A operação Todos Contra a Covid-19 realizada nesta sexta-feira, dia 26 de março, no Jardim Nova Europa, fiscalizou 28 estabelecimentos, dos quais sete foram autuados por descumprimento das regras sanitárias e um foi interditado parcialmente. A ação foi desencadeada para fiscalizar, orientar e verificar o cumprimento das medidas restritivas da Fase Emergencial da quarentena.


Além disso, os 50 servidores de diversas secretarias que participaram da força-tarefa também realizaram 31 orientações. Técnicos da Defesa Civil entregaram 1.050 máscaras e fizeram 14 desinfecções de pontos de ônibus.


Segundo a enfermeira e articuladora da Saúde no Comitê, Priscilla Brandão Bacci Pegoraro, a operação foi bem recebida pela população. “Recebemos apoio, muitas pessoas se manifestaram pedindo para continuarmos com o trabalho para conter a disseminação do coronavírus”, disse.


O estabelecimento lacrado parcialmente comercializa doces e produtos de festa. Comércios que vendem esses produtos não estão autorizados a funcionar e por isso essa área foi interditada. Uma pastelaria que permitia consumo no local também foi autuada.


Novas operações irão ocorrer em áreas onde está havendo aumento de casos de Covid-19. O Jardim Nova Europa foi escolhido para a primeira fase porque teve 55 casos confirmados nos últimos 20 dias e é o sexto com maior número de ocorrências neste período na cidade.


Desde o início da pandemia, o bairro acumula 1.917 casos de Covid-19. Além disso, nos últimos 20 dias a Prefeitura recebeu 15 denúncias sobre infrações na localidade . Nesse bairro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), moram 11.549 pessoas em 3.850 domicílios e há 1.320 estabelecimentos comerciais.


A operação reuniu servidores da Secretaria Municipal de Saúde, Defesa Civil, Guarda Municipal, Procon, Serviços Técnicos Gerais (Setec), Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo (Seplurb), Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) e Sanasa.


Um drone foi utilizado para identificar áreas de aglomeração para que as equipes pudessem intervir. Conforme Priscila, não houve ocorrência de aglomerações, mas o equipamento ajudou a localizar estabelecimentos que estavam funcionando em desacordo com as normas.


Um carro de som circulou para chamar a atenção para o número de casos nas imediações. A mensagem alertou para a necessidade de prevenção com o uso de máscara, higienização de mãos e a importância de manter o distanciamento, além de destacar que quem tiver sintomas respiratórios ou gripais deve buscar a unidade de saúde mais próxima.