12 de junho de 2024
Campinas

Taxista é assaltado em Campinas e abandonado em Hortolândia

O taxista R. S. M., de 47 anos, teve seu veículo, um Fiat Doblo, roubado em Campinas e foi mantido refém até ser abandonado no Jardim Boa Vista, em Hortolândia. Para render a vítima, o criminoso usou uma faca de serra. Após abandonar a vítima, o bandido roubo documentos, cartões e R$ 300 em dinheiro. O carro foi recuperado pouco tempo depois do crime. Esse é o segundo crime contra a classe em Hortolândia só em setembro.

portal_delegacia-hortolandia

De acordo com o taxista, o criminoso se passou por passageiro, embarcando no táxi no Shopping Parque Dom Pedro, em Campinas, onde pediu para seguir até a cidade de Hortolândia.

Logo após o embarque, o ladrão sacou a faca e anunciou o assalto, obrigando a vítima a dirigir até o Jardim Boa Vista, em Hortolândia. Ao chegar ao bairro, o bandido tomou a direção do veículo, abandonando o taxista.

A vítima conseguiu acionar a Polícia Militar, que realizou buscas pela região e conseguiu encontrar o carro, que foi devolvido ao taxista. Para os agentes, o taxista relatou que o bandido era moreno, de cabelos curtos, aproximadamente 1,70 de altura e forte.

O caso foi registrado no Plantão Policial de Hortolândia, mas será encaminhado para o 4º Distrito Policial de Campinas, onde o crime será apurado.

CASO RECENTE

No dia 3 de setembro, o taxista E. G. S., de 45 anos, foi alvo de um criminoso no Jardim Amanda, também em Hortolândia. O criminoso teria se passado por passageiro e embarcado no táxi na cidade de Monte Mor. Ao chegar à Rua Fernando Sabino, no jardim Amanda, o criminoso anunciou o assalto, roubando o veículo, um Siena Attractive e R$ 3 mil do profissional.

De acordo com a vítima, por volta das 16h15, o suspeito, que teria aproximadamente 40 anos, grisalho, pardo e forte, embarcou no táxi e afirmou que iria até o respectivo bairro de Hortolândia.

A vítima informou aos policiais que, em nenhum momento desconfiou que o passageiro tivesse a intenção de roubá-lo.

Ao chegar ao Jardim Amanda, o criminoso sacou um revólver e anunciou o assalto, obrigando a vítima a descer do carro. Logo em seguida, o bandido tomou a direção do veículo e fugiu, levando aproximadamente R$ 3 mil do taxista.

Assustada, a vítima procurou ajuda no Plantão Policial de Hortolândia, onde o caso foi registrado. Apesar de ter informado a Polícia Militar, o veículo e o dinheiro não haviam sido recuperados até o fechamento da matéria.

O caso foi encaminhado para investigação através do 2º Distrito Policial de Hortolândia, que abrange a região do Jardim Amanda.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98