de rugby para os alunos do Sesi Campinas – Santos Dumont. Ao todo, 928 crianças e adolescentes, alunos da unidade, poderão conhecer o esporte dentro de campo, com exercícios lúdicos e brincadeiras. No período de 16 a 28 deste mês, qualquer jovem interessado em experimentar o rugby pode se inscrever no curso regular, cujas aulas começam a partir do dia 29. 

Os atletas da seleção brasileira de rugby Lucas Abud, Bianca Silva, Cláudia Teles e Arthur Bergo participarão da oficina juntamente com atletas e representantes do Jequitibá Rugby, clube parceiro que trabalhará a modalidade na unidade e oferecerá todo suporte para a realização do curso regular no Sesi Santos Dumont, em Campinas.  

O evento marcará o início das atividades de rugby na unidade, que em 2021 contará com aulas gratuitas para a faixa etária de 11 a 14 anos, sempre às quartas-feiras. A intenção é que em 2022 as aulas sejam estendidas para as demais idades, abrangendo crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. 

Parceria – As atividades do Sesi Campinas fazem parte de um acordo firmado entre SESI-SP e Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), em julho passado. O rugby será desenvolvido em sete unidades de ensino. Em cada uma haverá um clube parceiro que trará os conhecimentos sobre treinamento e ensino da modalidade: Campinas/Jequitibá Rugby, Indaiatuba/Indaiatuba Tornados, Votorantim/Lechuza Rugby, Osasco/Poli Rugby, Jacareí/Jacareí Rugby, Taubaté/Taubaté Rugby e Tatuí/Rugby Tatuí. 

Além da disseminação nas unidades, o acordo prevê também capacitação de educadores físicos do Sesi-SP para o rugby e integração da área de Alto Rendimento da CBRu. As entidades pretendem aprimorar o trabalho que vêm realizando juntas no Centro de Referência em Ciências do Esporte do Sesi-SP (CRCE), buscando elaborar estudos aplicados ao alto rendimento do rugby, em áreas como nutrição e psicologia. 

Aulas gratuitas de rugby:
A partir de 29 de setembro de 2021
Local: campo gramado do Sesi Santos Dumont – Campinas
Público: 13 a 14 anos, às quartas-feiras, das 17:15 às 18:15; 11 a 12 anos, às quartas-feiras, das 18:15 às 19:15 

Inscrições:
De 16/09 a 28/09, na Secretaria do Centro de Atividades Sesi – com horário agendado: https://bit.ly/3hRQzT1
Qualquer criança e adolescente interessado no rugby. Não precisa ser aluno ou usuário Sesi-SP.
Mais informações: (19) 3765-9210 ou WhatsApp (19) 99611-2082 

Informações sobre atletas da seleção brasileira de rugby: 

  • Lucas Abud – Começou a jogar rugby em Campinas pelo Jequitibá. Teve passagens pelo SPAC, Villefranche (França) e atualmente joga pelo Poli Rugby. Faz parte do programa de alto rendimento da seleção brasileira desde 2012. 
  • Bianca Silva – Começou a jogar rugby através do projeto social “Rugby para Todos”, que atua em Paraisópolis – SP. Foi eleita pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) a melhor atleta de rugby do país em 2018, por meio do Prêmio Brasil Olímpico. Faz parte do programa de alto rendimento da seleção brasileira desde 2013 e já conquistou três títulos sul-americanos com as Yaras, além de ter disputado oito etapas do World Rugby Sevens Series, dois qualificatórios para o circuito mundial e as olimpíadas de Tóquio 2021. 

     
  • Cláudia Teles – Claudinha, como é conhecida, começou a carreira no atletismo, mas aos 23 anos aceitou convite para migrar ao rugby. É medalhista panamericana e disputou os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. 

     
  • Arthur Bergo – Com passagens pelo SPAC e Utah Warriors (USA), Arthur Bergo integrou o elenco da seleção brasileira de rugby de sevens nas olimpíadas de verão Rio 2016, que ficou em 12º lugar. Atualmente integra a franquia brasileira Cobras Brasil XV e a seleção brasileira de XV, ambas gerenciadas pela CBRu. 
Continue Lendo

Populares